Transgredindo as regras

Honda Accord ficou com aspecto mais agressivo e esportivo; confira o teste!

Modelo 2016 do Honda Accord EX 3.5 V6 deixa de ter cara de tiozão para assumir visual mais esportivo, incrementado pelo bom desempenho e tecnologia aplicada

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 09/06/2016 10:00 / atualizado em 08/06/2016 17:18 Enio Greco /Estado de Minas
Jair Amaral/EM/D.A Press
É difícil desvincular a imagem de um sedã de carro familiar, com estilo mais comportado e discreto, feito normalmente para pessoas mais pacatas, preocupadas com as coisas práticas da vida. Mas parece que a Honda quis romper essa regra dando ao seu sedã médio-grande, o Accord 2016, um aspecto mais agressivo e esportivo, para combinar com o V6 que abriga sob o capô. E o resultado foi muito bom, já que o grandalhão de quase cinco metros proporciona conforto e desempenho empolgante, além de trazer acabamento de boa qualidade e recursos tecnológicos para garantir a segurança e o entretenimento. Confira o teste.

ESTILO Importado dos Estados Unidos, o Accord mudou de cara graças a alguns retoques nas suas linhas, principalmente na dianteira. Suas formas imponentes e aerodinâmicas são reforçadas por vincos marcantes no capô. A nova grade cromada agora forma um conjunto inteiriço com os faróis estreitos que usam LEDs. Mas o detalhe que remete à esportividade na dianteira é o para-choque com desenho recortado, que realça a robustez do modelo. O problema é que ele é muito baixo e raspa facilmente em saídas de rampas e lombadas. Os vincos estão presentes também nas laterais, onde se destacam as maçanetas cromadas. O teto arqueado, o defletor de ar na tampa do porta-malas, as duas enormes saídas do escapamento e as rodas de liga leve aro 18 polegadas completam o belo conjunto.

Modelo 2016 do sedã médio-grande deixa de ter cara de tiozão para
assumir visual mais esportivo - Jair Amaral/EM/D.A Press Modelo 2016 do sedã médio-grande deixa de ter cara de tiozão para assumir visual mais esportivo
ESPAÇOSO Com seus 4,91m de comprimento e 2,77m de medida entre-eixos, o que não falta no Accord é espaço. Na frente, os bancos anatômicos e confortáveis contam com comandos elétricos, inclusive o lombar, mas esse só para o motorista. O banco traseiro também é confortável e tem muito espaço para as pernas, mas quem senta no meio sente os incômodos da saliência do encosto e a elevação do túnel no assoalho. Cintos de segurança retráteis e apoios de cabeça estão disponíveis para os três passageiros. O porta-malas é digno de um sedã, com seus 461 litros de capacidade, suficiente para acomodar a bagagem da família.

Jair Amaral/EM/D.A Press


Os instrumentos do painel são analógicos e parecem em 3D, com mostrador digital no meio - Jair Amaral/EM/D.A Press Os instrumentos do painel são analógicos e parecem em 3D, com mostrador digital no meio
TUDO NA MÃO Outro destaque do Honda Accord 2016 é a boa posição de dirigir. O volante conta com ajuste de altura e distância e ainda traz comandos do som, do controlador de velocidade (piloto automático), acesso ao celular e ao computador de bordo, além das aletas para trocas de marchas. O painel é moderno, com duas telas centrais, sendo uma delas tátil, com acessos a GPS, sistema de áudio, celular, informações, conexão de smartphone e à imagem da câmera de ré. Mas o sedã ainda conta com outra câmera, instalada no retrovisor do lado direito, que mostra no painel a imagem do ponto cego. Ela é acionada toda vez que o motorista dá seta para a direita ou por meio de um botão na extremidade da alavanca do limpador de para-brisa. O acabamento interno conta com materiais de boa qualidade e a montagem é benfeita.

Os instrumentos do painel são analógicos e parecem em 3D, com mostrador digital no meio. Todos os comandos estão bem posicionados. Do lado esquerdo do painel tem duas teclas que podem revelar a personalidade de quem dirige. Uma delas desativa o controle de estabilidade, deixando o carro mais solto e mais à mão. A outra é a do modo Econ, que ajusta os sistemas do carro para proporcionar mais economia de combustível. E o Accord conta ainda com um sistema que emite ondas sonoras imperceptíveis aos ouvidos humanos, capazes de eliminar ruídos internos. E com isso, o sedã fica ainda mais silencioso.

Honda traz apenas versão EX equipada com motor V6 de 3.5 litros, verdadeira usina de força de 280cv - Jair Amaral/EM/D.A Press Honda traz apenas versão EX equipada com motor V6 de 3.5 litros, verdadeira usina de força de 280cv
USINA Para o mercado brasileiro, a Honda traz apenas a versão EX equipada com motor V6 de 3.5 litros, uma verdadeira usina de força que gera 280cv. Quando você liga o carro no botão de partida, o motor parece manso, com funcionamento suave. Mas se pisar fundo no acelerador, ele urra e mostra toda a sua capacidade rapidamente. O desempenho é impecável, com arrancadas rápidas e retomadas de velocidade seguras. O câmbio automático tem seis marchas bem escalonadas, com trocas suaves e precisas, no tempo certo. E ainda é possível trocar as marchas nas aletas atrás do volante ou colocar a alavanca na posição S, para uma tocada ainda mais esportiva, com mudanças em giros mais altos. Mas vale lembrar que quanto mais fundo se pisa no acelerador, mais o V6 bebe com força.

Jair Amaral/EM/D.A Press
EQUILÍBRIO As suspensões são outro ponto forte do sedã da marca japonesa. Com ajuste equilibrado, elas proporcionam boa estabilidade, sem comprometer o conforto no rodar, apesar dos pneus de perfil baixo. A direção com assistência elétrica foi bem calibrada e tem bom diâmetro de giro, facilitando nas manobras. Os freios a discos nas quatro rodas completam o eficiente conjunto mecânico e com a ajuda da eletrônica demonstraram total eficiência mesmo em pista molhada. Em resumo, trata-se de um sedã de luxo com boa relação custo/benefício, principalmente para quem não pode investir cifras mais altas em modelos similares das marcas europeias.


CONECTIVIDADE
Para quem vive antenado

Não é só pelo desenho bonito e bom conjunto mecânico que o Honda Accord 2016 impressiona. O modelo traz de série uma moderna central multimídia com tela tátil de sete polegadas, na qual é possível acessar o GPS, obtendo informações sobre trânsito por meio de radiofrequência, sem a necessidade de conexão com smartphones. Mas esse recurso está disponível apenas para quem trafega com o Accord em Belo Horizonte, Curitiba, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Com o veículo parado, o sistema possibilita a conexão wi-fi com acesso à internet. Por meio do Bluetooth, compatível com Apple CarPlay e Android Auto, você faz o espelhamento do smartphone ou tablet e acessa as informações na tela. Tudo muito fácil de operar. E para quem gosta de ver vídeos em alta definição, o Accord tem entrada HDMI para conectar notebooks e câmeras digitais.


Jair Amaral/EM/D.A Press
FICHA TÉCNICA
» MOTOR
Dianteiro, transversal, seis cilindros em V, 3.471cm³ de cilindrada, gasolina, que desenvolve potência máxima de 280cv a 6.200rpm e torque máximo de 34,6kgfm a 4.900rpm

» TRANSMISSÃO
Tração dianteira e câmbio automático sequencial de seis marchas

» SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira, independente, tipo McPherson; traseira, independente, multilink / 8 x 18 polegadas de liga leve/ 235/45 R18

» DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica EPS

» FREIOS
Discos ventilados na dianteira e discos rígidos na traseira, com ABS e EBD

» CAPACIDADES
Do tanque, 65 litros; e de carga (ocupantes e bagagem), 428 quilos


EQUIPAMENTOS
» De série – Faróis e luzes de neblina com LEDs, rodas de liga leve 18 polegadas, aerofólio traseiro, pedaleiras esportivas de alumínio com iluminação, central multimídia com tela tátil de sete polegadas e navegador integrado, entradas HDMI e USB, banco traseiro bipartido rebatível, sistema de partida a distância com acionamento pela chave, bancos com ajustes elétricos, coluna de direção regulável em altura e distância, limitador de velocidade (piloto automático), sensores de estacionamento dianteiro e traseiro com câmera de ré com três modos de visão (normal, campo ampliado e de cima para baixo), retrovisores externos com rebatimento elétrico, sistema LaneWatch que monitora o ponto cego no lado direito, por meio de uma câmera, e mostra a imagem no display, , abertura da porta do motorista por aproximação, sensores crepuscular e de chuva, teto solar elétrico, direção elétrica EPS, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa (HSA) e seis airbags (frontais, laterais e de cortina).
» Opcional – Não tem


QUANTO CUSTA
O Honda Accord 3.5 V6 é vendido em única versão, EX, sem opcionais, por R$ 160.100.


NOTAS (0 A 10)

»Desempenho     10
»Espaço interno     9
»Porta-malas     9
»Suspensão/direção     10
»Conforto/Ergonomia     9
»Itens de série/opcionais     9
»Segurança     9
»Estilo     9
»Consumo     7
»Tecnologia     9
»Acabamento     9
»Custo/benefício    9

Tags: importado honda avaliação teste sedã médio grande Honda Accord EX 3.5 V6 Honda Accord

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação