Além do bom desempenho, VW Polo Highline 200 TSI traz moderno pacote de conteúdo

Testamos a versão nervosinha do compacto premium da Volkswagen. Novo Polo reúne predicados para se dar bem no nosso mercado, até o preço

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 27/10/2017 14:40 / atualizado em 27/10/2017 16:44 Pedro Cerqueira /Estado de Minas
Jair Amaral/EM/D.A Press

Não é de hoje que o Volkswagen Polo é reconhecido como uma das melhores traduções da designação “compacto premium”. O bom acabamento e a generosa oferta de itens de desejo do consumidor sempre o colocaram como uma opção interessante de aquisição. Porém, agora em sua sexta geração, o modelo chega à sua melhor forma no mercado brasileiro trazendo boas opções de motor e plataforma que melhoram a segurança e o conforto de quem está a bordo. Para ver o que de melhor o Polo tem a oferecer, testamos a versão Highline, topo de linha, com quase todos os opcionais disponíveis.

Por enquanto, a cor de lançamento amarelo Cúrcuma não está disponível para venda - Jair Amaral/EM/D.A Press Por enquanto, a cor de lançamento amarelo Cúrcuma não está disponível para venda

O principal apelo das versões de topo é o motor 1.0 TSI flex (turbo e injeção direta), que agora ganhou a denominação 200 TSI em alusão ao torque disponível na unidade Newton-metro. E é o bom torque e sua totalidade disponível já com 2.000rpm o principal predicado deste propulsor. Na cidade e na estrada, existe força disponível a todo momento, e com funcionamento suave. As rotações só sobem nas ultrapassagens ou retomadas, que são instantâneas, mérito da boa gestão do câmbio automático de seis marchas, que não demora a engatar a relação mais adequada para cada momento. Por este motivo, nem dá muita vontade de fazer trocas manuais, que podem ser feitas por meio de aletas atrás do volante.

A suspensão acompanha o ritmo do motor, dando confiança nas curvas, mas sem prejudicar o conforto aos passageiros. E olha que as rodas de 17 polegadas (opcionais) “calçam” pneus de perfil baixo. A direção tem assistência elétrica, com pesos adequados em todas as situações, e a agilidade do compacto é notável. Também merece elogio o bom isolamento acústico.

Visual atlético é formato por vincos e linhas retas - Jair Amaral/EM/D.A Press Visual atlético é formato por vincos e linhas retas

DENTRO O acabamento é simples, mas esmerado. Para quebrar a monotonia de tanto plástico preto, um aplique prateado emoldura a tela do sistema multimídia e as saídas de ar. Os bancos revestidos em tecido evocam jovialidade (o couro acrescentaria R$ 800). Couro se faz presente no volante e no acabamento das alavancas de câmbio e do freio de estacionamento. Tapetes acarpetados e apliques em tecido nos painéis das portas dão um toque de capricho. A Volkswagen só vacilou no plástico usado no console central, que tem aparência ruim.

Opcionais apenas para a versão de topo, painel de instrumento digital funciona integrado ao sistema multimídia Discover Media - Jair Amaral/EM/D.A Press Opcionais apenas para a versão de topo, painel de instrumento digital funciona integrado ao sistema multimídia Discover Media

O espaço interno é bom para quatro ocupantes. Como sempre, o passageiro traseiro central não conta com conforto. Em compensação, há saída de ar-condicionado atrás. O assento traseiro tem boa altura em relação ao assoalho, apoiando bem as pernas. O porta-malas tem boa capacidade e abriga o estepe de uso temporário. O pacote de opcionais oferece um divisor na área de bagagem, para aproveitar melhor o espaço, além de uma rede para evitar que objetos sem apoio fiquem indo de lá pra cá. Incomoda no manuseio do espaço de carga a falta de uma maçaneta, o que te obriga a ter a chave sempre à mão ou abrir o compartimento por um botão no painel.

Porta-malas tem sistema de ajuste variável de espaço, mas é opcional - Jair Amaral/EM/D.A Press Porta-malas tem sistema de ajuste variável de espaço, mas é opcional

EQUIPAMENTOS O item de série da versão que mais se destaca é a chave presencial para destravamento das portas e ignição por botão. Já o pacote de opcionais que equipa a unidade testada custa R$ 4.500 e traz equipamentos que são a cereja do bolo, como a boa central multimídia com navegação e o painel de instrumentos configurável (leia mais adiante sobre eles). Ainda se destacam nesse pacote os faróis com ajuste automático de intensidade, rodas de 17 polegadas, câmera traseira e os sensores de chuva e crepuscular. Vale falar que, pelo menos por enquanto, a Volkswagen não vai comercializar o Polo na cor de lançamento, amarelo-cúrcuma (essa das fotos).

Apoios de cabeça e cintos de três pontos para todos os ocupantes - Jair Amaral/EM/D.A Press Apoios de cabeça e cintos de três pontos para todos os ocupantes

CONCORRENTES Nesta versão topo de linha, os principais adversários do Polo são o Fiat Argo 1.8 Precision e o Ford Fiesta 1.0 Titanium Plus Ecoboost. Junto com a plataforma reformulada, o concorrente da Fiat também herdou a rixa que o Polo tinha com o finado Punto. O motor 1.8 até supera o 1.0 TSI em potência, mas perde em torque. O Argo é 117kg mais pesado, o que decreta a performance inferior e o maior consumo de combustível. Esta versão de topo do Argo também perde em nível de equipamentos.

Já o Fiesta também tem motor 1.0 turbo, com performance menos afiada que a do Polo. Como o propulsor da Ford só trabalha com gasolina, leva vantagem no quesito consumo. A versão de topo do Fiesta é mais cara que a do Polo, trazendo a mais airbags de cortina e de joelho, além de bancos revestidos em couro. Vale lembrar a quem sempre sonhou ter um VW Golf que o preço de um Polo todo equipado resvala na versão de entrada do médio, que traz o mesmo motor, mas com câmbio manual. Porém, para quem está mais ligado em conteúdo, o Polo “equipadaço” leva a melhor contra o Golf espartano (que não é tão espartano assim).


CONECTIVIDADE
Disponível apenas como opcional, ainda assim só para esta versão topo de linha do VW Polo, o sistema de infotainment Discover Media funciona a partir de uma tela tátil de 8 polegadas. Trata-se de uma das mais completas centrais multimídia disponíveis. As mídias disponíveis são DVD, rádio, Bluetooth (com streaming), entradas USB e SD. Além de telefonia e navegação, é possível baixar aplicativos. O comando por voz de todas as funções são a cereja do bolo, garantindo segurança. O Polo traz de série um suporte com tomada USB integrada para fixar o smartphone com eficiência e segurança. Outro opcional interessante da versão testada é o Active Info Display, que nada mais é que o painel de instrumentos digital, numa tela de 10 polegadas com alta definição de imagem. Ali é possível configurar os instrumentos e as informações que serão projetadas de acordo com a preferência do motorista, trabalhando de forma complementar à central multimídia.

O eficiente motor 1.0 TSI, com turbo e injeção direta de combustível - Jair Amaral/EM/D.A Press O eficiente motor 1.0 TSI, com turbo e injeção direta de combustível

FICHA TÉCNICA


MOTOR
Dianteiro, transversal, três cilindros em linha, 12 válvulas, 999cm³ de cilindrada, flex, turbo, que desenvolve potências máximas de 116cv (com gasolina) e 128cv (com etanol) a 5.500rpm e torque máximo de 20,4kgfm (g/e) entre 2.000rpm e 3.500rpm

TRANSMISSÃO

Tração dianteira, com câmbio automático de seis velocidades

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira, independente tipo McPherson; e traseira interdependente, com braços longitudinais/ de liga leve de 6,5 x 17 polegadas (opcional) / 205/50 R17

DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica

FREIOS
Com discos ventilados na dianteira e discos sólidos na traseira, com assistência ABS

CAPACIDADES
Do tanque, 52 litros; e de carga útil (passageiros mais bagagem), 433 quilos

Roda de 17 polegadas e pneu perfil baixo - Jair Amaral/EM/D.A Press Roda de 17 polegadas e pneu perfil baixo

EQUIPAMENTOS

DE SÉRIE

Airbags dianteiros e laterais; controle eletrônico de estabilidade, tração e bloqueio eletrônico do diferencial; sistema Isofix/Top tether para fixação de assentos infantis; cintos de segurança de três pontos e apoios de cabeça para todos os ocupantes; assistente para partida em aclive; sensores de estacionamento traseiros; luz de condução diurna em LED; faróis de neblina com luz de conversão estática; desembaçador, limpador e lavador do vidro traseiro; alarme; ar-condicionado digital; acesso ao veículo sem o uso da chave e botão para partida do motor; revestimentos dos bancos em tecido; retrovisores eletricamente ajustáveis com função tilt down no lado direito; controle automático de velocidade; banco traseiro com encosto rebatível bi-partido; banco do motorista com ajuste de altura; coluna de direção com ajuste de altura e profundidade; descanso de braço dianteiro com porta-objetos, saídas de ar traseiras e portas USB; para-sóis com espelhos iluminados para motorista e passageiro; porta-luvas iluminado e refrigerado; volante multifuncional em couro com shift paddles; suporte para celular com entrada USB; vidros elétricos dianteiros e traseiros com função “um toque” nos dianteiros; sistema de som "Composition Touch" com App-connect; antena no teto; 4 alto-falantes e 2 tweeters; rodas de liga leve 16" Design Avalanche; Pneus 195/55 R16.


OPCIONAL
Pintura metálica (R$ 1.450); Technology Pack (R$ 4.500): sensores de estacionamento dianteiros e traseiros; porta-malas com sistema de ajuste variável de espaço; antena Diversity; comando de voz; controle da pressão dos pneus; câmera traseira; detector de fadiga; espelho retrovisor interno antiofuscante; farol com ajuste automático de intensidade e função coming/leaving home; instrumento combinado digital (Active Info Display); pneus 205/50 R17; rede no porta-malas; rodas de liga leve 17" Design Razor; sensor de chuva e crepuscular; sistema de navegação; sistema multimídia Discover Media.


QUANTO CUSTA
O Volkswagen Polo Highline 200 TSI tem preço sugerido de R$ 69.190. Com os equipamentos descritos, a unidade testada custa R$ 75.140.


Notas (0 a 10)

Desempenho 9
Espaço interno 8
Porta-malas 8
Suspensão/direção 8
Conforto/ergonomia 8
Itens de série/opcionais 9
Segurança 9
Estilo 8
Consumo 8
Tecnologia 9
Acabamento 8
Custo/benefício 9



VW POLO HIGHLINE x CONCORRENTES


VW POLO HIGHLINE 200 TSI x FIAT ARGO PRECISION 1.8 AT6 x FORD FIESTA TITANIUM PLUS ECOBOOST

Potência (cv) 116 (g)/128 (e) 135 (g)/139 (e) 125 (g)
Torque (kgfm) 20,4 (g/e) 18,8 (g)/19,3 (e) 17,3 (g)
Dimensões (A x B x C x D) (m) (*) 4,06x1,75x1,47x2,56 4,00x1,75x1,50x2,52 3,97x1,72x1,46x2,49
Peso (kg) 1.147 1.264 1.178
Porta-malas (litros) (**) 300 300 281
Velocidade máxima (km/h) (**) 187 (g)/192 (e) 189 (g)/191 (e) ND
Aceleração até 100km/h (s) (**) 10,1 (g)/9,6 (e) 11,1 (g)/10,4 (e) ND
Consumo cidade (km/l) (***) 11,6 (g)/8 (e) 10,1 (g)/7,1 (e) 12,2 (g)
Consumo estrada (km/l) (***) 14,1 (g)/9,8 (e) 13,2 (g)/9,5 (e) 15,3 (g)
Preço (R$) 69.190 67.800 73.990

(*) A: comprimento; B: largura; C: altura; e D: entre-eixos
(**) Dados dos fabricantes
(***) Dados do Inmetro
(g) gasolina; (e) etanol
ND: Não disponível

Tags: cerqueira pedro vrum teste highline tsi polo wv volkswagen

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
16 de janeiro de 2018
08 de janeiro de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação