Nacional, mas para poucos

Range Rover Evoque HSE tem muita eletrônica e desempenho bom tanto na terra quanto no asfalto

Modelo produzido no Brasil não perdeu a pompa do similar europeu, mantendo as linhas modernas da carroceria e o eficiente conjunto mecânico. Mas o preço parece de importado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 01/07/2017 16:23 / atualizado em 03/07/2017 14:18 Enio Greco /Estado de Minas

Modelo feito no Brasil é exatamente igual ao produzido na Europa, com linhas bem modernas - Ramon Lisboa/EM/D.A Press Modelo feito no Brasil é exatamente igual ao produzido na Europa, com linhas bem modernas
 

Quem pensou que o Range Rover Evoque perderia em qualidade quando passasse a ser produzido no Brasil deve rever seus conceitos. Fabricado em Itatiaia, no Rio de Janeiro, o crossover manteve suas principais características, como estilo moderno, acabamento refinado, bom conjunto mecânico e completo pacote de equipamentos. O problema é que manteve também praticamente o mesmo preço do importado, com uma pequena diferença. Mas para quem tem bala na agulha, o Evoque nacional é uma opção tentadora, que não deve nada à concorrência. Seus pontos fracos são o espaço limitado no banco traseiro, com conforto para duas pessoas, e o volante com aro fino.

O teto descaído na traseira e a linha de cintura elevada conferem toque de esportividade - Ramon Lisboa/EM/D.A Press O teto descaído na traseira e a linha de cintura elevada conferem toque de esportividade

Desde que foi lançado em 2011, o Range Rover Evoque sempre teve como principal atrativo o visual moderno, com linhas ousadas. O estilo do modelo é tão marcante que a equipe de design da Land Rover teve dificuldades para fazer a reestilização no ano passado, já que em time que está ganhando não se mexe. Mas eles mexeram, pouco, proporcionando ao Evoque um aspecto ainda mais esportivo. E foi com esse visual que o crossover ganhou RG no Brasil, quando passou a ser produzido no interior do Rio de Janeiro. Com faróis estreitos contornados por luzes diurnas com LEDs, emoldurando a grade retangular, o Evoque tem a imponência reforçada ainda mais pelo para-choque com defletor de ar na parte inferior e faróis de neblina também com LEDs.

 

 

SILHUETA O capô mais alto enfatiza a robustez e ainda conta com duas entradas/saídas de ar nas laterais. A silhueta lateral é muito bonita, reforçada principalmente pelo para-brisa bem inclinado e o teto com acentuada descaída na traseira. A pintura “saia e blusa” (em duas cores) conferiu um toque retrô ao modelo e os retrovisores com repetidores de seta têm outra característica bem interessante: eles projetam o desenho do carro no chão quando as portas dianteiras são abertas. A traseira é muito robusta, com defletores de ar no teto e no para-choque, lanternas retangulares menores e saídas de escapamento cromadas. As belas rodas de liga leve são de aro 20 polegadas, calçadas com pneus de perfil 45, medida complicada para nossas ruas e estradas esburacadas.

Na traseira, lanternas menores e saída dupla do escapamento - Ramon Lisboa/EM/D.A Press Na traseira, lanternas menores e saída dupla do escapamento

O porta-malas tem bom volume e traz em seu interior o estepe de emergência. O compartimento é todo revestido e conta com rede e ganchos de fixação de objetos. Curiosamente, o Evoque nacional não tem chave presencial com sensor na maçaneta. Mas por dentro o espaço é bom, principalmente na frente, onde os bancos revestidos com couro são confortáveis, com ajustes elétricos, inclusive lombar, e abas laterais para manter o corpo firme em curvas.
Interior conta com acabamento de boa qualidade e central multimídia fácil de interagir - Ramon Lisboa/EM/D.A Press Interior conta com acabamento de boa qualidade e central multimídia fácil de interagir

O TÚNEL Já no banco traseiro a história é um pouco diferente. Ele até acomoda três pessoas e tem apoio de cabeça e cintos de segurança retráteis para todos, mas proporciona conforto para dois passageiros. O velho e nem tão bom túnel no assoalho atrapalha, roubando espaço de quem senta no meio. Mas o banco traseiro tem ainda dois pontos de fixação de cadeiras infantis (Isofix) e saídas de ar-condicionado, porém sem a possibilidade de regulagem de temperatura. E apesar de o teto ser rebaixado na traseira, pessoas com até 1,80m de altura se acomodam ali sem esbarrar a cabeça.

Espaço no banco traseiro é ideal para dois, mas tem itens de segurança para três - Ramon Lisboa/EM/D.A Press Espaço no banco traseiro é ideal para dois, mas tem itens de segurança para três

A posição de dirigir é boa, já que o carro é mais alto e o volante tem regulagem de altura e distância, além de comandos para o som, celular, computador de bordo e multimídia. Tem também as aletas atrás para trocas de marchas. Apesar de ser revestido com couro, o volante é fino, o que faz com que o motorista aperte mais os dedos contra as mãos. O painel tem desenho simples, mas limpo, com revestimento agradável ao toque, central multimídia com tela tátil, GPS fácil de interagir e câmera de ré com imagem nítida. Os instrumentos do painel têm fundo preto com visor central digital, com informações do computador de bordo.
Com volume de 575 litros, porta-malas tem espaço para a bagagem de toda a família - Ramon Lisboa/EM/D.A Press Com volume de 575 litros, porta-malas tem espaço para a bagagem de toda a família

COMANDOS No console, o motorista acessa o seletor de modos de condução, com as opções normal, grama, cascalho, neve, lama e areia. Ao dar a partida na ignição, o botão giratório do câmbio sobe e nele pode-se optar pela posição S, que permite trocas de marchas em rotações mais elevadas, proporcionando uma condução mais esportiva. Ainda no console, o motorista tem os comandos do start/stop, do auxílio de descida em rampa e do controle de estabilidade, que pode ser desligado.
O conjunto mecânico do Evoque é bem eficiente. O motor 2.0 turbo despeja bom torque em baixas rotações, garantindo agilidade nas arrancadas e segurança nas retomadas de velocidade. São 240cv que proporcionam desempenho esportivo, favorecido também pela boa relação das nove marchas do câmbio automático. E quando as trocas são feitas nas aletas, o carro fica literalmente na mão, ainda mais esperto. Na cidade o computador de bordo registrou consumo médio de 6,8km/l, e na estrada, 11,5km/l.
Motor 2.0 turbo de 240cv proporciona desempenho muito bom ao crossover - Ramon Lisboa/EM/D.A Press Motor 2.0 turbo de 240cv proporciona desempenho muito bom ao crossover

RODAR MACIO O Evoque tem tração integral sob demanda e as suspensões bem equilibradas, garantindo boa estabilidade em curvas, com inclinação da carroceria quase imperceptível. E além de garantir a segurança, as suspensões filtram bem as irregularidades do solo, proporcionando um rodar confortável. A direção foi bem calibrada e é leve em situação de manobra e mais firme em velocidades elevadas. Mas o diâmetro de giro dificulta um pouco as manobras em espaços menores. O sistema de freios com o auxílio luxuoso da eletrônica e disco nas quatro rodas funcionou de forma precisa, sem sustos.
Em resumo, o Evoque é uma interessante opção para quem procura um crossover sofisticado, bem equipado e com bom desempenho. Pena que sua nacionalização não tenha tornado o preço mais acessível, medida que seu vasto grupo de admiradores apreciaria.
As rodas de liga leve são de aro 20 polegadas e os pneus são de perfil 45 - Ramon Lisboa/EM/D.A Press As rodas de liga leve são de aro 20 polegadas e os pneus são de perfil 45

O Range Rover Evoque HSE é daquele tipo de automóvel que tem diferentes recursos para atender às necessidades do motorista e passageiros. Além de sistemas eletrônicos que proporcionam uma condução mais segura, o modelo conta com equipamentos de entretenimento tornam a viagem mais agradável. No painel, o Evoque traz uma tela tátil de 10,2 polegadas, com conectividade para celular via Bluetooth e streaming de áudio com CD Player, display TFT, tomadas de 12V no console e no porta-malas, além do sistema de navegação InControl Touch Pro. Destaque também para o som Meridian, que pode ser de 380W com 10 alto-falantes ou de 825W e 16 alto-falantes (opcional). Qualquer uma das opções é garantia de som de alta qualidade. Confira a lista de equipamentos do evoque e veja as diferenças entre o modelo e seus principais concorrentes.


FICHA TÉCNICA

MOTOR
Dianteiro, quatro cilindros em linha, 1.999cm³ de cilindrada, 16V, turbo, gasolina, com injeção direta de combustível, que desenvolve potência máxima de 240cv a 5.800rpm e torque máximo de 34,7kgfm a 1.750rpm

TRANSMISSÃO
Tração integral e câmbio automático sequencial de nove velocidades

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira, independente, McPherson; e traseira do tipo multilink e barra estabilizadora / 8,5 x 20 polegadas (alumínio) / 245/45 R20

DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica

FREIOS
A discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com sistema ABS e distribuição da força de frenagem (EBD)

CAPACIDADES
Tanque de combustível, 70 litros; capacidade de carga (passageiro e carga), 692kg



RANGE ROVER EVOQUE HSE 2.0 x CONCORRENTES

                    RANGE ROVER EVOQUE HSE 2.0 VOLVO XC60 D5 KINETIC AUDI Q3 AMBITION 2.0 BMW X1 XDRIVE 25i

Potência (cv)   240                                       220                               220                            231
Torque (kgfm) 34,7                                      40,8                              35,7                          35,7
Dimensões (A x B x C x D) (m) (*) 4,37x1,90x1,63 4,64x1,89x1,71 4,39x1,83x1,59 4,47x1,80x1,54
(D x E) (m) (*) 2,66x0,21                              2.77x0,23                     2,60x021                   2,76x0,18
Peso (kg)        1.655                                    1.903                            1.565                         1.575
Porta-malas (litros) 575                                 495                              460                            420
Capacidade de carga (kg) 692                        785                               600                           550
Velocidade máxima (km/h) (**) 217               230                               233                           240
Aceleração de 0 a 100 km/h (s) (**) 7,6          8,2                                6,4                           6,5
Consumo cidade (km/l) (***) 7,9                    9,5                               ND                             7,2
Consumo estrada (km/l) (***) 11,1                12,4                              ND                             8,8
Preço (R$)              253.827                          215.950                        210.990                      212.700

(*) A: comprimento; B: largura; C: altura; D: entre-eixos; e E: distância mínima do solo
(**) Dados dos fabricantes
(***) Dados do Inmetro
ND Não disponível


EQUIPAMENTOS:

DE SÉRIE Rodas de liga leve de 20 polegadas, teto solar panorâmico fixo, faróis de xenônio com assinatura de LED, faróis de neblina, bancos revestidos em couro premium Oxford com 12 ajustes elétricos e memória, sistema de som Meridian de 380W com 10 alto-falantes e subwoofer, monitor touchscreen de 10.2 polegadas, sistema de navegação InControl Touch Pro, sensores de estacionamento dianteiros e traseiro, câmera de ré, transmissão automática de nove velocidades, Terrain Response, controle de descida de ladeira (HDC), All Terrain Progress Control (ATPC), tração nas quatro rodas (4WD), sistema de transmissão Active Driveline, vetorização de torque por frenagem, ABS, direção com assistência elétrica (EPAS), controle dinâmico de estabilidade (DSC), sistema de controle de tração (TCS), controle de estabilidade antirrolagem (RSC), controle do torque de força do motor (EDC), freio eletrônico de estacionamento (EPB), assistência a frenagens de emergência (EBA), distribuição eletrônica de força de frenagem (EBD), assistência à estabilidade de trailer (TSA), limpadores de para-brisa com sensores de chuva, para-brisa com reflexão de raios infravermelhos, spoiler traseiro, volante revestido em couro Oxford perfurado, soleiras de alumínio Iluminadas com emblema Range Rover, iluminação Interna Mood Lighting configurável, coluna de direção com ajustes manuais, botão Start/Stop, airbags dianteiros, de joelho e de cortina lateral, pontos de fixação para o assento infantil Isofix, controles remotos da chave inteligente, travamento remoto/destravamento/travamento duplo/luzes acesas /travamento e destravamento da tampa do porta-malas, incluindo alarme de pânico, saídas de ar-condicionado traseiras, Auto High Beam Assist (AHBA), piloto automático e auxílio de partida em ladeiras.


OPCIONAL Land Rover InControl Apps, Park Assist, monitor de pontos cegos e detecção de tráfego em ré, assistente de manutenção de faixa e monitor de fadiga do motorista, sensores de estacionamento 360 graus, sistema de câmeras 360 graus, rodas de 20 polegadas 'Estilo 508' com acabamento Satin Black (Black Design Pack), faróis de neblina com máscara negra, faróis escurecidos, sistema Keyless, tampa do porta-malas acionada por gestos, head-Up display, tela touchscreen de 10.2 polegadas com dual view, TV, Meridian Surround Sound de 825W com 16 auto-falantes e subwoofer (InControl Touch Pro).



QUANTO CUSTA?
O Range Rover Evoque é vendido na versão de entrada, SE, por R$ 229.427, e na intermediária SE Dynamic por R$ 244.427. A versão testada, HSE Dynamic, custa R$ 253.827.



NOTAS (0 A 10)

Desempenho 9
Espaço interno 8
Porta-malas 8
Suspensão/direção 9
Conforto/ergonomia 10
Itens de série/opcionais 10
Segurança 10
Estilo 10
Consumo 7
Tecnologia 10
Acabamento 9
Custo/benefício 8

Tags: land rover range rover evoque hse 2.0 crossover utilitário-esportivo teste vrum estado de minas

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação