Publicidade

Estado de Minas

Honda CR-V EXL 2.0 4WD - Na conta certa

Modelo da marca japonesa ganha visual um pouco mais esportivo e mantém suas principais características, como bom espaço interno, acabamento de qualidade e desempenho honesto


postado em 14/07/2012 14:09

(foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A PRESS)
(foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A PRESS)
Há quem diga que em time que está ganhando não se mexe, mas às vezes é preciso arriscar para tentar alcançar resultados ainda mais positivos. Pensando assim, a Honda resolveu fazer algumas melhorias no seu já interessante CR-V, que chega à quarta geração com visual modernizado, motor mais potente e pacote tecnológico que inclui itens de conforto, conveniência e segurança. O utilitário-esportivo agrada pelo espaço interno e qualidade do acabamento, mas tem desempenho apenas satisfatório, que não chega a entusiasmar. As suspensões privilegiam o conforto e exigem mais atenção em curvas.

 

-> Clique aqui e veja mais fotos do Honda CR-V EXL 2.0 4WD!

 

Espaçoso e confortável

O Honda CR-V ganhou modificações no visual que o tornaram mais esportivo, deixando-o entre o utilitário e o crossover. Na frente, as alterações podem ser notadas nos vincos do capô, nos faróis de duplo refletor com formato espichado e na grade de barras cromadas paralelas, elementos que reforçam o aspecto aerodinâmico. O para-brisa com inclinação acentuada, a linha de cintura elevada e as barras de policarbonato no teto completam o visual. As laterais são limpas, com discreto vinco na altura das maçanetas. A traseira tem lanternas recortadas invadindo as laterais, com colunas largas que restringem a visibilidade, porém a câmera de ré e o sensor de estacionamento amenizam o problema. As rodas de liga leve aro de 17 polegadas têm desenho esportivo, mas os pneus não são apropriados para o fora de estrada.

No banco traseiro o assoalho plano contribui para o bom espaço, mas o assento não apoia bem as pernas
No banco traseiro o assoalho plano contribui para o bom espaço, mas o assento não apoia bem as pernas


ESPAÇO
Um dos principais atrativos de um bom utilitário-esportivo é o espaço interno e neste quesito o novo Honda CR-V não deixa a desejar. O modelo tem um generoso porta-malas e é espaçoso por dentro, garantindo conforto para a família. Na frente, os bancos contam com abas laterais, mantendo o corpo firme, e o do motorista tem ajuste de altura. No traseiro o assoalho plano contribui para o bom espaço, mas o assento curto não apoia bem as pernas. Quanto à segurança, tem apoios de cabeça e cintos de três pontos retráteis para todos os ocupantes. Detalhe interessante é que o encosto do banco traseiro, além de ser rebatido, pode ser reclinado.

 

POR DENTRO Testamos a versão EXL 2.0 16V, que tem acabamento de boa qualidade, mas pelo preço do carro poderia ser um pouco melhor. O painel, por exemplo, é de plástico duro, que risca fácil. Poderia ser de material emborrachado, mais agradável ao toque. Detalhes imitando madeira e revestimento dos bancos em couro dão um toque de sofisticação ao interior. Os instrumentos de fundo preto facilitam a visualização e o modelo passa a contar com o intelligent Multi-Information Display (i-MID), uma central de informações com tela LCD, sistema de áudio, navegação (GPS), computador de bordo e conexão Bluetooth. O volante, de boa pega, tem ajuste de altura e distância e conta com comandos para o som e controlador de velocidade (piloto automático).

Painel projetado para a frente facilita o acesso aos comandos e o acabamento interno é de boa qualidade
Painel projetado para a frente facilita o acesso aos comandos e o acabamento interno é de boa qualidade


SEGURANÇA A versão topo de linha traz ainda importantes itens de segurança, como o sistema Motion Adaptive Eletric Power Steering (MA-EPS), ou seja, direção elétrica adaptável ao movimento, que atua em conjunto com o controle de estabilidade, o Hill Start Assist (HAS), que auxilia nas arrancadas em subida, não permitindo que o carro volte, além de airbags frontais, laterais dianteiros e do tipo cortina.

 

DESEMPENHO A Honda mexeu no motor 2.0 16V, que ganhou 5cv em relação ao que equipava a geração anterior, chegando aos 155cv. É um propulsor que dá conta do recado, proporcionando desempenho razoável, mas sem brilho. Fica a sensação de que o carro merecia algo melhor. A transmissão automática de cinco velocidades tem marchas bem escalonadas, com trocas suaves, sem trancos, e se adapta à forma de condução. Na cidade, o computador de bordo apontou consumo médio de 6,8km/l e na estrada 10,5km/l. Esses números ficam um pouco melhores se acionada a tecla ECON no painel, pois assim um sistema passa a controlar a injeção de combustível, o ar-condicionado e a aceleração, além de mostrar ao motorista um medidor de consumo instantâneo. Com o sistema acionado, o consumo passa para média de 7,8km/l na cidade e 11,5km/l na estrada. 

Motor dá conta do recado, mas proporciona performance discreta
Motor dá conta do recado, mas proporciona performance discreta


NAS QUATRO O modelo é equipado com o sistema de tração 4x4 Real Time, que atua automaticamente quando percebe a falta de aderência em uma das rodas em terrenos escorregadios e acidentados. As suspensões foram bem calibradas e favorecem mais o conforto, filtrando bem as irregularidades do solo e garantindo boa estabilidade. Só não permitem abusos em curvas, pois a inclinação da carroceria pode assustar o motorista. A direção com assistência elétrica progressiva garante facilidade nas manobras e segurança em velocidades elevadas. E os freios com ABS e EBD são eficientes.

 

Virtudes e deslizes

Confira os detalhes de desempenho do utilitário-esportivo.

Modelo ganhou linhas mais esportivas, ficando com o visual modernizado
Modelo ganhou linhas mais esportivas, ficando com o visual modernizado

 

AVALIAÇÃO TÉCNICA
Acabamento da carroceria
A pintura tem bom acabamento. As portas têm pontos com desnivelamento entre si e a carroceria, além de folgas fixas diferentes entre os dois lados. A tampa traseira e o capô têm montagem aceitável. REGULAR

Vão do motor
O resultado do isolamento acústico em relação ao habitáculo é razoável. A sistematização dos vários componentes está benfeita, o acesso à manutenção é bom e os itens de verificação constante têm fácil identificação e manuseio. POSITIVO

Altura do solo
Não foram reveladas interferências com o solo no percurso de prova (cidade/estrada asfaltada e terra batida). O cárter e a caixa de marchas não têm proteção inferior. Os ângulos de ataque, saída e ventral são apenas aceitáveis no uso fora de estrada usual. REGULAR

Climatização
É automático digital. Apresentou bom funcionamento, pelo tempo gasto para climatizar o habitáculo, que não é pequeno, pela baixa rumorosidade e boa vedação. Não tem difusor de ar específico para os passageiros de trás, mas tem opção de regulagem diferenciada de temperatura para condutor e passageiro. POSITIVO

Freios
O freio de estacionamento apresentou bom funcionamento e é por alavanca manual junto ao banco do motorista. O sistema de freios está bem dimensionado e tem auxílio de ABS. O comportamento dinâmico no uso misto foi bom e o pedal de freio apresentou boa sensibilidade. Não ocorreu superaquecimento após uso constante, nem desvios na trajetória em frenagens fortes. O sistema tem função hill-holder muito útil. POSITIVO

Câmbio
É automático com cinco marchas e tem comando por alavanca posicionada no alto do console central, muito prático e funcional. É de fácil manuseio e além da escala usual tem display no quadro de instrumentos com fácil visualização da opção selecionada. As relações de marchas satisfazem para uma condução normal na cidade/estrada, e no uso off-road (trilhas leves com cavas) faz falta a reduzida low (baixa). REGULAR

Motor
É boa a potência gerada para um quatro cilindros de 2.0 litros aspirado. O torque é bom e atua em uma rotação média, favorecendo a dirigibilidade e ajudando no rendimento do câmbio automático. A rumorosidade de funcionamento é aceitável e apresentou boa elasticidade. POSITIVO

Vedação
Boa contra água e poeira. POSITIVO

Nível interno de ruídos
Os ruídos no habitáculo surgem ao trafegar sobre asfalto deteriorado, terra e paralelepípedo. O efeito aerodinâmico inicia-se a 110km/h e mantém-se contido. NEGATIVO

Suspensão
O conforto de marcha é bom para este tipo de automóvel (SUV) e a estabilidade razoável, mesmo em uma condução mais esportiva. POSITIVO

Direção
O volante tem regulagem angular em altura e distância, além de boa pega. A velocidade do efeito retorno e o diâmetro de giro agradam. Os pneus que equipam o veículo são fracos para o uso fora de estrada de baixo atrito. São boas a precisão e sensibilidade em retas e curvas, mesmo em velocidade, assim como as cargas do sistema de assistência elétrica progressiva. POSITIVO

Iluminação
Há sensor crepuscular. A iluminação do habitáculo (zona do teto) tem duplo spot fixo na frente, uma lanterna retangular no centro do teto e uma lanterna atrás que atende ao vão de carga. Tem luz de cortesia somente nos para-sóis. O grupo óptico anterior tem construção com dupla parábola e apresentou boa eficiência no baixo/alto, mas não tem regulagem elétrica em altura. Os faróis auxiliares de neblina estão instalados no para-choque. O quadro de instrumentos tem iluminação permanente. REGULAR

Estepe/macaco
O estepe está instalado dentro do porta-malas, no assoalho, e é igual aos pneus de uso. Os pontos de sustentação estão nas soleiras e, para facilitar, os cubos têm cinco prisioneiros fixos para melhor centragem e apoio do conjunto roda/pneu. A operação de troca é normal. REGULAR

Limpador de para-brisa
É bom o acesso ao reservatório de água instalado no vão do motor devido a sua localização e diâmetro do bocal. Ao esguichar água do tipo spray em V no para-brisa, as palhetas de boa qualidade atuam automaticamente, varrendo uma área satisfatória. No vidro traseiro o sistema é também eficiente. Não tem sensor de chuva. POSITIVO

Ferramentas
Tem uma chave de fenda/Philips. POSITIVO

Alarme
Tem chave de ignição codificada e proteção perimétrica das partes móveis, mas não tem a volumétrica contra a invasão pela quebra dos vidros. As quatro portas têm função um toque e o sistema antiesmagamento atuou com precisão.REGULAR

Volume do porta-malas
O declarado é 589 litros e o encontrado foi 510 litros com o banco traseiro na posição normal, com a cortina esticada e fechamento normal da tampa traseira.

Porta-malas tem boa capacidade de carga e comporta bagagem da família
Porta-malas tem boa capacidade de carga e comporta bagagem da família



Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan

Palavra de especialista
Melhorando o que já estava bom
DANIEL RIBEIRO FILHO
ENGENHEIRO
É o SUV vendido no mercado nacional com melhor custo-benefício-confiabilidade, aliado a uma ótima qualidade de montagem e durabilidade do conjunto mecânico, além de bom valor de pós-venda. As dimensões são boas, o espaço interno é generoso e o porta-malas atende o volume de bagagens da família. As alterações de estilo na carroceria e habitáculo são bem-vindas, fortalecendo a personalidade de automóvel. Ficou mais chique e atual. A sua dirigibilidade é agradável no uso na cidade e em rodovias, levando-se em conta que é equipado com motor 2.0 de quatro cilindros sem brilho esportivo. A denominação para o uso 4WD, quase nunca utilizada na prática, está na moda, e o proprietário narra que seu carro é completo e 4x4. Porém, é bem limitado o seu uso em trilhas com cavas e piso inclinado de baixo atrito. Enfim, vai continuar a vender todos, pelo bom produto que é.

FICHA TÉCNICA
MOTOR
Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.997cm³ de cilindrada, 16 válvulas, gasolina, de 155cv de potência máxima a 6.500rpm e torque máximo de 19,4kgfm a 4.300rpm

TRANSMISSÃO
Tração 4x4 e câmbio automático de cinco marchas

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira independente, tipo McPherson; traseira, independente, tipo Double Wishbone/ 6,5 x 17 polegadas (liga leve) / 225/65 R17
Rodas de liga leve de 17 polegadas são calçadas com pneus 225/65
Rodas de liga leve de 17 polegadas são calçadas com pneus 225/65


DIREÇÃO
Com assistência elétrica progressiva (EPS)

FREIOS
Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com ABS e EBD

CAPACIDADES
Tanque, 58 litros; de carga (passageiros e bagagem), 448kg

 

EQUIPAMENTOS
DE SÉRIE
Conforto/conveniência – Câmara de marcha a ré com indicação de distância, retrovisores externos elétricos dobráveis, teto solar com função um toque e antiesmagamento, vidros verdes com filtro UV, acendimento automático do farol baixo, abertura interna do bocal de abastecimento, aviso sonoro de faróis acesos, chave no contato e cinto de segurança para motorista, banco do motorista com regulagem de altura, bancos traseiros com sistema de rebatimento, Bluetooth, botão ECON (controle de consumo de combustível), central de informações I-MID com display de cinco polegadas, chave com controle de abertura/fechamento das portas e janelas, coluna de direção ajustável em altura e distância, computador de bordo, rádio e CD Player com leitor MP3 Player e WMA, sistema de navegação GPS, descansa-braço dianteiro e traseiro com porta-copos, para-sóis com espelho e iluminação, porta-luvas com chave, revestimento dos bancos em couro, sensor de chuva, vidros elétricos, volante com comandos de áudio e piloto automático.

Comandos dos vidros estão bem localizados nos painéis das portas
Comandos dos vidros estão bem localizados nos painéis das portas


Aparência – Barras longitudinais no teto, frisos cromados no entorno dos vidros, grade frontal na cor cinza com detalhes cromados, maçanetas externas cromadas e para-brisa degradê.

Segurança – Terceira luz de freio (brake ligth), faróis de neblina, airbags frontais, laterais (dianteiros) e do tipo cortina, alarme antifurto com acionamento na chave, cintos de segurança dianteiros de três pontos com pré-tensionador e limitador de esforços, freios a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, assistência de saída em subidas (Hill Start Assist), sistema de assistência a estabilidade da direção elétrica, sistema de fixação de cadeirinha de bebê na base do assento traseiro com ancoragem na parte superior para os dois lados, imbolizador eletrônico de motor, trava de segurança central dos vidros dos passageiros, trava de segurança para crianças nas portas traseiras e travas elétricas das portas.

OPCIONAIS
Não tem

 

Notas (0 a 10)
Desempenho 7
Espaço interno 9
Porta-malas 8
Suspensão/direção 8
Conforto/ergonomia 9
Itens de série/opcionais 10
Segurança 10
Estilo 8
Consumo 7
Tecnologia 9
Acabamento 8
Custo-benefício 9

Quanto custa
O Honda CR-V 2.0 é vendido nas versões LX 4x2 manual (R$ 83.920) e automática (R$ 86.915). Já a versão testada, a EXL 2.0 automática 4x4, tem preço sugerido de R$ 102.160. 

 

 

  • Tags
  • #
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade