Fiat Grand Siena Sublime eleva o padrão do sedã compacto

Versão se distancia dos concorrentes de categoria por oferecer itens e acabamento de segmento superior, mas o preço o acompanha na mesma proporção. Será que vale comprar um sedã compacto com mais requinte? Nós avaliamos o modelo com câmbio automatizado Dualogic Plus!

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 26/03/2014 12:09 / atualizado em 26/03/2014 19:39 Marcello Oliveira /Portal Vrum

Marcello Oliveira/EM/D.A PRESS
Como fazer um carro relativamente simples ganhar status superior? A Fiat sabe muito bem a receita e colocou essa ideia em prática com a série especial Sublime para Grand Siena e Linea. No caso do Grand Siena, a impressão é que estamos em um carro realmente superior. Mesmo sendo um sedã compacto, ele acaba chamando a atenção pelos itens estéticos que fazem toda a diferença.

 

Veja mais fotos do Grand Siena Sublime

 

Derivado da versão Essence 1.6 16V, ele traz uma série de aparatos estéticos que valorizam o carro. As rodas são de liga leve de 16 polegadas, iguais as usadas no Essence. A lateral é contornada com um friso cromado que, junto com as minissaias laterais, faróis com máscara cinza metalizado, grades, frisos e retrovisores pitados em cinza dão um tom de requinte à versão. O carro avaliado pelo Vrum estava equipado com o opcional teto solar elétrico, que custa R$ 3.329. Bem procurado para a linha Palio, Punto e Bravo, o teto não é tão popular entre os consumidores de Siena, mas é inegável que o item dá um charme diferente ao sedã.

Por dentro, acabamento de muito bom gosto com os bancos e revestidos parcialmente em couro mesclando as cores marfim e marrom, assim como na forração das portas e no revestimento do volante. A faixa no painel na cor bege Savannah, o apóia-braço central para o motorista e os tapetes em carpete cinza de veludo completam o visual.
Interior tem acabamento refinado, o que faz o Sublime se distanciar das demais versões do Grand Siena - Marcello Oliveira/EM/D.A PRESS Interior tem acabamento refinado, o que faz o Sublime se distanciar das demais versões do Grand Siena

 

Quatro adultos viajam com o conforto esperado para este tipo de sedã, o quinto vai com certo aperto. Se a viagem é com toda a família, há espaço para as malas de todos no bagageiro, que comporta 520 litros, o maior da categoria.

 

Câmbio e motor
A unidade testada está equipada com o câmbio automatizado Dualogic Plus, que custa R$ 2.529 + R$ 190 do piloto automático. O sistema melhorou bastante desde que estreou em 2008 no finado Stilo, mas ainda carece de melhorias, que com o tempo certamente virão. Longe de ser comparado ao automático convencional, o Dualogic cumpre bem a função que se propõe e é muito bem vindo para aqueles motoristas que querem apenas se livrar do pedal da embreagem e se esquecer de passar as marchas. Se você quer mais do que isso, terá um pouco de dificuldade com o câmbio. 

Faróis e retrovisores contam com acabamento na cor cinza metalizado - Marcello Oliveira/EM/D.A PRESS Faróis e retrovisores contam com acabamento na cor cinza metalizado


Dessa vez, o nosso teste foi em Belém, pegando desde o trânsito mais pesado na capital paraense até as estradas que levam às belas praias do estado. Manobras em locais com pouco espaço ficaram mais fáceis em relação ao antigo Dualogic. O Plus conta com a função creeping, que se encarrega, automaticamente, de mover lentamente o veículo, sem que o condutor acione o acelerador, como em um automático convencional. Já a função função Auto-Up Shift Abort consegue identificar a necessidade de uma retomada de velocidade e abortar automaticamente a troca para uma marcha superior.

 

Os tão comentados trancos estão mais suaves, mas as trocas ainda são bem perceptíveis. Usando as aletas atrás do volante para efetuar as trocas e dirigindo no modo sport (S), a situação melhora consideravelmente. É possível escutar nitidamente as marchas se acoplando, o mesmo ruído de quando nós mesmos fazemos as trocas em um modelo similar, porém de câmbio manual.



A vantagem do Dualogic é que ele não desperdiça a potência do propulsor 1.6 16V de 117 cv (etanol) de 16,8 kgfm, mas não espere a mesma desenvoltura e liberdade do tradicional câmbio manual. Como o torque só aparece em sua totalidade aos 4.500 rpm, há uma certa dificuldade em tirá-lo da inércia. Na estrada, o desempenho agrada e viagem segue tranquila, mas não se esqueça da função Sport nas ultrapassagens.
Teto solar contrasta com a cor branco Kalahari da carroceria - Marcello Oliveira/EM/D.A PRESS Teto solar contrasta com a cor branco Kalahari da carroceria


Consumo
Belém é uma cidade quase sem morros, o que contribuiu para um menor consumo de combustível. Já as estradas, de conservação aquém do ideal, forçam uma condução ultra cuidadosa e reduções abruptas, elevando o consumo rodoviário de combustível. Abastecido com gasolina, conseguimos a média de 12 km/l na rodovia, 8,0 km/l na cidade e 9,5 km/l na média combinada.


Preços – R$ 49.557.
Completo, como o que testamos: R$ 57.578. 

Nosso Grand Siena em frente a Basílica Nossa Senhora de Nazaré, em Belém - Marcello Oliveira/EM/D.A PRESS Nosso Grand Siena em frente a Basílica Nossa Senhora de Nazaré, em Belém

 

Veredicto

Se a sua ideia é comprar um sedã compacto, o Grand Siena é uma boa opção. Ele começa em R$ 39.830 na versão Attractive 1.4. A Essence, que serve de base para o Sublime, começa em R$ 44.780, já com um bom nível de equipamentos e acabamento razoável. Por um pouco mais, vale a pena investir na versão Sublime, caso você tenha gostado da cor branco Kalahari. O acabamento realmente faz a diferença, mas não caia na tentação de enchê-lo de opcionais, fazendo o chegar próximo dos R$ 58 mil, como a unidade testada. Se você dispõe deste valor para a compra de um sedã, vá de Linea, que está em patamar superior.

Linhas harmoniosas do sedã agradam - Marcello Oliveira/EM/D.A PRESS Linhas harmoniosas do sedã agradam

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe