Chrysler 300C - Recheio germânico

Depois da recente reestilização, Chrysler 300C abandona as linhas pesadas, mas sem abrir mão da personalidade. Novo motor V6 ganhou 37cv em relação ao modelo anterior

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 14/12/2012 16:10 / atualizado em 14/12/2012 17:24 Pedro Cerqueira /Estado de Minas

Depois da recente reestilização, Chrysler 300C abandona as linhas pesadas, mas sem abrir mão da personalidade - Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A PRESS Depois da recente reestilização, Chrysler 300C abandona as linhas pesadas, mas sem abrir mão da personalidade
As dimensões superlativas, o conforto de rodagem, muita potência à disposição e a melhor posição possível para dirigir nos dão conta de que estamos a bordo de um autêntico road cruiser de corpo e alma americanos, um verdadeiro carro de estradas. O Chrysler 300C passou por reestilização e chegou ao mercado brasileiro no meio do ano. Avaliamos aa versão 3.6 com motor V6, a única comercializada no mercado nacional.

 

Clique aqui e veja mais fotos do Chrysler 300C!

 

A bordo desse grandalhão não é difícil arrebatar olhares pelas ruas. Pudera, os mais de cinco metros de comprimento, a dianteira imponente, cortes abruptos e queda do teto com jeito de cupê são atributos que não passam batido. A reestilização fez bem ao 300C , que continuou um sedã grande e sólido , porém com linhas mais leves e atuais. A pergunta padrão de onde você encosta o grandalhão é um ousado "quanto custa?". Diante da resposta, R$ 170 mil (arredondando!), a reação geral foi de surpresa, já uma cifra bem maior era esperada.

Por mais que quem optou por um 300C não tenha problema de espaço para guardá-lo, em algum momento as dimensões generosas vão dificultar seu uso em ruas estreitas ou estacionamentos públicos. Mesmo assim seria injusto classificar o modelo como um desajeitado. Na medida do possível, ele se mostra ágil no trânsito urbano, com destaque para as boas e rápidas respostas do motor e um diâmetro de giro bom para um veículo tão grande. Outro ponto fraco do sedã, pelo menos para as ruas brasileiras, é ser muito baixo. O para-choque e o fundo do veiculo acabam raspando em rampas e entradas de garagem.

CHAVE NO BOLSO Com todas as suas conveniências e inconveniências, para destravar portas e dar a partida no carro basta ter a chave no bolso, mérito do sistema keyless. Ao apertar o botão de ignição, banco do motorista, volante, retrovisores e pedais, todos com ajustes elétricos, se ajustam de acordo com as preferências do motorista. Todos os comandos estão ao alcance, com exceção do freio de estacionamento, que, como numa picape, deve ser acionado com o pé, o que destoa muito num modelo que ganhou tanto em sofisticação em seu interior. Valeria investir num freio de estacionamento eletrônico.

Uma tela multifuncional localizada no centro do painel agrega funções como climatização, navegação, telefonia, rádio, sistema multimídia, além de controles e ajustes. Isso permitiu que o interior ficasse limpo, cedendo espaço para um elegante relógio analógico acompanhado por um refinado acabamento em madeira, aço escovado e couro. Para apreciar noites estreladas ou sentir a brisa da manhã, o teto solar se abre totalmente para motorista e passageiro e é panorâmico para quem está atrás.


 
O interior é muito espaçoso, mas a queda do teto pode prejudicar o conforto dos passageiros mais altos no banco traseiro. Já o túnel central com certeza vai incomodar o azarado passageiro do meio. A coluna C (traseira) larga atrapalha as manobras. O vidro traseiro conta com cortina com acionamento elétrico. Quer mais mimos? Então, saiba que os porta-copos dianteiros fazem o aquecimento ou a refrigeração da bebida. Os bancos dianteiros são ventilados e aquecidos. O traseiro apenas aquecido. O volante tem comandos de voz para telefonia e som. Ainda ajudam a vida ao volante os sensores de estacionamento (dianteiros e traseiros) e o auxílio de partida em rampa.
Apesar de muito espaçoso, assento traseiro não tem regulagens - Apesar de muito espaçoso, assento traseiro não tem regulagens


FORTE O novo motor Pentastar V6 3.6 tem 286cv de potência e 34,7kgfm de torque. O duplo comando variável de válvulas e o câmbio automático de oito velocidades proporcionam bom desempenho em qualquer regime de rotação, além da economia de combustível. Mas a tecnologia também não faz milagre e o consumo de um motor V6 num veículo tão pesado ainda é alto. A configuração da suspensão (ver ficha técnica) oferece um conforto notável e estabilidade.
O novo motor Pentastar 3.6 ganhou 37cv em relação ao anterior - O novo motor Pentastar 3.6 ganhou 37cv em relação ao anterior


O pacotão de segurança é bom, com airbags frontais, laterais, de cortina e de joelhos. Para conter os 1.800kg desse sedã, freios a disco nas quatro rodas, com sistema antibloqueio (ABS) e distribuuição eletrônica da força de frenagem (EBD). Para conter excessos, há controle eletrônico de tração (TCS) e estabilidade (ESC). Os assentos infantis pode ser fixados com o prático sistema Isofix. Principal item de segurança, tem cinto de três pontos para todos os ocupantes, além de apoios de cabeça. O modelo ainda oferece monitoramento da pressão dos pneus.

 

Exagerado em tudo

Destaque para o conjunto mecânico e porta-malas do sedã americano. 

 

 

Ficha técnica
 MOTOR

Dianteiro, longitudinal, seis cilindros em V, a gasolina, 3.604cm³ de cilindrada, 24 válvulas, com potência máxima de 286cv a 6.350 rpm e torque máximo de 34,7kgfm a 4.650 rpm

TRANSMISSÃO
Tração traseira e câmbio automático de oito velocidades

DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira com assistência hidráulica

SUSPENSÕES/RODAS/PNEUS

Dianteira independente com braços superiores tipo A, mola helicoidal sobre amortecedor a gás e barra estabilizadora, braços inferiores lateral e diagonal com juntas duplas de pinos esféricos; e traseira independente de cinco braços, com mola helicoidal, amortecedor a gás, barra estabilizadora e subchassi / rodas dianteiras e traseiras 7,5 x 18 polegadas em alumínio fundido com acabamento cromado / 225/60 R18



FREIOS
Discos ventilados com pinças de pistão duplo na dianteira e discos ventilados com pistão simples na traseira, com sistema ABS, EBD, ESC

CAPACIDADES
Do tanque, 72,2 litros; de carga (passageiros e bagagem) , 385kg; porta-malas, 462 (**)/462 (***), peso, 1.814kg

DIMENSÕES (A x B x C x D x E) (m) (*)    
5,04 x 1,90 x 1,49 x 3,05 x 2

DESEMPENHO (**)
Velocidade máxima (km/h), 240; aceleração até 100km/h (segundos), 7,7

CONSUMO (km/l) (**)
cidade, 8,1; estrada, 13,2

 (*) A: comprimento, B: largura, C: altura e D: entre-eixos; E: medida de conforto
(**) Dados dos fabricantes
(***) Medição do caderno Vrum 

 

Notas (0 a 10)
Desempenho    8
Espaço interno     8
Porta-malas     8
Suspensão/direção     9
Conforto/ergonomia     9
Itens de série/opcionais     8
Segurança     9
Estilo     8
Consumo     6
Tecnologia     7
Acabamento    8

Quanto custa
O Chrysler 300C 3.6 V6 tem preço único sugerido de R$ 169.900. 

 

Detalhes que pesam

Confira como o grandalhão Chrysler 300C passou pelo teste.

 

Avaliação técnica

Acabamento da carroceria
A tampa do porta malas e o capô têm montagem razoável. As quatro portas têm pontos com desnivelamentos entre si e a carroceria. A pintura contém alguns pontos com impurezas. NEGATIVO

Vão do motor
O capô é sustentado aberto por duas molas a gás e tem bom ângulo de abertura. O acesso à manutenção é razoável para um V6, favorecido pela área do vão. O resultado da insonorização em relação ao habitáculo é positivo. A sistematização do vão está benfeita e tem aspecto organizado. POSITIVO

Altura do solo
Em saídas de garagem com desnível e na transposição de quebra-molas mais salientes raspa com frequência a dianteira, que não tem proteção por chapa em aço para toda a parte inferior do motopropulsor e, sim, placa plástica de resistência limitada. REGULAR

Climatização
É automático digital. No painel há quatro difusores de ar que somados aos do console central distribuem bem o ar climatizado no habitáculo. A vazão de ar e a angulação das aletas são boas. Há opção de ajuste individual de temperatura para condutor e passageiro. Apresentou bom funcionamento e está bem vedado. POSITIVO

Freios
O pedal de freio, que tem boa sensibilidade, tem regulagem elétrica de altura. O freio de estacionamento é por comando a pedal. Estão muito bem calibrados e dimensionados para a massa do veículo e performance do motor. O ABS tem ótima sensibilidade e atuou com precisão. A desaceleração é eficiente com reações uniformes nos dois eixos. POSITIVO

Câmbio
Não há a opção de uso manual sequencial nem programação para uso esporte e sobre piso de baixo atrito. Apresentou bom funcionamento, com trocas suaves, boa resposta em kick down e relações de marchas satisfatórias. O quadro de instrumentos tem display informando a opção de condução selecionada e no pomo da alavanca existe iluminação com a mesma informação. POSITIVO

Caixa é automática de oito marchas, mas sem aletas sob o volante para cambiar - Caixa é automática de oito marchas, mas sem aletas sob o volante para cambiar


Motor
É um moderno V6 que gera ótima curva de potência e torque. O seu funcionamento é silencioso, elástico e sem vibrações. As retomadas de velocidades e aceleração são muito boas para o peso desse automóvel. A sua dirigibilidade é muito prazerosa, tanto no uso urbano quanto em rodovias.

Vedação
Boa contra água nos testes estáticos e dinâmicos. POSITIVO

Nível interno de ruídos
Quando se trafega sobre piso de asfalto ruim e paralelepípedo surgem vários pequenos ruídos no habitáculo. O efeito aerodinâmico é contido, mesmo em velocidade elevada. REGULAR

Suspensão
O conforto de marcha é bom. A estabilidade é muito boa na precisão e no contorno de curvas de raios variados, com inclinação mínima da carroceria. No limite da aderência lateral e direcional atuaram com precisão os sistemas eletrônicos de estabilidade e tração. POSITIVO

Direção
A velocidade do efeito retorno é lenta. A coluna de direção tem assistência elétrica em altura e distância, com bom curso. As cargas do sistema assistido estão bem elaboradas para o peso do veículo no uso misto. Apresentou reações uniformes e tem boa sensibilidade de resposta. A precisão na reta e em curvas é boa e o diâmetro de giro razoável. REGULAR

Iluminação
Há luz de cortesia nos pés do condutor e passageiro, pára-sóis, porta-luvas, porta-malas e base inferior das quatro portas. No teto tem uma lanterna com duplo spot fixo integrado na dianteira e duas lanternas nas laterais traseiras para os passageiros de trás. O grupo óptico dianteiro é bixênon e conta com regulagem automática de altura e esguichos para lavar as lentes. Os faróis auxiliares de neblina estão embutidos no para-choque e o resultado em iluminação é muito bom em alcance, claridade e abertura. O quadro de instrumentos tem iluminação permanente e o console central e os interruptores nos painéis de porta são de fácil leitura e manuseio. Há sensor crepuscular. POSITIVO

 

Limpador de para-brisa
Os esguichos no pára-brisa são do tipo spray em V com boa vazão de água e abertura, atingindo toda a área a ser varrida por palhetas de qualidade. O reservatório d’água instalado dentro do vão motor tem fácil identificação e manuseio. O sistema tem sensor de chuva. POSITIVO

Estepe/ macaco
O estepe tem a roda e o pneu diferentes dos de uso e é somente para pequenos percursos, com velocidade limitada (80km/h). Está instalado no assoalho do porta-malas. A operação de troca é normal e são cinco os prisioneiros fixos por cubo, que auxiliam no apoio e centragem da roda. O conjunto de uso (roda e pneu) quando danificado, não cabe no local específico do estepe e se o porta-malas estiver lotado... NEGATIVO

Alarme
Há chave de ignição especial que pela proximidade libera a partida por meio de tecla start/stop no painel. Há proteção perimétrica das partes móveis e volumétrica dentro do habitáculo. O sistema antiesmagamento dos vidros nas quatro portas funcionou bem. POSITIVO

Volume do porta-malas
O declarado pela fábrica é de 462 litros, o mesmo encontrado na nossa medição.


Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan
www.danieltecnodan.wordpress.com 

Sedã de dimensões avantajadas tem linhas mais retas na traseira - Sedã de dimensões avantajadas tem linhas mais retas na traseira

 

 

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação