As aparências enganam

Sem ousadia no desenho, Mercedes-Benz Classe E 250 Avantgarde oferece bem mais do que parece ser

Testamos o luxuoso sedã da marca alemã, que tem estilo discreto, mas não economiza na sofisticação e no acabamento de qualidade, além de proporcionar desempenho empolgante

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 08/01/2018 15:33 Enio Greco /Estado de Minas

O sedã de luxo segue o padrão da marca alemã, com desenho discreto de linhas sóbrias - Juarez Rodrigues/EM/D.A Press O sedã de luxo segue o padrão da marca alemã, com desenho discreto de linhas sóbrias
 

Ele está longe de ser um integrante da geração millenium e tampouco tem o visual descolado preferido da galera, mas quem tem a oportunidade de conhecê-lo não demora a se impressionar. Apesar do estilo germânico com pouca ousadia em suas linhas, o Mercedes-Benz Classe E 250 não esconde ao que veio. É um sedã médio-grande do tipo executivo, feito para quem não abre mão do conforto, tecnologia e bom desempenho. Traz uma ampla lista de equipamentos de série, que inclui sistemas de condução semiautônoma e de segurança. O preço cabe no bolso de poucos, mas, pelo que oferece, o sedã tem boa relação custo/benefício e conteúdo para encarar a concorrência sem medo.

As formas são equilibradas e os detalhes cromados estão por toda parte - Juarez Rodrigues/EM/D.A Press As formas são equilibradas e os detalhes cromados estão por toda parte

O Mercedes-Benz Classe E não é o tipo de carro que chega chegando, impressionando pelo visual. O sedã tem linhas discretas, pouco rebuscadas, com a grade frontal composta por duas barras paralelas tipo hélice e a estrela de três pontas no centro. Os faróis multibeam com LEDs têm desenho simples e dimensões menores. A frente é longa e as laterais são lisas, com frisos cromados emoldurando as janelas. A traseira tem formas mais arredondadas, também com frisos cromados e dupla saída de escape com bocal de alumínio.

 

 

A tampa do porta-malas traz o sistema de mãos livres e pode ser aberta e fechada com um simples movimento do pé sob o para-choque traseiro. A unidade testada estava com um estepe com as mesmas dimensões das rodas de uso, ensacado e preso dentro do porta-malas, roubando boa parte do espaço para bagagem. Mas é apenas uma opção. Quem quiser pode usar o compressor e a cola que ficam em compartimento no assoalho do porta-malas, que faz o reparo instantâneo do furo até a chegada ao borracheiro.

Com distância entre-eixos de 2,93m, o sedã alemão tem linha de cintura suavemente elevada - Juarez Rodrigues/EM/D.A Press Com distância entre-eixos de 2,93m, o sedã alemão tem linha de cintura suavemente elevada

PULSANDO Para entrar no sedã não precisa tirar a chave do bolso. Basta encostar a mão na maçaneta. O interessante é que, apesar de ser um automóvel moderno, preserva algumas coisas de modelos antigos, como os pinos das travas das portas. É um carro mais baixo, exigindo um certo esforço para entrar e se acomodar no banco. A posição de dirigir é boa e os comandos estão todos ao alcance do motorista, muitos deles no volante, que tem regulagens elétricas e é revestido em couro. E para dar a partida, um detalhe chama a atenção. O botão start/stopo engine tem uma luz vermelha que fica pulsando no ritmo do batimento cardíaco, indicando que a máquina está pronta para funcionar.

O interior é espaçoso e o acabamento é feito com materiais nobres - Juarez Rodrigues/EM/D.A Press O interior é espaçoso e o acabamento é feito com materiais nobres

O ambiente da cabine aumenta o prazer de dirigir. O sedã tem acabamento muito sofisticado, com materiais de ótima qualidade, com couro nos bancos e portas. O painel é coberto por material emborrachado e tem detalhe em fibra de carbono e um filete de luz que contorna toda a sua extensão e as portas, sendo que as cores podem ser alternadas. O espaço interno é muito bom, mas como é um sedã executivo, o conforto é pensado para quatro pessoas. Na frente os bancos contam com comandos elétricos, inclusive para o ajuste lombar e o extensor do assento. Os ajustes ficam nas portas dianteiras e contam com três posições de memória.

O console concentra a maioria dos comandos e no painel a central multimídia tem tela de 12,3 polegadas - Juarez Rodrigues/EM/D.A Press O console concentra a maioria dos comandos e no painel a central multimídia tem tela de 12,3 polegadas

No banco traseiro duas pessoas se acomodam com muito conforto e contam com saídas do ar-condicionado no console e nas colunas laterais, com regulagem da temperatura e ventilação. Ali existem todos os itens de segurança para três pessoas (além de Isofix e Top Tether), mas o túnel no assoalho e a saliência na parte central do banco comprometem o espaço.
Banco traseiro privilegia o conforto  para os passageiros das extremidades - Juarez Rodrigues/EM/D.A Press Banco traseiro privilegia o conforto para os passageiros das extremidades

NO CONSOLE No console, o motorista tem vários comandos e precisa tomar cuidado para não se perder diante de tantas possibilidades. Ali ele encontra o seletor de modos de condução: Dynamic, Individual, Sport, Sport+, Comfort e Eco, que podem deixar o carro com reações mais esportivas, ou mais confortável para o trânsito urbano, ou ainda priorizando a economia de combustível. Há também teclas para ativar/desativar a câmera de ré e o sistema start/stop, que desliga e religa o motor em paradas.

Se optar por usar o estepe do tamanho normal, só mesmo ensacado e amarrado no porta-malas - Juarez Rodrigues/EM/D.A Press Se optar por usar o estepe do tamanho normal, só mesmo ensacado e amarrado no porta-malas

O moderno e o antigo se misturam no interior do Classe E. Além do relógio com ponteiros, o painel tem instrumentos analógicos e uma tela digital, ambos de fácil visualizar. O freio de estacionamento é elétrico, mas a alavanca do câmbio automático fica na coluna de direção, como em modelos mais antigos (lembra da Vemag?). Para compensar o detalhe retrô, o Classe E tem também a opção das aletas para trocas de marchas atrás do volante.
Mas há a opção do kit de reparos para o pneu que furar, que dispensa o estepe - Juarez Rodrigues/EM/D.A Press Mas há a opção do kit de reparos para o pneu que furar, que dispensa o estepe

DIRIGINDO Outro destaque do sedã alemão é o conjunto mecânico. Com seus 211cv, o motor garante bom desempenho e não se intimida com os 1.615 quilos do carro. As arrancadas e retomadas de velocidade são fortes e seguras, proporcionando uma dirigibilidade prazerosa. O câmbio automático de nove velocidades tem ainda os modos sport e sport , nos quais as mudanças de marchas ocorrem em rotações mais elevadas, deixando o sedãnzão ainda mais nervoso. E para quem curte esportividade ao volante, vale colocar o seletor do modo de condução na posição Dynamic, para constatar como o sedã com cara de pacato pode proporcionar uma pegada mais agressiva.

Motor 2.0 com turbocompressor garante bom desempenho ao sedã - Juarez Rodrigues/EM/D.A Press Motor 2.0 com turbocompressor garante bom desempenho ao sedã

E tudo isso pode ser feito com total segurança, graças às suspensões bem calibradas e ao auxílio da eletrônica. O carro faz curvas sem sustos, mas tem um rodar mais duro, transferindo um pouco as irregularidades do solo. Os pneus de perfil baixo contribuem um pouco para isso. A direção com assistência elétrica também foi bem calibrada e tem o peso certo para as manobras no trânsito e na estrada. Os freios contam com discos enormes e muita tecnologia para não ter surpresas desagradáveis.

SEMIAUTÔNOMO O Classe E 250 traz ainda alguns sistemas de condução semiautônoma. Um deles é o drive Pilot, que permite que o sedã faça a leitura das faixas na via e por meio de sensores reconheça o carro que está à sua frente. Com isso, ele acelera e freia de acordo com a distância em relação ao outro veículo, e até faz curvas. Mas o motorista tem que manter as mãos ao volante, pois do contrário é alertado por uma mensagem no painel e avisos sonoros. Se o sistema perceber que o motorista não reage, pode até parar o carro e acionar o pisca alerta. O modelo conta ainda com o assistente de estacionamento, que procura a vaga e faz a manobra para o motorista.

 

Já o sistema Pre-Safe detecta a possibilidade de um acidente e atua antes que aconteça. Se o motorista não esboçar reação, o sistema aciona os freios. E se o acidente for inevitável, as janelas são automaticamente fechadas e os bancos dianteiros ajustados para a posição mais segura, antes do impacto. O carro conta ainda com sistemas que detectam a presença de pedestres e ciclistas, além do cansaço do motorista, atuando automaticamente para evitar atropelamentos e batidas.
No geral, o Mercedes-Benz Classe E 250 é um sedã completo e com bom conjunto mecânico. Seu motor é o de menor potência entre os concorrentes – Audi A6, BMW Série 5 e Jaguar XF –, mas o torque é basicamente o mesmo. Em termos de economia de combustível, o modelo da marca da estrela de três pontas oferece o melhor resultado. Fora isso, são automóveis com o mesmo nível de sofisticação e tecnologia. Mas o Mercedes é um pouco mais caro.

CONECTIVIDADE Quem olha para o painel do Mercedes-Benz Classe E 250 Avantgarde e detecta a presença de um pequeno relógio analógico, pode ter uma primeira impressão equivocada. O sedã luxuoso esbanja tecnologia e não decepciona quem gosta de se manter conectado. Ele traz no painel uma moderna central multimídia com ampla tela tátil, de 12,3 polegadas, que pode ser dividida em duas seções, permitindo visualizar o mapa do GPS em uma extremidade e as informações do carro em outra. O equipamento tem conectividade fácil com players de mídia e smartphones via Bluetooth (Apple CarPlay e Android Auto), e o acesso à internet é otimizado pela rede Wlan. O sistema pode ser acessado diretamente na tela ou por meio de uma alavanca no console, parecida com um joystick, que tem a superfície tátil. Tem ainda um botão giratório com a mesma função. Com tudo isso, motorista e passageiros podem usufruir de diferentes mídias para ouvir música, com áudio de alta definição, além de contar com um sistema de navegação descomplicado.

As rodas de liga leve aro 18 polegadas são calçadas com pneus de medida 245/45 - Juarez Rodrigues/EM/D.A Press As rodas de liga leve aro 18 polegadas são calçadas com pneus de medida 245/45


FICHA TÉCNICA

MOTOR
Dianteiro, longitudinal, quatro cilindros em linha, 1.991cm³ de cilindrada, com turbocompressor e injeção direta de gasolina, que desenvolve potência de 211cv a 5.500rpm, e torque de 35,7kgfm entre 1.200rpm e 4.000rpm

TRANSMISSÃO
Tração traseira, com câmbio automático 9G-Tronic de nove velocidades

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira, independente, do tipo McPherson, com braços sobrepostos; e traseira independente, multlink/de liga leve de 7,5x18 polegadas/245/45 R18

DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica

FREIOS
A discos ventilados na dianteira e na traseira, com ABS, Adaptative Brake (ABR), distribuição eletrônica da força de frenagem (EBD), controle de tração na aceleração (ASR), controle eletrônico de estabilidade (ESP), tração eletrônica em cada roda (ETS), assistente de freio (BAS), assistente de partida em subida (HSA), brake drying e função hold.

CAPACIDADES
Do tanque, 57 litros; e de carga útil (passageiros mais bagagem), 640 quilos


EQUIPAMENTOS

DE SÉRIE Sete aibags (dianteiros, laterais, de cabeça e um de joelho), bancos dianteiros com ajustes elétricos, Attention Assist, conectividade com players de mídia e smartphones via Bluetooth, entrada USB e auxiliar, controle de cruzeiro com limitador de velocidade SpeedTronic, relógio analógico, sistema de segurança ativo Pre-Safe, Isofix, volante multifuncional, paddle-shifts para mudança de marcha, Tirefit, Dynamic Select, Adaptive brake lights, faróis multibeam adaptativos LED, rodas de liga leve 18 polegadas, pneus run flat, câmera traseira, Driving Assitance Package, assistente ativo de estacionamento com câmera de ré, steering assist, antena para GPS, coluna de direção e retrovisores externos eletricamente ajustáveis, com memória, pacote Stowage, teto solar, touchpad com controller, monitoramento da pressão doss pneus, Agility Control, retrovisores externos rebatíveis, Comand Online, ar-condicionado Thermotronic de três zonas, Hands-free access, pacote luzes internas, fechamento remoto da tampa do porta-malas, sistema de monitoramento interno e Keyless-go.

OPCIONAIS: Não tem.



QUANTO CUSTA
O Mercedes-Benz Classe E 250 é vendido na versão Exclusive por R$ 328.900. Já a versão testada, a Avantgarde, tem preço sugerido de R$ 339.900.


Notas (0 a 10)

Desempenho 10
Espaço interno 8
Porta-malas 8
Suspensão/direção 8
Conforto/ergonomia 9
Itens de série/opcionais 10
Segurança 10
Estilo 10
Consumo 8
Tecnologia 10
Acabamento 10
Custo/benefício 9


            MERCEDES-BENZ CLASSE E 250 X CONCORRENTES

 MERCEDES-BENZ CLASSE E 250 AVANTGARDE BMW 530I M SPORT 2.0 TURBO AUDI A6 AMBIENTE 2.0 TFSI JAGUAR XF R-SPORT 2.0 TURBO

Potência (cv)         211                     252             252                 250
Torque (kgfm) 35,7 35,7 37,7 34,7
Dimensões (A x B x C x D) (m) (*) 4,92x1,85x1,47x2,93     4,93x1,86x1,47x2,97         4,93x1,87x1,45x2,91         4,96x1,87x1,45x2,96
Peso (kg)         1.615                     1.540             1.595                 1.628
Carga útil (kg)     640                     660             580                 585
Porta-malas (litros) (**) 540                     390             530                 540
Velocidade máxima (km/h) (**) 250                 250             250                 244
Aceleração até 100km/h (s) (**) 6,9                 6,2             6,7                 6,6
Consumo cidade (km/l) (***) 9,5                 7,3             8,3                 8,7
Consumo estrada (km/l) (***) 13,4                 11,3             9,5                 12,2
Preço (R$)         339.900                 328.950         306.990             280 mil


(*) A: comprimento; B: largura; C: altura; e D: entre-eixos
(**) Dados dos fabricantes
(***) Dados do Inmetro
(g) gasolina; (e) etanol

Tags: vrum teste 2018 alemão sedã avantgarde 250 e classe mercedes-benz

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe