Nissan Tiida 1.8 flex automático - Cana na Tequila

Principal novidade do hatch importado do México é motor flex, que, conjugado com câmbio automático, proporciona bom desempenho, mas consumo elevado. Leia o teste

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 27/05/2009 18:16 Paulo Eduardo /Estado de Minas
Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press - 18/5/09
Faróis assimétricos, linha de cintura ascendente e curva do teto caindo em direção à traseira são os traços marcantes desse hatch médio da marca japonesa importado do México. A caída do teto dita o design automotivo atual, que é muito evidente no Citroën C4 de duas portas. As linhas não causam furor nem tampouco desagradam, mas carecem de ousadia. Trata-se do mesmo Tiida que começou a ser vendido no Brasil em 2007 como modelo 2008.



A coluna A (dianteira) é de monovolume, a mesma do Livina. Por isso, a boa visibilidade na dianteira, que contrasta com a da lateral traseira por causa da largura da coluna C. Modelo usa plataforma B da Nissan, que é a mesma de alguns modelos não disponíveis no mercado nacional, como o monovolume Cube.

Veja mais fotos do Tiida flex!

O Tiida é hatch importado do México e não paga impostos de importação por causa do acordo comercial com aquele país. Concorre em segmento dos mais disputados e, como a maioria, passa a ter três anos de garantia.

É fácil de dirigir e encontra-se logo a melhor posição ao volante, que tem apenas regulagem de altura da coluna. Falta a de distância. O banco do motorista tem regulagem de altura, o que facilita para condutores de diversas estaturas. O quadro de instrumentos é de fácil leitura, mas falta o termômetro de temperatura do motor, substituído pela nem sempre eficiente luz espia. O acabamento do painel central passa a sensação de qualidade, embora o material utilizado não seja emborrachado.
Lanterna em forma de losango harmoniza o conjunto, que tem forte caída de teto sentido da traseiro, prejudicando a visibilidade - Lanterna em forma de losango harmoniza o conjunto, que tem forte caída de teto sentido da traseiro, prejudicando a visibilidade

Há diversos porta-objetos em torno do motorista e passageiro da frente: no console central, atrás e à frente do freio de estacionamento, porta-óculos, entre outros. É a conveniência. O conforto no banco traseiro, que tem regulagem longitudinal, é bom. Pode-se aumentar o espaço para as pernas e diminuir o do porta-malas ou o contrário, dependendo da necessidade. Com o banco traseiro todo para trás, sobra espaço para os ocupantes e diminui-se muito o do porta-malas. O oposto limita bastante o conforto para adultos. O encosto do banco traseiro é regulável em duas posições e pode ser rebatido.

Flex
A principal novidade do Tiida é o motor 1.8 flex. O design é o mesmo desde quando o Tiida começou a ser vendido no país. A versão anterior era equipada com propulsor a gasolina. Porém, os consumos de álcool e gasolina são elevados, conforme o computador de bordo: 4,3 km/l (álcool) e 6,2 km/l (gasolina) na cidade. O desempenho é muito bom em todas as situações. O motor 1.8 responde prontamente aos comandos do acelerador em acelerações ou retomadas de velocidade. A diferença de desempenho entre os dois combustíveis praticamente inexiste, pois a diferença de potência é de apenas um cavalo e o torque é o mesmo (ver ficha técnica).

Nissan x Concorrentes


Nissan X Concorrentes
Modelo Preço (R$)
Nissan Tiida S 1.8 flex manual 51.890
Nissan Tiida SL 1.8 flex básico aut 60.780
Nissan Tiida SL 1.8 flex completo aut 61.730
Citroën C4 GLX 2.0 60.800
Volkswagen Golf 2.0 61.630
Ford Focus GLX 2.0 62.590
Fiat Stilo 1.8 Sporting Dualogic 64.018
Chevrolet Vectra GT-X 2.0 64.134
Peugeot 307 Feline 2.0 68.500

O câmbio automático de quatro marchas penaliza o consumo, que seria menor se houve mais uma velocidade na transmissão. As trocas não são suaves e os trancos leves incomodam pouco. Há controle eletrônico sem possibilidade de trocas manuais. Pode-se apenas engatar primeira ou segunda marchas para poupar freio em descida.

O sistema de suspensão privilegia a estabilidade, um dos destaques do Tiida, com excelente comportamento dinâmico. O carro é duro em piso irregular e transfere as imperfeições para o habitáculo sem exagero.

Veja a avaliação técnica, os equipamentos de série e os opcionais do Tiida flex no Veja Também, no canto superior direito desta página.


Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação