Publicidade

Estado de Minas

Audi A6 - O que os olhos veem, o coração sente

Sedã da marca alemã está mais atualizado, tem faróis com luzes de leds e novo motor 3.0, com compressor, que é mais eficiente que o anterior em desempenho e consumo


postado em 03/11/2009 17:22

(foto: Fotos Marlos Ney Vidal/EM/D.A. Press)
(foto: Fotos Marlos Ney Vidal/EM/D.A. Press)
A linha A6 estava mesmo precisando de um tapa no visual. A família foi uma das primeiras a incorporar a grade trapezoidal, que se tornou um ícone da marca dos quatro anéis, mas ainda não tinha recebido os faróis com luzes de leds, que deixaram os modelos com uma aparência bem mais moderna. A Audi aproveitou o pacote de atualização para incluir uma mudança mais profunda, no coração da linha: o novo motor 3.0 TSFI, que, embora tenha uma capacidade volumétrica menor do que a do anterior (V6 3.2), é mais eficiente, tanto em desempenho quanto em consumo. No Brasil, agora é a única opção para a família A6, pois o V8 4.2 não é mais oferecido.

Veja mais fotos do Audi A6 3.0 TFSI!

Visual

Realmente, as luzes de leds nos faróis e nas lanternas traseiras fazem muita diferença no visual do sedã A6, deixando-o menos sisudo com o novo traje esporte fino. Na frente, até os aros cromados dos faróis de neblina, embutidos no para-choque, contribuem para um estilo mais sóbrio. O efeito noturno, então, faz o carro se destacar na multidão de luzes. A frente é muito baixa e raspa com facilidade em entradas e saídas de rampa.

Focinhudo

De perfil, destacam-se a comprida frente, as linhas do teto, que evocam as de um cupê (uma tendência atual), os repetidores de seta nos retrovisores e a chique moldura cromada dos vidros, que contrasta com a esportividade do desenho das enormes rodas de liga leve de 18 polegadas. Os pneus de perfil baixo não combinam com o péssimo estado de nossas estradas, ficando sujeitos a danos constantes, assim como as rodas. O modelo avaliado tinha o pacote S-Line, que inclui discretas etiquetas nos para-lamas, mostrando que o carro é de grife. Na traseira, além das lanternas de leds, chama a atenção a inscrição 3.0 T Quattro, que passa a errada impressão de que o carro tem turbo, quando na verdade o motor é sobrealimentado por compressor. Mas para ficar diferente da concorrente Mercedes...

Pesadas

O A6 tem muita coisa para facilitar a vida de motorista e passageiros, mas de cara quem vai sentar no banco da frente encontra uma dificuldade: as portas dianteiras são pesadas e tornam quase impossível a tarefa de fechá-las numa descida. Por dentro, o pacote S-Line é identificado pelo símbolo no volante, alto dos bancos dianteiros e soleira das portas. O interior mistura esportividade com sobriedade, com bancos esportivos, que são revestidos em couro, e detalhes em plástico, imitando metal no console central, painel e painéis de porta. O volante, que também é revestido em couro, incorpora comandos do som e do câmbio Tiptronic, que é um dos principais pontos positivos do carro, com trocas rápidas e suaves. Aliás, com todas as regulagens elétricas, achar a posição ideal de dirigir é moleza. Mas a buzina é difícil de ser acionada e pode ser perigoso ao chamar a atenção de um pedestre distraído.

Novas lanternas aproximaram o visual do sedã dos mais recentes A4 e A5
Novas lanternas aproximaram o visual do sedã dos mais recentes A4 e A5


Tecnologia

No A6, o motorista tem à disposição muitos itens para tornar a tarefa de dirigir mais fácil, confortável, segura e prazerosa: tela no painel central, que projeta as imagens da traseira quando se engata a marcha à ré; sistema Quattro de tração integral, que, junto com o conjunto esportivo da suspensão (rebaixada em 10mm) e pneus de perfil baixo, mantém o carro equilibrado em qualquer situação, mesmo nas curvas mais fechadas e de piso irregular; sistema MMI (multimídia), que possibilita o controle de várias funções do carro, incluindo som, ar-condicionado, luzes etc.; controles de tração e estabilidade; airbags frontais, laterais e de cortina; sensores de estacionamento; e um som de primeiríssima qualidade. Por outro lado, o nível de ruídos é muito alto, principalmente para um carro desta categoria; e a suspensão não absorve bem as irregularidades do piso.

Veredito

O A6 incorpora quase todo o refinamento tecnológico e mecânico da marca alemã, com destaque para o incrível motor V6 3.0 com compressor, que, aliado ao eficiente câmbio Tiptronic, faz o dono do carro dispensar os serviços de um motorista particular para assumir o volante. Mas falta um rodar mais confortável.


Leia mais sobre o teste do A6 3.0 TFSI no box "Veja Também", no canto superior da tela

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade