Jeep Grand Cherokee Limited CRD 3.0 - Os dotes da grandalhona

Confira os detalhes do Jeep Grand Cherokee Limited CRD equipado com motor 3.0 diesel, câmbio automático e 4x4

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 18/03/2010 14:41 Enio Greco /Estado de Minas
Fotos Marlos Ney Vidal/EM/D.A. Press
Avaliação técnica

Positivo

Altura do solo

Toda a zona inferior dianteira tem proteção por chapa em aço e também a caixa de transferência e o tanque de combustível. Não houve interferências com o solo no percurso de prova e os ângulos de ataque e saída satisfazem numa condução usual e sobre trilhas leves variadas.

Climatização
O sistema está bem dimensionado para a área interna do veículo, com boa vazão e angulação dos difusores de ar do painel e, também, os do fim do console central, específicos para os passageiros de trás. Tem a opção de uso no automático, com regulagem de temperatura diferenciada para condutor e passageiro. Está bem vedado e a rumorosidade de funcionamento na velocidade máxima é satisfatória.

Câmbio
É automático com sistema Quadra-Drive II, com quatro marchas mais over drive. A ativação para uso na 4x4 reduzida é por comando elétrico, por meio de alavanca em T no console central, mais prático e funcional. As relações de marchas atendem bem ao rendimento do motor e massa do veículo no uso misto, favorecidas pela excelente curva de torque do motor. A rumorosidade de funcionamento é baixa e as trocas são suaves e sem trancos. A resposta em kick-down é muito boa. Há opção de condução manual sequencial na própria alavanca e no quadro de instrumentos tem display de bom tamanho, indicando a opção de marcha selecionada.

Veja mais fotos do Jeep Grand Cherokee Limited CRD 3.0!

Motor
A sua curva (potência e torque) é excelente, proporciona dirigibilidade prazerosa, segura e com ótima dinâmica no uso na cidade e em rodovias. É muito silencioso, sem vibrações e com boa elasticidade para um motor a diesel. O torque máximo de 52kgfm atua constante de 1.600rpm a 2.400rpm. O seu funcionamento é suave, com expressivas retomadas de velocidade e aceleração. Com carga máxima e ar-condicionado ligado é desprezível a perda no rendimento.

Vedação
Boa contra água e poeira.

Suspensão
Os movimentos transversais e longitudinais das suspensões transferidos para a carroceria são satisfatórios. Existe uma barra transversal unindo as duas torres dianteiras para minimizar a torção da carroceria. A estabilidade é boa numa utilização normal, com boa precisão no contorno de curvas de raios variados e inclinação moderada da carroceria. Tem sistemas eletrônicos de estabilidade e tração, além de redução da inclinação da carroceria, que atuaram com eficiência, trazendo segurança numa dirigibilidade bem esportiva. O conforto de marcha é bom para um utilitário-esportivo.

Direção
A coluna de direção tem ajuste manual em altura e distância, com bom curso. A precisão na reta e em curvas é boa e as cargas do sistema assistido têm boa calibragem para o uso misto, com boa sensibilidade e reações homogêneas. O efeito retorno tem boa velocidade e o diâmetro de giro é aceitável. Os pneus de uso misto homologados atendem melhor sobre piso de asfalto.

Iluminação
Tem sensor crepuscular. O farol é eficiente no baixo e no alto, tem dupla parábola e regulagem elétrica de altura em função da carga transportada. Os faróis auxiliares de neblina estão embutidos no para-choque. Há luz de cortesia em todos os locais úteis (porta-malas, porta-luvas, zona dos pés do condutor e passageiro), menos no vão motor. O quadro de instrumentos, que tem iluminação permanente, o console central e os comandos elétricos nos painéis de porta têm fácil identificação noturna.

Limpador de para-brisa
O sistema tem sensor de chuva, que apresentou ótima sensibilidade e eficiência. Ao esguichar água do tipo spray em V no para-brisa, as palhetas, que são de boa qualidade, atuam automaticamente e varrem uma boa área. No vidro traseiro a vazão do esguicho é boa, de cima para baixo e a área varrida satisfaz. É fácil o acesso para o reabastecimento de água no reservatório instalado dentro do vão do motor.

Regular

Acabamento da carroceria
A pintura tem bom acabamento. O capô está descentralizado e desnivelado. A tomada de ar inferior do para-choque não tem tela protetora contra pedras para o condensador. As quatro portas estão desniveladas e a tampa traseira descentralizada.

Vão do motor
Merece destaque o resultado da insonorização do vão (interno do capô e painel de fogo) em relação ao habitáculo, para uma motorização a diesel, além de eficiente cobertura acústica, que envolve toda zona superior do motor. O propulssor preenche bem o vão, limitando o acesso à manutenção a alguns componentes. Os itens de verificação semanal têm fácil identificação e manuseio.

Freios
Apresentaram bom comportamento dinâmico no uso misto e o ABS tem boa calibragem. O pedal de freio tem boa sensibilidade e as reações nos dois eixos são balanceadas. A desaceleração na entrada de curvas é eficiente, com boa manutenção da trajetória e em simulação de frenagem de emergência o espaço percorrido até a imobilização foi coerente com a velocidade. O conjunto pinças de freio, pastilhas e discos dianteiros provocam rumorosidade quando sobre pisos irregulares. O freio de estacionamento, que é de alavanca por comando manual, está instalado junto ao túnel central.

Alarme
Tem chave de ignição codificada com imobilizador do motor. Tem proteção perimétrica das partes móveis, mas não conta com proteção volumétrica no habitáculo contra invasão pela quebra dos vidros.

Negativo

Nível interno de ruídos
O efeito aerodinâmico é baixo até 120km/h, sendo crescente e notório a partir dessa velocidade. O habitáculo não é silencioso, pois ocorrem vários pequenos ruídos quando se trafega sobre pisos irregulares.

Estepe/ macaco
O estepe, que tem a roda em aço e o pneu igual aos de uso, está instalado sob o vão de carga, preso por um mecanismo de cabo e guincho manual com acionamento feito por dentro do porta-malas. O kit de troca (macaco, chave de roda e extensões) está em compartimento atrás do banco traseiro. A operação de troca não é simples nem fácil.

O porta-malas comporta 455 litros e conta com compartimento inferior - O porta-malas comporta 455 litros e conta com compartimento inferior



Item extra

Volume do porta-malas

O encontrado foi de 345 litros, com a cortina superior que encobre toda a área do vão estendida. O fabricante declara 455 litros.

Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan

Ficha técnica

Motor

Dianteiro, transversal, seis cilindros em V, 2.987cm³ de cilindrada, turbodiesel, que gera 218cv de potência máxima a 4.000rpm e torque máximo de 52kgfm entre 1.600rpm e 2.400rpm

Transmissão
Tração 4x4 permanente, sistema Quadra-Drive II e diferencial de deslizamento limitado eletronicamente, com transmissão automática de cinco velocidades AutoStick e opção de mudanças sequenciais

Suspensão/rodas/pneus
Dianteira, independente, com braço longo/curto (SLA) e barra estabilizadora; traseira, eixo rígido multilink e barra estabilizadora / 7,5 x 17 polegadas (liga leve) / 245/65 R17

Direção
Pinhão e cremalheira, com assistência hidráulica

Freios
Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com sistema ABS (anti-travamento), distribuição eletrônica de frenagem (EBD), controle eletrônico de estabilidade (ESP) com proteção anti-capotamento e controle eletrônico de tração (ASR)

Capacidades
Tanque de combustível, 83,3 litros; porta-malas, 455 litros; de carga (passageiros e bagagem), 540kg

Equipamentos de série

Conforto/conveniência
- Bancos dianteiros aquecidos e elétricos, vidros e travas elétricos, retrovisores dobráveis multifuncionais, retrovisor interno anti-ofuscante, sistema de som Mygig com rádio MW/FM/CD/DVD/HDD/MP3, controles de áudio no volante, abertura das portas e vidro traseiro por controle remoto, ar-condicionado automático, coluna de direção com regulagem de altura e distância, computador de bordo, controles do som no volante, limpadores do para-brisa com sensor de chuva, pedais ajustáveis eletricamente com memória, piloto automático, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro.

Aparência - Espelhos retrovisores com memória na cor da carroceria, rodas de alumínio aro 17 polegadas, revestimento interno em couro, rack no teto e teto solar elétrico.

Segurança - Airbags dianteiros de múltiplos estágios e laterais, sistema de frenagem de emergência (BAS), imobilizador eletrônico de motor, faróis de neblina, freios a disco nas quatro rodas com ABS e EVBP, sistema de tração progressiva Quadra Drive II com diferenciais de acionamento eletrônico, sistema eletrônico de estabilidade (ESP), proteção eletrônica anti-capotamento, sistema de controle de velocidade de descidas e subidas, sistema eletrônico de redução de rolagem da carroceria (ERM), sistema de ancoragem com cintos para assentos infantis Latch e sistema de monitoramento de pressão dos pneus.

Opcionais
Pintura metálica ou perolizada.

Quanto custa
O Jeep Grand Cherokee Limited 3.0 turbodiesel tem preço sugerido de R$ 179.900, mas o modelo é vendido ainda nas versões Limited 4.7 (R$ 159.900), Overland 5.7 (R$ 199.900) e SRT-8 5.7 (R$ 252.900).

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe