Publicidade

Estado de Minas

Avaliação técnica do Toyota Corolla XEI


postado em 06/08/2009 12:06

Apoios de cabeça e cintos de três pontos retráteis para todos os passageiros(foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press - 30/07/2009 )
Apoios de cabeça e cintos de três pontos retráteis para todos os passageiros (foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press - 30/07/2009 )
Bom

Altura do solo

Não tem de série proteção inferior para o cárter e caixa de marchas. Não ocorreram interferências com o solo no percurso misto (asfalto, terra e calçamento) de provas em utilização normal do veículo.

Freios

O pedal de freio tem boa sensibilidade e o sistema está bem dimensionado para a massa do veículo. O ABS atuou com eficiência e está muito bem calibrado. Em frenagem de emergência, sobre piso de asfalto seco e terra batida, apresentou reações equilibradas nos dois eixos sem alteração da trajetória e com boa desaceleração. O freio de estacionamento é por comando manual e está instalado no túnel central.

Câmbio

A transmissão é automática com quatro marchas e não tem a opção de troca manual seqüencial. As relações de marchas/diferencial atendem razoavelmente o peso de veículo e o rendimento do motor. As respostas em kick down satisfazem e o sistema apresentou um bom funcionamento com trocas suaves e mecanismos precisos. No quadro de instrumentos tem display informando a marcha e o modo selecionado. Em 1ª, 2ª e 3ª marchas selecionadas manualmente não ocorre a troca automática ao atingir a rotação máxima do motor.

Motor

O torque máximo atua numa rotação bem alta (4.250rpm), mas não influencia muito na dinâmica no uso na cidade a baixa rotação. Não existe diferença de rendimento entre os dois combustíveis que têm a mesma curva de potência e torque. A sua performance acoplado ao câmbio automático é razoável, mas não tem brilho esportivo, porém a dirigibilidade é agradável no uso urbano e segura em rodovias. As retomadas de velocidade e aceleração são boas em relação à cilindrada do motor e a massa do veículo. A rumorosidade de funcionamento é normal para um multiválvulas e o sistema flex funcionou bem.

Vedação

Boa contra água e poeira.

Suspensão

Proporcionam uma boa estabilidade em curvas de raios variados com inclinação moderada da carroceria. O conforto de marcha é razoável, sendo aceitável o nível das transferências das imperfeições do solo para dentro.

Direção

Rodas de liga leve aro 16 têm desenho moderno e dinâmico
Rodas de liga leve aro 16 têm desenho moderno e dinâmico
A coluna de direção tem ajuste manual em altura e distância com curso aceitável. O sistema tem assistência elétrica progressiva com cargas bem definidas para o uso urbano privilegiando o conforto e leveza, sendo firme em alta velocidade. Em curvas sobre piso de paralelepípedo, terra e asfalto ruim, apresentou baixa rumorosidade do conjunto. A velocidade do efeito retorno é boa, assim como o diâmetro de giro em manobras.

Limpador do para-brisa

Os esguichos são do tipo spray em V que, quando acionados, ativam automaticamente o sistema de varredura, por meio de palhetas de qualidade que varrem uma ótima área. É fácil o acesso ao reservatório d'água dentro do vão motor.

Estepe/macaco

O estepe tem a roda em aço, mas o pneu é igual aos de uso. Está instalado dentro do porta-malas no assoalho e ao seu lado está o kit de troca. A operação de troca é normal, com auxílio de cinco prisioneiros fixos por cubo para um melhor apoio e centragem da roda.

Regular

Acabamento da carroceria

A qualidade da pintura é boa com ausência de escorrimentos, impurezas e tonalidade homogênea, inclusive nas partes plásticas. As quatro portas estão desniveladas, mas o capô e tampa do porta-malas têm montagem razoável.

Vão motor

O resultado da insonorização do vão em relação ao habitáculo é aceitável para esta versão. O acesso à manutenção em geral é razoável, mas alguns componentes, como cilindro mestre, servo-freio e reservatório de gasolina para partida a frio (0,6 litro), são bem limitados.

Climatização

É automático digital. Não tem opção de temperatura diferenciada para condutor e passageiro, nem difusor de ar especifico para os passageiros de trás. Apresentou um bom funcionamento com boa vazão e angulação de ar pelos difusores do painel. Está bem vedado e a rumorosidade de funcionamento não incomoda na velocidade máxima.

Nível interno de ruídos

Sobre piso de paralelepípedo, terra e asfalto em má conservação, apresentou vários pequenos ruídos no habitáculo que incomodam. O efeito aerodinâmico é contido mesmo em alta velocidade.

Iluminação

Tem luz de cortesia nos para-sois e também no porta-mala e porta-luvas, porém, ambos com luminosidade fraca. O sistema tem sensor crepuscular. O farol tem construção com duplo refeltor, é eficiente no baixo e no alto, tem auxílio de faróis de neblina embutidos no para-choque, mas não há regulagem elétrica de altura em função da carga transportada. Na zona do teto tem uma lanterna central e, junto ao retrovisor, dois spots fixos para condutor e passageiro, com resultado aceitável em iluminação. O quatro de instrumentos tem iluminação permanente.

Alarme

A chave de ignição é codificada e há proteção perimétrica das partes móveis, mas não tem a volumétrica contra a invasão do habitáculo por meio da quebra de vidros. Ao dar comando para travar as portas, os vidros sobem automaticamente se se continuar pressionando a tecla e o sistema antiesmagamento funcionou bem.

Extra

Volume do porta-malas


O declarado pela fábrica é de 470 litros, o mesmo encontrado na nossa medição.

* Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade