TESTE

Mudanças no Ka deixaram modelo mais confortável

Ford aposta em tecnologia e conectividade a bordo do compacto

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/04/2015 11:11 / atualizado em 03/04/2015 11:21 Anderson Malagutti /Diário de Pernambuco
Ele já foi o "patinho feio" da Ford. Pequeno, com um visual estranho e que atraía olhares desconfiados, precisou de uma sobrevida para chegar no topo dos mais vendidos. Mais do que isso, o novo Ford Ka figura agora entre os modelos que contam com uma (boa) lista de itens de segurança visto antes em carros com valores superiores.

Nando Chiappetta / DP / D.A Press


Mas se tem um item que o novo Ka dá um belo salto é em relação a sua funcionalidade. Além de ter melhorado (muito) em relação ao seu conforto interno, o hatch entrou na onda da conectividade. O Vrum testou o modelo com motor 1.0 na sua versão mais completa, a SEL. E é justamente nesta versão onde se encontram os melhores recursos.

Nando Chiappetta / DP / D.A Press


O sistema de conectividade SYNC com AppLink surpreendeu. E a justificativa é simples. Sua funcionalidade é muito boa. Com um simples comando de voz, você pode fazer uma ligação sem tirar as mãos do volante. Ele ainda pode ler SMS. Se você possuir um smartphone, o leque de opções aumenta. A plataforma consegue se conectar com alguns aplicativos específicos. Com eles, é possível desde enviar sua localização exata à escutar a milhares músicas.

Nando Chiappetta / DP / D.A Press


Entre esses aplicativos estão o Aupeo, Coca-Cola FM, Onde Parar, Bradesco Exclusive, Let's Park, Guia UOL, Rádio 69 FM, Rádio Alpha FM e o Glympse. Na prática, eles realmente funcionam (desde que sua cidade esteja englobada nos apps). Testamos o Glympse, que é um aplicativo que utiliza o sistema de geolocalização de seu aparelho para compartilhar o local em que você está com seus amigos, familiares e com quem mais você quiser. Conectado ao carro, evita que você tire as mãos do volante para utilizar o celular. Funcionou muito bem com o Vrum.

Mais mimos
O Ford Ka, na versão testada, também tem outros itens que merecem destaque. Entre ele está o assistente de partida em rampa (muito útil não deixar o carro "afogar" ou ir para trás ao arrancar o carro), controle eletrônico de estabilidade e tração, além do assistente de emergência, que liga automaticamente para o Samu em caso de acidente. Esse item, por sorte, não precisamos testar.

Nando Chiappetta / DP / D.A Press


Já andamos e avaliamos o novo Ka em outras ocasiões. Mas não custa lembrar que o carro tem outros pontos positivos e negativos. De bom, o motor três cilindros flex, que rende 85 cavalos de potência e é muito econômico. Há conforto e o visual do Ka agrada. O que poderia melhorar seria o incremento de sensores de ré, ajuste elétrico dos retrovisores, porta-malas um pouco maior e o encosto de cabeça e cinto de três pontas para o terceiro passageiro traseiro.

Nando Chiappetta / DP / D.A Press


Ficha técnica

Ka 1.0
Motor flex três cilindros, 12V
Potência: 80/85 cv
Torque: 10,2/10,7 kgfm
Transmissão: Manual de cinco velocidades, tração dianteira
Suspensão: Independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira
Freios: Discos ventilados na frente e sólidos atrás
Pneus: 195/55 R15

Dimensões:
Comprimento 3,886 m
Largura 1,695 m
Altura 1,525 m
Entre-eixos 2,491 m

Capacidades:
Tanque 52 l;
Porta-malas 216 l
Peso: 1.007 kg

#Apps:
Aupeo: permite a busca de estações de rádio por gênero musical, locais ou em outros países.

Coca-Cola FM: conecta com a rádio digital com programação 24 horas.

Onde Parar: faz a busca de estacionamentos em locais próximos e também em outras cidades.

Let's Park: localização de estacionamento.

Guia UOL: guia com milhares de opções de bares, cinemas e restaurantes.

Glympse: utiliza o sistema de geolocalização de seu aparelho para compartilhar sua localização

Tags: mudanças no Ka

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação