TESTE ESPECIAL DE NATAL

Novo Fiorino encara missão especial de Natal

Colocamos o furgão da Fiat para servir ao Papai Noel na árdua tarefa de distribuir os presentes neste Natal, mas o utilitário também pegou pesado em ajuda aos moradores de uma comunidade carente

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 23/12/2013 08:00 / atualizado em 23/12/2013 10:11 Marcello Oliveira /Portal Vrum

Thiago Ventura/EM/D.A PRESS
“Com essa reestilização, dá até pra tentar encarar um Land Rover”, comentou uma colega de trabalho ao ver o novo Fiorino na garagem da empresa, fazendo uma relação com a música do sertanejo Gabriel Gava. Na rua, uma moça perguntou se havia um colchonete 'lá atrás', mas a verdade é que cabe até mesmo um colchão de casal.

 

Exageros à parte, avaliar carros de carga é sempre um desafio, justamente pela proposta de trabalho do veículo. O teste tem que apresentar um alto grau de fidelidade a real função do modelo. Como o novo Fiat Fiorino foi lançado às vésperas do Natal, resolvemos pedir a ajuda de uma simpática figura que aparece sempre nessa época: o Papai Noel.

 

Veja mais fotos deste teste especial!


O bom velhinho aceitou trocar seu trenó e as nove renas pelo Fiorino com 88 cavalos no motor 1.4 EVO Flex. Devido à alta demanda de dezembro, Papai Noel aproveitou a capacidade de 650 kg de cargas para transportar alguns presentes. “Não é tão potente quanto as minhas renas, mas para fazer entregas para crianças que moram em grandes cidades onde eu encontro muita dificuldade de estacionar meu trenó, o Fiorino seria uma mão na roda, até porque ele tem um compartimento de cargas bem maior”, comentou.


Assista ao vídeo do Papai Noel com o Fiorino:



O vermelho é uma das quatro cores disponíveis para o Fiorino 2014 (branco, preto, prata e vermelho) e ajuda na personalização do veículo de acordo com a logo da empresa. Santa Claus, por exemplo, dispensa qualquer ação de marketing, mas não abre mão de que os veículos que o servem na Lapônia sejam vermelhos.

Compartimento de carga tem capacidade para até 3.100 litros - Thiago Ventura/EM/D.A PRESS Compartimento de carga tem capacidade para até 3.100 litros


Acostumado com um trenó rico em aparatos tecnológicos, que o faz rodar o mundo em apenas uma noite, Papai Noel elogiou o conforto do Fiorino. “Para um veículo de carga, é até muito completo, confortável e ergonômico. Para quem está acostumado com as baixas temperaturas do Polo Norte, o ar condicionado ajuda a enfrentar o calor do hemisfério sul, a direção hidráulica ajuda nas manobras, principalmente para os mais velhinhos, como eu e os meus óculos eu posso guardar em um espaço reservado para ele no teto”, disse. Mas falta mais porta-objetos no habitáculo, e os que já existem nas portas, poderiam ser maiores, para caber mais cartinhas e listas de presentes para o controle de Noel.

Visibilidade traseira é bem deficitária e vidros nas portas custam R$ 267 - Thiago Ventura/EM/D.A PRESS Visibilidade traseira é bem deficitária e vidros nas portas custam R$ 267
Uma divisória isola o motorista da carga - Thiago Ventura/EM/D.A PRESS Uma divisória isola o motorista da carga


Apesar da rígida legislação europeia em relação à segurança dos veículos, Papai Noel confessou que seu trenó ainda não conta com airbags e nem ABS, itens de extrema importância, principalmente para quem roda na neve. “Foi uma grata surpresa saber que o Fiorino já conta com airbag duplo e freios ABS de série, atendendo as novas leis locais”.


Com seu MP3 recheado de músicas natalinas, Noel o conectou pela porta USB no porta luvas. O rádio USB MP3/WMA com RDS é um opcional que custa R$ 162, assim como o o kit vidros/travas elétricos (R$ 647), os faróis de neblina (R$ 470), para-choques pintados na cor da carroceria (R$ 230), a direção hidráulica (R$ 2.023) e o ar condicionado (R$ 3.098). 

Papai Noel se sentiu bem ao volante do novo Fiorino - Thiago Ventura/EM/D.A PRESS Papai Noel se sentiu bem ao volante do novo Fiorino


A dirigibilidade é igual à do novo Uno e a impressão é que estamos ao volante do hatch compacto. Mas a Fiat pecou na visibilidade e fazer algumas manobras de ré é um martírio, mesmo com o sensor de estacionamento opcional (R$ 640), que ajuda bastante, mas não resolve o problema. A sorte do Papai Noel é que ele sempre conta com as solícitas ajudantes, até mesmo no estacionamento. “Já estou acostumado. Lá na Lapônia, os duendes fazem as vezes do sensor de estacionamento, pois a visibilidade do meu trenó cargueiro também é muito baixa”, disse o bem humorado velhinho. Colocar os vidros nas portas traseiras, que custam R$ 267, não ajuda em quase nada, pois a traseira do Fiorino é muito alta.

Thiago Ventura/EM/D.A PRESS


A falta do alarme como item de série deixa o Fiorino atrás do Trenó, que já vem até com rastreador do Comando de Defesa do Espaço Aéreo Americano (que inclusive divulga em seu site, as coordenadas do Papai Noel na noite de Natal).


Consumo

Infelizmente não usamos no Brasil veículos puxados por renas, como na Lapônia, pois elas são bem econômicas e consomem basicamente folhas e brotos de bambu. Porém, as flatulentas renas produzem mais gases do que o Fiorino, que bebe gasolina e etanol. Abastecido com o combustível derivado da cana-de-açúcar, carregado com com sua capacidade máxima (além de motorista e passageiro), ar condicionado ligado e rodando apenas em trajeto urbano, o furgão da Fiat fez singelos 6,0 km por litro. Com o veículo vazio, rodando com gasolina e sem ar condicionado, essa média certamente vai subir. Na avaliação do Instituto Nacional de Pesos e Medidas (Inmetro), o Fiorino 2014 ganhou nota A em consumo de combustível. Vale uma discussão, principalmente dos métodos do teste.

Comportamento de automóvel é destaque para o utilitário - Thiago Ventura/EM/D.A PRESS Comportamento de automóvel é destaque para o utilitário


O novo Fiorino serviu para um dia de trabalho do bom velhinho, mas carregar bonecas, carrinhos, bolas, games é fácil. Quero ver é levar material bruto! Claro que não deixamos de fazer um teste mais pesado com o utilitário. Quando Papai Noel nos devolveu o carro, o Vrum já estava tomado pelo espírito natalino e a missão seguinte do Fiorino foi ainda mais nobre: levar uma doação de 650 kg de areia para a comunidade Dandara, em Belo Horizonte.


Denominada de 'ocupação rururbana', a comunidade Dandara hoje conta com mil famílias que lutam pela legalização de seus imóveis. Além da festa de Natal com direito a presentes para as crianças, a comunidade ganhou três metros cúbicos de areia para a reforma do centro social, que dá apoio aos moradores, mas não tinham transporte. Em solidariedade aos necessitados, oferecemos o frete de aproximadamente 0,5 metro cúbico, o que equivale a 650 kg, a capacidade máxima do Fiorino.

O comportamento do carro carregado muda, mas ele continua estável e consegue desenvolver bem. A diferença é percebida, principalmente, nos arranques e nas freadas. As ruas do Dandara são todas de terra, alguns trechos ainda enlameados pelas últimas chuvas, mas mesmo pesado, o Fiorino seguiu de forma valente até o centro social da comunidade, onde foi descarregado.

Fiorino não negou disposição para o trabalho pesado: 650 kg de areia no compartimento de carga - Marcello Oliveira/EM/D.A PRESS Fiorino não negou disposição para o trabalho pesado: 650 kg de areia no compartimento de carga
E o furgão fez seu trabalho solidário deste Natal - Marcello Oliveira/EM/D.A PRESS E o furgão fez seu trabalho solidário deste Natal


Preços

O Fiorino 2014 já é vendido nas concessionárias Fiat por a partir de R$ 38.540 e chega aos R$ 45.684 com todos os opcionais e pintura metálica.

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação