Teste

VW Gol Rallye 1.6 16V - O gol do gol

A versão aventureira do carro mais vendido no país é a primeira a receber o novo motor 1.6 com cabeçote multiválvulas, que surpreende em suavidade e eficiência

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 15/06/2014 19:59 Paulo Eduardo /Estado de Minas

Nome da versão Rallye na grade frontal e no adesivo lateral - Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press Nome da versão Rallye na grade frontal e no adesivo lateral
 

 

O teste é do Gol Rallye, mas o novo motor 1.6 16V é a estrela do conjunto. O torque é incrível antes de atingir 2.000rpm. O fabricante declara 85% a partir dessa faixa de rotação. Assim, cai o mito de que motor com cabeçote multiválvulas é eficiente apenas em rotações elevadas e na estrada, tornando-se apático na cidade. Esse motor funciona suavemente e é eficiente em todos regimes de rotação. Foi desenvolvido a partir do 1.0 tricilíndrico que equipa up! e Fox.

LEVE
Bloco e cabeçote são de alumínio. O comando de válvulas variável permite melhor enchimento dos cilindros. Outra solução inovadora, que pode não agradar aos mecânicos que adoram jogar a válvula termostática no lixo, é o duplo circuito de refrigeração com duas termostáticas. Eles vão torcer o nariz. Dessa maneira, utiliza-se temperatura mais alta de funcionamento para bloco e o líquido de arrefecimento leva menos tempo para ser aquecido durante a fase fria do motor porque recebe o calor dos gases de escape.

Como no três cilindros, a tampa do cabeçote integra dois eixos de comando (admissão e escape) e a polia de acionamento oval estabiliza a força na correia dentada e diminui atrito e vibrações. O sistema de partida a frio dispensa o estorvo do tanquinho.

 

Traseira limpa com aplique imitando alumínio sob o para-choque - Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press Traseira limpa com aplique imitando alumínio sob o para-choque
 

 

RALLYE O Gol é figurinha conhecida no mundo do automóvel e está na melhor forma nesta 5ª geração. O conjunto está bem acertado. O casamento com o câmbio, que tem engates suaves, é perfeito. É fácil vestir o carro, que tem comportamento dinâmico previsível. O senão é o pedal de embreagem, reprovado na avaliação ergonômica (ver na página 2) porque exige movimento inadequado da perna, provocando cansaço no anda e para do trânsito urbano. Os bancos merecem anatomia melhor.

Além disso, a versão Rallye tem suspensão elevada em 2,8cm em relação à versão normal, sendo 2,3cm na suspensão e 0,5cm com os pneus na medida 195/50 R16. Pneu de perfil 50 na versão com suspensão elevada é contraditório, pois é adequado para modelos com desempenho esportivo e fica mais adequado para asfalto do que para terra. Em piso irregular, a transferência das imperfeições para o habitáculo incomoda.

CONSUMO
No trânsito urbano pesado, usando primeira e segunda na maior parte do tempo, o consumo na cidade foi de 6km/l com etanol e de 7km/l com gasolina. Na estrada, o computador registrou 11km/l com etanol e 14km/l com gasolina. Números que revelam a modernidade do projeto.

 

Rede evita o inconveniente de objetos soltos no porta-malas - Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press Rede evita o inconveniente de objetos soltos no porta-malas
 

 

CONCLUSÃO O novo motor 1.6 16V não é o mais potente da categoria. O Sigma da Ford tem 131cv (gasolina)/135cv (etanol) e torques de 16,2kgfm(g) e 16,7kgfm(e). O Volks leva ligeira vantagem no torque máximo com etanol (16,8kgfm). Mas, na prática, tem funcionamento mais redondo e suave com menor consumo de combustíveis. E o Gol? Bem, o gol de placa do Gol é esse motor.

AVALIAÇÃO TÉCNICA
Acabamento da carroceria
A pintura contém impurezas e imperfeições no verniz. É boa a montagem das partes móveis. REGULAR

Vão motor
É bom o resultado da insonorizaçao em relação ao habitáculo. A sistematização dos vários componentes é racional e o acesso à manutenção é bom. POSITIVO

Altura do solo
Não tem chapa protetora inferior, mas não ocorreram interferências com o solo mesmo com 400kg de carga útil. REGULAR

Climatização

Os difusores de ar do painel têm formato circular e giram 360°. A vazão de ar é boa e a rumorosidade de funcionamento é aceitável. Está bem vedado. Os comandos manuais de temperatura, velocidade e direção do fluxo têm boa dimensão e pega. As luzes indicativas do ar-condicionado e recírculo interno têm fácil identificação. POSITIVO

 

Roda de liga leve aro 16 e pneus de perfil 50 são incoerentes com versão aventureira - Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press Roda de liga leve aro 16 e pneus de perfil 50 são incoerentes com versão aventureira
 

 

Freios
Apresentaram bom comportamento dinâmico. O pedal de freio tem boa sensibilidade e o ABS está bem calibrado. As suas reações são homogêneas nos dois eixos e a desaceleração foi balanceada e eficiente em frenagem de emergência simulada sobre asfalto seco e terra batida. POSITIVO

Câmbio
As relações de marchas/diferencial proporcionam dirigibilidade segura, pela ótima dinâmica do veículo, e conforto, pelas poucas trocas. O engate é ótimo em precisão, maciez, curso da alavanca e pega no pomo, além de baixa rumorosidade de funcionamento do trambulador. No quadro de instrumentos, tem indicação da melhor marcha a ser utilizada, o que auxilia no consumo e na dirigibilidade. POSITIVO

Motor
O novo motor 1.6 16V surpreendeu em dirigibilidade e performance. É elástico e tem baixo ruído de funcionamento. O seu acionamento é por correia dentada. Com etanol, apresentou boa partida a frio, pois dispensa o reservatório de gasolina, e no quadro de instrumentos tem informação, pelo símbolo de uma resistência, de que o sistema de partida aquecida está em funcionamento. POSITIVO

Vedação
Boa contra água e poeira. POSITIVO

Nível interno de ruído

O efeito aerodinâmico inicia-se a 100km/h e é crescente com a velocidade. Ao trafegar sobre piso de calçamento, terra com costelas e asfalto em má conservação, surgem ruídos no habitáculo. NEGATIVO

 

Volante de três raios tradicional da marca tem boa pega e reúne comandos do som e do computador - Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press Volante de três raios tradicional da marca tem boa pega e reúne comandos do som e do computador
 

 

Suspensão
É boa a estabilidade, com ótima precisão no contorno de curvas de raios variados (asfalto liso/terra batida seca), no limite de aderência lateral. A inclinação da carroceria é mínima. O conforto de marcha é razoável com condutor e perde muito com carga útil máxima. Não teve ganhos com as suspensões elevadas, devido aos pneus homologados da série 50, que têm índice V de velocidade (máxima de 240km/h), que são caros e exagerados na performance do carro com potência máxima de 120cv. REGULAR

Direção
A coluna de direção tem ajuste manual em altura e distância. A assistência hidráulica tem ótima calibragem e as reações têm excelente resposta e sensibilidade. O diâmetro de giro é bom, assim como a velocidade do efeito retorno. Em curvas sobre piso irregular de terra e paralelepípedo apresentou baixa rumorosidade do conjunto. A precisão na reta e em curvas é muito boa. POSITIVO

Iluminação
Há luz de cortesia somente nos para-sóis e porta-malas. O quadro de instrumentos tem iluminação permanente. O grupo óptico dianteiro tem dupla parábola e é boa a eficiência no baixo e no alto com auxiliares de neblina. Porém, não há regulagem elétrica de altura em função da carga transportada. O quadro de instrumentos, o console central e os interruptores dos painéis de porta têm fácil identificação noturna. Na parte da frente do teto, tem uma lanterna com duplo spot fixo integrado, além de outra lanterna bipartida acima dos passageiros de trás, sendo o resultado satisfatório em iluminação. POSITIVO

Limpador do para-brisa
Os esguichos são do tipo spray em V com boa vazão e abertura de água que atinge todo o para-brisa. As palhetas apresentam boa qualidade e varrem uma boa área. No vidro traseiro, o sistema também é eficiente e há esguicho de jato único, de baixo para cima. O reservatório de água instalado dentro do vão do motor tem fácil acesso. POSITIVO

Estepe/macaco
O estepe tem a roda de aço e o pneu na medida 195/55 R15. Os de uso têm medida 195/50 R16 e está no assoalho do porta-malas. A operação de troca é normal. Os pontos de apoio do macaco estão indicados nas soleiras, mas é necessário retirar as tampas plásticas que as encobrem e as tampas plásticas de acabamento que encobrem a cabeça dos parafusos de roda. REGULAR

Alarme
O sistema é completo, com chave de ignição codificada e proteção perimétrica das partes móveis e volumétrica dentro do habitáculo. Ao dar comando para travar as portas, por meio de controle remoto na chave, os vidros sobem automaticamente e o sistema antiesmagamento funcionou bem. POSITIVO

Volume do porta-malas
O declarado pela fábrica é de 285 litros, e o encontrado com o banco traseiro na posição normal e a tampa do bagagito fechada foi de 272 litros.

(*) Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan.
www.danieltecnodan.com.br

 

Três apoios de cabeça, mas falta o cinto de três pontos central - Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press Três apoios de cabeça, mas falta o cinto de três pontos central
 

 

FICHA TÉCNICA
» MOTOR

Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1598cm³ de cilindrada, 16 válvulas, com potências máximas de 120cv (gasolina) e 130cv (etanol) e torques máximos de 15,8kgfm (g) e 16,8kgfm (e)

» TRANSMISSÃO
Tração dianteira, com câmbio manual de cinco velocidades

» SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS

Dianteira, independente, do tipo McPherson, com barra estabilizadora; e traseira, interdependente, com braços longitudinais / 6J x 16 polegadas, em liga leve / na medida 195/50 R16

» DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência hidráulica

» FREIOS

Discos ventilados na dianteira e tambor na traseira, com sistema ABS e EBD

» CAPACIDADES
Do tanque, 55 litros; e de carga (passageiros e bagagem), 407 quilos

EQUIPAMENTOS DE SÉRIE

Ar-condicionado, faróis de neblina e longo alcance, sensor de estacionamento, lanternas escurecidas, airbag duplo frontal, freios ABS, direção hidráulica, travamento central das portas e vidros dianteiros com acionamento elétrico.

OPCIONAIS

Rádio CD player com MP3, entrada USB, Bluetooth e interface para iPod; volante multifuncional

QUANTO CUSTA

O Gol 1.6 Rallye tem preço básico sugerido de R$ 50.510. Completo, com todos os opcionais, custa R$ 51.934.

NOTAS (0 a 10)
Desempenho 9
Espaço interno 7
Porta-malas 7
Suspensão/direção 8
Conforto/ergonomia 7
Itens de série/opcionais 7
Segurança 8
Estilo 8
Consumo 8
Tecnologia 7
Acabamento 8
Custo/benefício 7

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação