Publicidade

Estado de Minas

Punto Sporting Dualogic - Coração do hatch bate mais forte

Conheça os detalhes da versão Sporting com o novo motor E.torQ 1.8 16V, os equipamentos e veja como o modelo se saiu em nossos testes


postado em 14/08/2010 16:13

(foto: Fotos: Beto Magalhães/EM/D.A PRESS)
(foto: Fotos: Beto Magalhães/EM/D.A PRESS)
AVALIAÇÃO TÉCNICA

ACABAMENTO DA CARROCERIA
As quatro portas apresentam pontos com desnivelamento entre si e a carroceria. A qualidade da pintura é boa. O capô está descentralizado e a tampa traseira, desalinhada e descentralizada. Os recobrimentos plásticos das soleiras têm boa montagem, assim como faróis, lanternas, retrovisores (ótimo campo de visão), adesivos sobre a coluna B e pestanas. O apoio emborrachado do vidro traseiro, na parte inferior direita da tampa, está aparente, destoando do conjunto. A tampa traseira tem abertura suave, com mola a gás, sem batida no fim de curso.

VÃO DO MOTOR
O layout do vão está benfeito, com aspecto organizado, e os itens de verificação permanente têm fácil manuseio e identificação. O resultado do isolamento acústico, em relação ao habitáculo, é razoável. O acesso à manutenção é fácil. O capô tem bom ângulo de abertura.

ALTURA DO SOLO
Não possui, de série, chapa protetora em aço para o cárter e caixa de câmbio, ambas construídas em alumínio. Com veículo carregado, ocorreram leves raspadas na base inferior do para-choque dianteiro e zona central do chassi, ao trafegar em estrada de terra com imperfeições, em saídas de garagem com desnível e ao transpor quebra-molas salientes e curtos.

CLIMATIZAÇÃO
É automático digital. Apresentou bom funcionamento, com boa vazão pelos difusores de ar do painel. O tempo gasto para climatizar todo o habitáculo, com sensação de conforto, depois de meia hora trancado sob sol, foi satisfatório. Está bem vedado. O nível de ruídos de funcionamento é aceitável.

FREIOS
O pedal de freio tem boa sensibilidade e o freio de estacionamento atuou normalmente. Os conjuntos dianteiro e traseiro estão bem dimensionados e calibrados com ABS eficiente. As suas reações são homogêneas nos dois eixos e, em frenagem de emergência (asfalto seco e terra), apresentou boa desaceleração, com manutenção da trajetória imposta e espaço percorrido até a imobilização coerente com a velocidade e tipo de solo. Numa utilização bem esportiva, permite frear forte na entrada de curvas sem afundamento exagerado do eixo dianteiro, com boa distribuição de carga e sem perda de eficiência frenante, depois de uma sequência de curvas de baixa/média velocidades em longa descida sinuosa.

CÂMBIO
O câmbio automatizado tem pequeno ganho na dinâmica quando se usa a tecla S. Houve evolução no gerenciamento eletrônico do Dualogic, refletindo em melhor dirigibilidade, com menos tranco e queda de rotação do motor. No modo automático ocorrem, ainda, algumas incertezas na progressividade de marcha, em baixos regimes de rotação, no trânsito urbano, com topografia irregular e lentidão do sistema em manobras de garagem e estacionamento em vagas apertadas, com sucessivas trocas de primeira e ré. A resposta do kick down (redução rápida pressionando o acelerador até o fundo) é boa. A ampla curva de torque do motor minimiza bem as perdas nas trocas de marchas, melhorando a condução. O display informando a marcha engatada no painel deveria ser mais destacado.

MOTOR
Acoplado a esse tipo de câmbio, e com essas relações de marchas e diferencial, a performance perde bem o brilho esportivo. Aceleração e retomadas de velocidade no modo automático são razoáveis, passando a satisfatória no modo manual sequencial com a tecla S. O projeto é moderno e atual, com novas soluções de engenharia na construção e praticidade na manutenção. Apresentou pouco ruído de funcionamento e boa elasticidade. A Fiat admite consumo de óleo do motor de até 500ml a cada 1.000 quilômetros, dependendo do modo de guiar e condições de uso. O sistema flex funcionou bem.

VEDAÇÃO
Boa contra água e poeira.

NÍVEL INTERNO DE RUÍDOS
Apresentou vários pequenos ruídos no habitáculo quando o veículo roda sobre piso de paralelepípedo, terra irregular e asfalto ruim. O efeito aerodinâmico inicia a 100km/h e é crescente, deixando a desejar em alta velocidade.

SUSPENSÃO
Não tem o bom acerto da versão Essence 1.6 em conforto de marcha, mesmo equipada com pneus de aro de 16 polegadas (opcional). As imperfeições do solo são mais transferidas para dentro e incomodam quando se trafega sobre asfalto remendado, paralelepípedo irregular e terra. A estabilidade é muito boa no uso normal, sendo rápida em curvas de raios variados, com mínima inclinação da carroceria. Mas numa condução bem esportiva, no limite da aderência lateral, em trecho com curvas de raios curto e médio, em que se utiliza as segunda e terceira marchas alternadamente, tende a sair de frente com leve manifestação do eixo traseiro ao levantar um pouco o pé do acelerador, porém de fácil controle, graças ao rendimento do motor.

DIREÇÃO
Coluna de direção tem ajuste em altura e distância, com bom curso. A assistência hidráulica tem cargas muito bem definidas para o uso na cidade e na estrada. O diâmetro de giro (de 10,9m) é limitado em manobras apertadas de garagem e estacionamento, mas a velocidade do efeito retorno, satisfaz. A
precisão na reta e em curvas é boa e o conjunto apresentou nível baixo de ruídos em curvas sobre paralelepípedo e terra batida com algumas imperfeições.

ILUMINAÇÃO
Os faróis têm construção com refletor simples e são eficientes no baixo e no alto, mas não têm regulagem elétrica em altura em função da carga transportada. Tem auxílio de faróis de neblina embutido no para-choque. Existem luzes de cortesia no porta-malas e porta-luvas e, na zona do teto, há uma lanterna integrada, com dois spots fixos junto ao retrovisor, que iluminam razoavelmente. O quadro de instrumentos, o
console central e os comandos elétricos dos painéis de porta têm boa identificação noturna.

ESTEPE/MACACO
O estepe, com roda em liga leve e pneu igual aos de uso, está instalado no assoalho do porta-malas. A operação de troca é normal.

LIMPADOR DE PARA-BRISA
As palhetas do limpador dianteiro têm projeto bem diferenciado do usual, com aleta incorporada para aumentar a pressão aerodinâmica contra o para-brisa. Apresentaram boa qualidade de funcionamento e varrem uma área satisfatória. Ao esguichar seis jatos de boa vazão, o sistema de limpeza atua automaticamente. No vidro traseiro, o conjunto também é
eficiente e o acesso e identificação do reservatório de água, dentro do vão do motor, é fácil.



ALARME
Tem chave de ignição codificada, com imobilizador do motor e teclas de travar e destravar as portas. Ao dar comando para travar as portas, e mantendo a tecla pressionada, os vidros sobem automaticamente. O sistema antiesmagamento funcionou bem. O veículo em prova estava equipado com
proteção volumétrica, dentro do habitáculo, e perimétrica, das partes móveis.



VOLUME DO PORTA-MALAS
O volume declarado pela fábrica é de 280 litros. O encontrado, com o banco traseiro na posição normal e a tampa do bagagito fechada, foi de 256 litros. A capacidade é prejudicada pelo triângulo de segurança e a cobertura acarpetada, com perfil bem irregular, do assoalho.

(*) Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan.



Para quem vai no meio do banco traseiro, faltou apneas o cinto de três pontos, item muito importante para a segurança do passageiro
Para quem vai no meio do banco traseiro, faltou apneas o cinto de três pontos, item muito importante para a segurança do passageiro



Ficha Técnica

MOTOR
Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 16 válvulas, 1.747cm³ de cilindrada, que desenvolve potências máximas de 130cv (gasolina) e 132cv (etanol) a 5.250rpm e torques
máximos de 18,4kgfm (gasolina) e 18,9kgfm (etanol) a 4.500rpm

TRANSMISSÃO
Tração dianteira, câmbio automatizado Dualogic de cinco velocidades

DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência hidráulica

FREIOS
A disco na dianteira e a tambor na traseira, com ABS

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira, do tipo McPherson, com rodas independentes, braços oscilantes e barra estabilizadora; e traseira, com rodas semi-independentes e travessa de torção de secção aberta / 6,0 x 16 polegadas / 195/55 R16

DIMENSÕES (A x B x C x D x E) (m)
4,03 x 1,68 x 1,50 x 2,51 x 1,90

ACELERAÇÃO ATÉ 100km/h (s)
10,1 (gasolina) e 9,8 (etanol)

VELOCIDADE MÁXIMA (km/h)
189km/h (gasolina) e 191km/h (etanol)

CONSUMO (CIDADE/ESTRADA) km/l
11,8 (gasolina) e 7,8 (etanol) / 15,9 (gasolina) e 10,6 (etanol)

CAPACIDADES
Tanque, 60 litros; porta-malas, 280 litros; e carga útil (ocupantes e bagagem), 400 quilos

PESO
1.194 quilos

Equipamentos

DE SÉRIE
Conforto/conveniência – Alerta de velocidade e manutenção programada, apoia braço no banco do motorista, ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, comando interno de abertura do porta-malas e da portinhola do bocal de abastecimento, computador de bordo, direção hidráulica, comandos elétricos para vidros, retrovisores e trava, sistema My Car Fiat e rádio CD Player com MP3 e RDS.

Aparência – Aerofólio na tampa traseira, faróis com máscara negra, minissaias laterais, para-choques pintados na cor da carroceria, recobrimento esportivo dos pedais e apoio de pé, ponteira do escapamento cromada e rodas em liga leve de 16
polegadas.

Segurança – Terceira luz de freio, faróis de neblina, Fiat Code, airbag frontal e freios ABS.



OPCIONAIS
Ar-condicionado automático digital, banco traseiro bipartido com apoio de braço central, bancos e painéis de porta revestidos parcialmente em couro, sistema Blue&Me, chave com comando para abertura e fechamento dos vidros e portas, parafusos antifurto nas rodas, sensores de estacionamento, chuva e crepuscular, airbags laterais e de cortina e teto solar Skydome.



Notas
Desempenho 9
Espaço interno 7
Porta-malas 6
Conforto/ergonomia 7
Itens de série/opcionais (custo/benefício) 9
Segurança 9
Estilo 9
Consumo 8
Tecnologia 8
Acabamento 7

QUANTO CUSTA
O Fiat Punto Sporting 1.8 16V Dualogic tem preço básico sugerido de R$ 53.730. Com todos os opcionais,
sobe para R$ 68.801.


Veja a galeria completa de fotos do Fiat Punto Sporting Dualogic 2011!

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade