Kia Picanto - Olhos grandes e bem abertos

Kia Picanto é o único modelo 1.0 à venda no mercado nacional que tem transmissão automática na lista de equipamentos opcionais, mas freio ABS não está disponível

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 09/05/2009 19:40 Eduardo Aquino /Estado de Minas
Tela protetora do radiador evita entrada de pedras e frente baixa esbarra em rampas - Fotos: Renato Weil/EM/D.A Press - 22/4/09 Tela protetora do radiador evita entrada de pedras e frente baixa esbarra em rampas
As atrações do carrinho continuam as mesmas: bom espaço interno, ampla lista de itens de série, opção de câmbio automático (o único no Brasil, nessa faixa de cilindrada) e design que agrada de forma geral, bem diferente dos primeiros modelos da marca que chegaram ao Brasil. Em outubro de 2007, o Picanto passou por uma pequena reestilização e ficou mais moderno. A linha 2009 ganhou mais três atrativos importantes: duplo airbag, repetidores de seta nos retrovisores externos e som com entrada USB e auxiliar.



Design
O Picanto não nega a origem: o carrinho tem cara de oriental, embora tenha olhos bem arregalados, pois os faróis são enormes e em forma de gota. Na frente, ainda se destacam a pequena grade, com duas barras cromadas; a tomada de ar central, com tela protetora para o radiador (evitando a entrada de pedras e pequenos objetos); e os faróis de neblina, embutidos nos spoilers. De perfil, o que chama mais a atenção é o bom aproveitamento da distância entre-eixos (as rodas ficam bem nas extremidades); as pequenas rodas de liga com desenho esportivo; as maçanetas, colunas, frisos, colunas centrais e parte de cima dos retrovisores pintadas na cor da carroceria; e linha de cintura ascendente. O modelo 2009 tem repetidores de seta nos retrovisores. Na traseira, as lanternas grandes (bem visíveis) e com elementos circulares e o vidro traseiro "abraçando" a coluna C dão toque de modernidade.

Veja mais fotos do Kia Picanto!
Traseira limpa, com lanternas redondas, harmoniza com o restante do conjunto - Traseira limpa, com lanternas redondas, harmoniza com o restante do conjunto

Espaço
Como se trata de um veículo urbano, os engenheiros da Kia resolveram aproveitar a ampla distância entre-eixos (de 2,37m) apenas para o habitáculo, em detrimento do compartimento de bagagens. O espaço interno surpreende, principalmente para um carrinho que mede apenas 3,53m de comprimento, acomodando com certo conforto quatro adultos, desde que de estatura mediana (até 1,80m de altura). Três no banco traseiro? Somente se forem crianças pequenas. Mas na hora da viagem ou do supermercado, o (a) motorista vai ter que ir somente com a (o) acompanhante, para poder rebater o banco e usá-lo como extensão do porta-malas, que tem capacidade bem limitada (220 litros).

Interior
O acabamento interno é o que se espera de um carro básico, com plásticos e materiais de qualidade inferior. O habitáculo mistura a cor preta (no volante, parte superior e central do painel, console central, piso e parte superior dos painéis de porta) com cinza (forração dos tecidos dos bancos e parte inferior dos painéis de porta e do painel de instrumentos) e detalhes em plástico imitando metal (na moldura do rádio e nas maçanetas das portas). Os mostradores do painel são grandes e de fácil visualização, durante o dia (o fundo é branco) e à noite (devido à boa iluminação), mas falta termômetro de temperatura do motor.

Equipamentos
Volante de três raios tem aro muito fino, o que força os músculos do braço; a coluna de direção regula em altura, mas de forma bem limitada; e a buzina é difícil de ser acionada. O pacote de conforto inclui o básico (ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas e rádio CD/MP3 com entrada auxiliar e para iPod no console) e o de segurança melhorou no modelo 2009 (airbag de série), mas ainda faltam apoio de cabeça central e opção de freios ABS. A versão avaliada tem câmbio manual, mas o Picanto é o único modelo disponível no Brasil com transmissão automática e motor 1.0.



Picanto X Concorrentes
Modelo Preço (R$)
Kia Picanto EX 1.0 Manual 35.900
Kia Picanto EX 1.0 automático 40.900
Renault Clio Campus 1.0 26.490
Volkswagen Gol 1.0 27.320
Ford Fiesta 1.0 29.249
Chevrolet Corsa Joy 1.0 29.298
Fiat Palio ELX 1.0 30.520

Rodando
O desempenho do Picanto surpreende. O conjunto motor 1.0, de 65 cv, e peso reduzido (de apenas 890 quilos) proporciona boa desenvoltura no trânsito urbano, arrancando e retomando a velocidade com rapidez e mantendo bom torque mesmo em baixas rotações. O câmbio, com relações de marcha bem dimensionadas e engates macios e precisos; e o sistema de direção, com assistência elétrica bem calibrada e diâmetro de giro menor (facilita muito as manobras), também ajudam a deixar o carrinho bem esperto no engarrafado trânsito das grandes cidades. Mas, na estrada, o motorista precisa ter um pouco de paciência, principalmente nas ultrapassagens, pois, nessa condição, o desempenho é bem limitado. Trata-se de um legítimo urbanoide, que não gosta de viajar.

Veja mais fotos, a avaliação técnica, os equipamentos de série, os opcionais e a ficha técnica do Picanto no Veja Também, no canto superior direito desta página.

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação