Avaliação técnica do Siena EL 1.0 flex

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/09/2009 11:48 Caderno de Veículos /Estado de Minas
Apoios de cabeça para todos no banco traseiro - Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press - 25/08/2009 Apoios de cabeça para todos no banco traseiro
Bom

Climatização

É por comando manual. Está bem vedado. Apresentou bom funcionamento, com boa vazão pelos difusores de ar do painel, que têm também boa angulação do corpo e aletas. O tempo gasto para climatizar todo habitáculo foi razoável. Com o habitáculo já climatizado, a ruído de rotação do ventilador da caixa de é alto mesmo já na velocidade mais baixa.

Freios

Apresentaram um bom comportamento dinâmico, e o ABS está bem calibrado. O pedal de freio tem boa sensibilidade e relação, e o sistema apresentou reações uniformes nos dois eixos. Em frenagem simulada de emergência sobre piso de terra cascalhada e asfalto seco, manteve a trajetória e a desaceleração foi satisfatória. O freio de estacionamento atuou normal. Não ocorreu perda de eficiente frenante no sistema, após uso mais severo.

Vedação

Boa contra água e poeira.

Iluminação

Os faróis dianteiros, somados aos de neblina embutidos no pára-choque, proporcionam uma iluminação normal no baixo e no alto. Não tem regulagem elétrica de altura em função da carga transportada, mas é fácil a alteração da altura do facho, por meio de alavanca atrás do corpo dos faróis. Não há luz de cortesia. Na zona do teto tem somente uma lanterna junto ao retrovisor, com resultado aceitável em iluminação.

Estepe/ macaco

O estepe tem a roda em aço, mas o pneu é igual aos de uso. Está instalado dentro do porta-malas, no fundo do assoalho. O kit de troca está instalado abaixo do aro do estepe. A operação de troca é normal.

Ferramentas

Há uma chave de fenda combinada com Phillips.

Alarme

Há chave de ignição codificada e proteção volumétrica dentro do habitáculo contra a invasão pela quebra dos vidros, e proteção perimétrica das partes móveis, contra arrombamento. Ao dar comando através de tecla (mal posicionada e com símbolos invertidos) na própria chave de ignição, os vidros sobem automaticamente e o sistema antiesmagamento funcionou bem.

Regular

Acabamento da carroceria

Volume do porta-malas é de 500 litros, segundo informações da Fiat - Volume do porta-malas é de 500 litros, segundo informações da Fiat


O acabamento final da pintura é bom, mas existem alguns pontos com má preparação da chapa e partes plásticas (para-choque dianteiro e traseiro), para receber a pintura. O capô tem montagem razoável, e a tampa do porta-malas está descentralizada. As quatro portas apresentam zonas com desnivelamento entre si e a carroceria.

Vão do motor

O acesso à manutenção em geral é bom. A sistematização dos vários componentes está racional. Estão bem protegidos contra interferência mecânica e estática, as mangueiras, chicotes e tubulações. O resultado da insonorização do vão em relação ao habitáculo é bom. O radiador e condensador do ar-condicionado apresentam na sua parte frontal vários pontos com as aletas fixas de ventilação amassadas/ deformadas.

Altura do solo

O cárter e a caixa de marchas, ambos construídos em alumínio, têm proteção por chapa em aço. Com 400kg de carga útil raspa levemente a zona central e anterior do chassi ao transpor quebra-molas salientes e curtos, e no uso sobre estrada de terra com várias imperfeições usuais. Em saídas de garagem em desnível raspa a chapa protetora somente com condutor.

Câmbio

Para trabalhar junto com esse novo motor potenciado, com bons índices para sua cilindrada e arquitetura do cabeçote, o câmbio homologado não proporciona a dinâmica esperada, mesmo levando-se em consideração a massa do veículo ar-condicionado e direção hidráulica. As trocas são constantes e é necessário manter a rotação do motor elevada. A qualidade de engate é boa e o curso da alavanca longo. A embreagem está bem dimensionada e suportou o esforço em arrancadas seqüenciais em longa subida.

Motor

A sua curva é digna de um multiválvulas, em que o torque máximo atua a 4.500rpm (muito alto para motor de 1.0 de oito válvulas), e a potência máxima está numa rotação altíssima (6.250rpm), pouco atingida numa condução normal no uso urbano e em rodovias. O desempenho é discreto, e em algumas situações de relevo é muito lento. Com ar-condicionado ligado e carga máxima, numa topografia como a de Belo Hortizonte deixa a desejar em algumas situações, onde também as relações de marchas/ diferencial do câmbio não auxiliam.

Nível interno de ruídos

O habitáculo apresentou um nível contido de ruídos quando se trafega sobre piso de terra, asfalto ruim, e paralelepípedo. O efeito aerodinâmico é notório e crescente a partir de 100km/h.

Suspensão

O conforto de marcha não tem um bom acerto para o uso misto, com somente condutor ou carregado, devido o nível da transferência das imperfeições do solo para dentro. A estabilidade é boa no uso normal do automóvel, mas a inclinação da carroceria é notória e também perde um pouco na precisão no contorno de curvas de raios variados.

Direção

A coluna de direção não tem regulagem angular em altura, e o seu posicionamento não favorece a dirigibilidade para os de maior estatura. A precisão na reta e em curvas é razoável, e apresentou baixa rumorosidade em curvas sobre piso irregular. As cargas do sistema assistido não estão bem definidas para o uso em rodovias, quando o veículo está carregado, devido ser muito leve e ter reações imediatas. Em simulação de manobras de emergência com forte desvio e retorno à faixa original, estando o veículo em velocidade, as suas reações causam apreensão. A velocidade do efeito/retorno é boa, e o diâmetro de giro satisfaz em manobras de estacionamento.

Limpador do para-brisa

Ao esguichar seis jatos de água no pára-brisa, o sistema de limpeza entra em funcionamento, com palhetas de boa qualidade, que varrem uma área apenas aceitável (deixa grande zona junto à coluna A, lado esquerdo, sem limpar). O reservatório d'água instalado dentro do vão motor tem o bocal de enchimento com o diâmetro pequeno e mal posicionado (muito perto da vareta de sustentação do capô), além de não ser visível o seu nível.

Extra

Volume do porta-malas

O declarado pela fabrica é de 500litros, o mesmo encontrado na nossa medição.

Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação