Publicidade

Estado de Minas NA ONDA DO MARROM

Chevrolet Cobalt Elite 1.8 tem transformação radical, mas preço assusta

Sedã inaugura nova linguagem global da marca no país e design tem novos faróis, lanternas e para-lamas dianteiros


postado em 26/12/2015 11:14 / atualizado em 26/12/2015 11:42

O médio-compacto da GM muda linhas da carroceria para melhor e todos os equipamentos de conforto são de série(foto: Fotos: Euler Júnior/EM/D.A Press)
O médio-compacto da GM muda linhas da carroceria para melhor e todos os equipamentos de conforto são de série (foto: Fotos: Euler Júnior/EM/D.A Press)
De patinho feio a cisne ou de sapo a príncipe. Assim pode ser definida a transformação radical de estilo do Cobalt, médio-compacto da GM. Reestilizações acontecem por motivo mercadológico. Fabricantes precisam expor na mídia produto com cara nova para ficar em evidência. Poucas reestilizações surtiram tanto efeito quanto esta. Além disso, a nova versão topo de linha, a Elite, abusa do marrom, tonalidade da moda no mundo automotivo, tanto na carroceria quanto no revestimento em couro dos bancos e painéis de portas.

As lanternas verticais, tipo tuning, que tinham pouco a ver com o estilo do carro, foram substituídas pelas horizontais. O enorme farol quadrado cede a vez ao de formato horizontalizado. A tampa do porta-malas passa a ter aerofólio para compor o visual.

DENTRO

Modificações nos paineis de porta e reposicionamento dos comandos dos vidros, deixando-os com melhor acesso. Na base do retrovisor interno estão os comandos do sistema de informação OnStar, que está integrado ao multimídia MyLink. Porém, o melhor do Cobalt é o espaço interno, principalmente para os que assentam no banco traseiro. A mesma fórmula adotada pelos concorrentes diretos: Nissan Versa e Renault Logan, que não figuram no quadro de concorrentes pela falta da transmissão automática. Esses três não se encaixam no segmento médio-médio por terem bitolas menores. O que é valorizado neles é o espaço interno e porta-malas enorme. Esses modelos têm espaço de carros médios-grandes para pernas no banco traseiro. Porém, faltam apoio de cabeça e cinto retrátil de três pontos no assento central. Ausência de itens básicos de segurança em carro de quase R$ 70 mil é inadmissível.

O acabamento evoluiu muito e, na versão Elite, o revestimento em couro está muito benfeito. Os encaixes dos plásticos também. No embalo da eletrônica, o sistema OnStar é o queridinho da GM.

DIRIGINDO
A posição elevada do motorista é característica de outro modelo da marca, o Onix. O estranhamento inicial dá lugar ao acostuma-se rapidamente, apesar de os maior estatura precisarem abaixar para ver o semáforo. A suspensão proporciona boa estabilidade, mas deixa passar as incômodas imperfeições do piso ruim para os ocupantes. A direção hidráulica tem boa calibragem entre o conforto nas manobras e peso em velocidades elevadas. O diâmetro de giro grande obriga o motorista a manobrar mais. Carros da marca sempre viraram bem. O Cobalt destoa.

O câmbio automático de seis marchas tem trocas suaves, mas o antigo motor 1.8 de cabeçote simples – duas válvulas por cilindro – é ruidoso em rotações elevadas. E é mais apropriado para cidade, pois o torque está presente desde as rotações mais baixas. Atinge a velocidade de 100km/h em 10,9 segundos. Muito bom, mas falta elasticidade em velocidades mais altas. Motores com cabeçote de quatro válvulas por cilindro não têm esse problema. Outro detalhe para se acostumar é com as trocas manuais por meio de teclas na alavanca. Passa também do estranho ao habitual rapidamente. Não é o ideal, mas está longe de arrepiar.

Não há como negar a evolução do Cobalt no acabamento e nas linhas da carroceria. Porém, nada justifica um aumento de cerca de R$ 5 mil em todas as versões. Realmente, o modelo foi promovido a carro caro. A garantia é de três anos sem limite de quilometragem.

Roda da versão Elite com pneu de perfil ideal para o Brasil(foto: Fotos: Euler Júnior/EM/D.A Press)
Roda da versão Elite com pneu de perfil ideal para o Brasil (foto: Fotos: Euler Júnior/EM/D.A Press)


Espelho, espelho meu...
Confira desempenho, consumo, equipamentos de série e a ergonomia do Cobalt, que tem porta-malas enorme, mas peca pela falta de segurança básica no assento central traseiro (Por Pedro Cerqueira)

O Cobalt estreou a segunda geração do sistema multimídia MyLink, que traz como principal novidade a função de espelhamento (via cabo USB) para smartphones com sistema Android e iOS. Além de comandar todas as funções a partir da tela tátil de 7 polegadas do veículo, com o espelhamento, é possível usufruir de todo o conteúdo do smartphone, como os aplicativos Waze (para navegação), Spotify (música) e WhatsApp (rede social). As mídias disponíveis são rádio, Bluetooth e entradas USB e auxiliar. A operação do MyLink ficou mais simples e intuitiva. Na telefonia, por exemplo, existem várias formas de fazer uma chamada: pelo teclado numérico, pelo histórico de chamadas, pela lista de contatos ou fazendo uma busca. A tela agora tem sensibilidade ao toque mais apurada. O volante tem comandos multifuncionais, incluindo chamada por voz. O sistema não tem navegação própria nem entrada de disco (CD/DVD).



Porta-malas descomunal é um dos apelos do carro(foto: Fotos: Euler Júnior/EM/D.A Press)
Porta-malas descomunal é um dos apelos do carro (foto: Fotos: Euler Júnior/EM/D.A Press)


FICHA TÉCNICA

» MOTOR

Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, oito válvulas, 1.796cm³ de cilindrada, que desenvolve potências máximas de 106cv (gasolina) e de 108cv (etanol) a 5.400rpm e torques máximos de 16,4kgfm (gasolina) e de 17,1kgfm (etanol) a 3.200rpm

» TRANSMISSÃO

Tração dianteira com câmbio automático
de seis velocidades

» DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com
assistência hidráulica

» FREIOS
A disco na dianteira e a tambor
na traseira, com ABS

» SUSPENSÕES/RODAS/PNEUS
Dianteira, independente, do tipo McPherson, com braço de controle ligado à haste tensora e barra estabilizadora; e traseira, semi-independente, com eixo de torção e barra estabilizadora/6 x 15 polegadas, de liga leve/ 195/65 R15

» CAPACIDADES (**)

Do tanque, 54 litros; e de carga (ocupantes e bagagem), 423 quilos, porta-malas, 563 litros

» DIMENSÕES (A x B x C x D x E) (m) (*)
4,47 x 1,73 x 1,51 x 2,62 x 1,93

» DESEMPENHO (**)
Velocidade máxima (km/h), 170 (g/e); aceleração até 100km/h (s), 11,2 (g) e 10,9 (e)

» CONSUMO km/l (***)
Cidade, 6,9(e)/8,9(g); estrada, 9,5(e)/12,3(g)

(*) A: comprimento, B: largura, C: altura, D: entre-eixos e E: medida de conforto (distância entre o encosto do banco traseiro e o pedal de freio)
(**) Dados dos fabricantes
(***) Dados do Inmetro
(g): gasolina e (e): etanol

Motor é eficiente na cidade, com torque em rotações baixas(foto: Fotos: Euler Júnior/EM/D.A Press)
Motor é eficiente na cidade, com torque em rotações baixas (foto: Fotos: Euler Júnior/EM/D.A Press)


EQUIPAMENTOS

» DE SÉRIE

Ar-condicionado, direção hidráulica, desembaçador traseiro, coluna de direção com regulagem de altura, chave do tipo canivete com abertura à distância, trava elétrica das portas, encosto traseiro rebatível 60/40, comando elétrico para os vidros dianteiros e traseiros, banco do motorista com regulagem de altura e sistema de som com CD/MP3, rádio AM/FM, Bluetooth, computador de bordo, espelhos retrovisores com comando elétrico e entrada USB. Mostrador digital, grade dianteira e barra traseira cromadas, interior com revestimento em dois tons, rodas de liga leve e maçanetas internas e comandos do ar-condicionado cromados, airbag duplo frontal, freios ABS, faróis de neblina e alarme antifurto, entre outros.

» OPCIONAIS
Não há.

 

O Chevrolet Cobalt 1.8 Elite tem preço sugerido de R$ 67.990.

Nem apoio de cabeça nem cinto de três pontos no meio, mas espaço é avantajado(foto: Fotos: Euler Júnior/EM/D.A Press)
Nem apoio de cabeça nem cinto de três pontos no meio, mas espaço é avantajado (foto: Fotos: Euler Júnior/EM/D.A Press)


NOTA (0 A 10)

Desempenho.....................8
Espaço interno...................9
Suspensão/direção............ 7
Conforto/ergonomia........... 8
Itens de série/opcionais..... 8
Segurança..................... .. 7
Estilo...............................  9
Consumo............................7
Tecnologia ..........................7
Acabamento.........................8
Custo/benefício................... 7

Painel de linhas limpas e central multimídia de visualização imediata(foto: Fotos: Euler Júnior/EM/D.A Press)
Painel de linhas limpas e central multimídia de visualização imediata (foto: Fotos: Euler Júnior/EM/D.A Press)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade