Teste

Com preço atraente, versão de topo do Fiat Cronos tem muitos predicados e alguns deslizes

Ele não tem o melhor desempenho, não é o mais espaçoso e nem o mais bem equipado, mas também não decepciona nesses quesitos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 20/04/2018 15:56 / atualizado em 20/04/2018 17:01 Pedro Cerqueira /Estado de Minas
Edésio Ferreira/EM/D.A Press

Lançado na primeira quinzena de março, o Fiat Cronos faz parte de um grupo de sedãs compactos que recebem a chancela de “premium” (favor não confundir com marcas premium!). Os requisitos para entrar nesse clubinho são variados – como apresentar um padrão de acabamento um pouco melhor que os modelos de entrada, pertencer a uma marca cultuada, além de ter distância entre-eixos maior que a média dos compactos –, mas não é preciso necessariamente reunir todos esses predicados. Para saber tudo que o novo sedã fabricado na Argentina pode oferecer, testamos sua versão mais sofisticada, e com quase todos os itens disponíveis como opcionais (só faltaram os airbags laterais dianteiros).

Distância entre-eixos é a mesma do hatchback Argo - Edésio Ferreira/EM/D.A Press Distância entre-eixos é a mesma do hatchback Argo

Com pegada esportiva, as linhas do Cronos são ainda mais agressivas do que as do hatchback Argo, já que é preciso mais esforço para tirar o carma de “tiozão” dos sedãs. Apesar da dianteira musculosa, o porte do Cronos é de compacto mesmo, com lateral discreta e traseira curta. O modelo é o que apresenta menor comprimento entre os concorrentes diretos, mas suas proporções são muito harmoniosas. A traseira merece destaque não só pelas belas lanternas horizontais, mas por cada curva que compõe o seu desenho. As rodas de 17 polegadas da unidade testada são opcionais.

Lanternas horizontais em LED são destaque na traseira - Edésio Ferreira/EM/D.A Press Lanternas horizontais em LED são destaque na traseira

DENTRO Apesar de ter a segunda menor distância entre-eixos entre os concorrentes diretos, o espaço interno é bom em se tratando de um compacto. Um dos truques usados para esta façanha são os assentos curtos, que, por não oferecer bom apoio às pernas, causam desconforto aos ocupantes. O banco traseiro tem bom espaço para até dois ocupantes, que não podem ser muito altos, devido à “queda” do teto. O porta-malas tem volume de 525 litros e ainda guarda o estepe (de uso temporário), outro feito da engenharia. Para levar objetos longos, é possível rebater o banco traseiro (fracionado 70%/30%), porém, como em todo sedã, tanto o espaço de abertura do porta-malas quanto o vão do habitáculo são restritos. Nesta situação, a superfície não fica plana.

Espaço traseiro é bom, mas assento não apoia bem as pernas - Edésio Ferreira/EM/D.A Press Espaço traseiro é bom, mas assento não apoia bem as pernas

O painel de instrumentos traz como opcional tela de sete polegadas, que enriquece o interior. A tela flutuante do sistema multimídia também causa o mesmo efeito. O acabamento abusa do uso do plástico, com diferentes texturas e toque agradável. A unidade testada tinha como opcional bancos forrados em couro e generoso aplique desse material nos painéis das portas dianteiras. A forração do teto tem tecido com aspecto pobre. Já os tapetes mesclam borracha e carpete.

Ar-condicionado digital e bancos em couro são opcionais - Edésio Ferreira/EM/D.A Press Ar-condicionado digital e bancos em couro são opcionais

RODANDO A performance do motor 1.8 E.torQ é OK. O câmbio automático de seis marchas tem obsessão por manter as rotações do motor baixas, com foco no menor consumo de combustível, o que atrasa um pouco a resposta de retomada. Porém, à medida que se pega mais intimidade com o veículo, nota-se que para abreviar as respostas é preciso apelar para o kick-down. Talvez fosse interessante ter um modo esportivo que proporcione as trocas de marcha em giros mais altos, deixando o veículo mais preparado para reagir.

Display de 7 polegadas do painel de instrumentos é opcional - Edésio Ferreira/EM/D.A Press Display de 7 polegadas do painel de instrumentos é opcional

A 1ª marcha é tão reduzida que não é usada nem em subidas íngremes e longas. Já a 6ª é tão desmultiplicada que, a 120km/h, o motor está com 2.500rpm. Se quiser assumir esta função, é possível trocar marchas manualmente pelas aletas atrás do volante, ou mesmo na própria alavanca de câmbio. Um dos destaques do Cronos são as suspensões, que proporcionam bastante conforto aos ocupantes, o que não deixa de ser uma surpresa para os pneus com perfil baixo (opcional), mas sem abrir mão do bom desempenho nas curvas. A direção tem assistência elétrica, com carga adequada para cada situação.

Segurança básica para todos no banco traseiro: cintos de segurança de três pontos, apoios de cabeça e sistema Isofix para fixar assento infantil - Edésio Ferreira/EM/D.A Press Segurança básica para todos no banco traseiro: cintos de segurança de três pontos, apoios de cabeça e sistema Isofix para fixar assento infantil

EQUIPAMENTOS
Apesar de sua versão de topo ter preço relativamente competitivo em relação aos concorrentes, quem leu até aqui percebeu que vários dos destaques do Cronos são opcionais que elevam bastante seu preço. Para completar essa lista, ainda vale citar o sistema Keyless Entry'n'Go, com partida do motor por botão e destravamento das portas por chave presencial, retrovisores com rebatimento elétrico, ar-condicionado, sensores de chuva e crepuscular e até câmera de ré. De série, os destaques dessa versão Precision são sistema multimídia (sem navegação nativa), controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa e rodas de 16 polegadas.

Porta-malas é espaçoso e ainda guarda o estepe, que é de uso temporário - Edésio Ferreira/EM/D.A Press Porta-malas é espaçoso e ainda guarda o estepe, que é de uso temporário

CONCORRENTES Levando em consideração os itens de série das versões escolhidas, na mesma faixa de preço, o VW Virtus 200 TSI Comfortline custa mais que o Cronos, mas traz itens – como quatro airbags, sistema Keyless e bloqueio do diferencial traseiro – que podem compensar essa diferença. Outros dois concorrentes também custam mais que o Cronos testado e trazem itens que se destacam: o Toyota Etios Sedã 1.5 Platinum tem bancos revestidos em couro e sistema multimídia com navegação; enquanto o Ford Fiesta Sedan 1.6 SEL é o único que oferece ar-condicionado digital de série. Por fim, o Honda City 1.5 LX fica pra trás pela falta de alguns itens, como controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa e até sensores traseiros de estacionamento, além de não ser uma barbada.



CONECTIVIDADE
O sistema Uconnect tem tela tátil de sete polegadas. As mídias disponíveis são rádio, Bluetooth (com streaming), entradas USB e auxiliar. A função de telefonia disponibiliza comando por voz e leitura de mensagens SMS (em desuso). A central permite espelhamento com smartphones (quando compatíveis) pelos sistemas Android Auto e Apple CarPlay, possibilitando usar aplicativos como o Waze, já que não existe navegação nativa.

Edésio Ferreira/EM/D.A Press

FICHA TÉCNICA

MOTOR
Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 16 válvulas, 1.747cm³ de cilindrada, flex, que desenvolve potências máximas de 135cv (com gasolina) e 139cv (com etanol) a 5.750rpm e torques máximos de 18,8kgfm (g) e 19,3kgfm (e) a 3.750rpm

TRANSMISSÃO
Tração dianteira, com câmbio automático de seis velocidades

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira, independente tipo McPherson, com braços oscilantes inferiores transversais e barra
estabilizadora; e traseira tipo eixo de torção, com rodas semi-independentes/ de liga leve de 6,5 x 17 polegadas (opcional) / 205/45 R17

DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica

FREIOS
Com discos ventilados na dianteira e tambores na traseira, com assistência ABS

CAPACIDADES
Do tanque, 48 litros; e de carga útil (passageiros mais bagagem), 400 quilos


Rodas de 17 polegadas são opcionais - Edésio Ferreira/EM/D.A Press Rodas de 17 polegadas são opcionais

EQUIPAMENTOS

DE SÉRIE
Airbags frontais; freios ABS com EBD; controles de estabilidade e tração; sinalização de frenagem de emergência; sistema Isofix para fixação de assento infantil; assistente de partida em rampa; cintos de segurança retráteis de três pontos e apoios de cabeça para todos os ocupantes; sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico; ar-condicionado; banco do motorista com regulagem de altura; banco traseiro bipartido 60/40 e rebatível; travas elétricas; vidros elétricos dianteiros e traseiros; volante com regulagem de altura e distância; apoia braço para motorista; alarme; computador de bordo; retrovisores elétricos com função Tilt Down e setas integradas; monitoramento de pressão dos pneus; chave canivete; câmbio tipo borboleta com trocas de marchas atrás do volante; direção elétrica progressiva; espelhos nos para-sóis; estepe de uso emergencial; faróis de neblina; iluminação do porta-malas; maçanetas e frisos das portas cromados; piloto automático; quadro de instrumentos de 3,5 polegadas; rodas de liga leve 16 polegadas; pneus 195/55 R16; volante com comandos de rádio e telefone; segunda porta USB para passageiro traseiro; quatro alto-falantes, dois tweeters e antena; central multimídia Uconnect de sete polegadas.

OPCIONAL
Pintura metálica (R$ 1.700); Kit Tech (R$ 3.990), Keyless entry'n'go, retrovisores externos com rebatimento elétrico e luz de conforto, ar-condicionado digital; quadro de instrumentos de alta resolução TFT de sete polegadas; sensor de chuva; sensor crepuscular; retrovisor eletrocrômico; câmera de ré (R$ 650); Kit Stile (R$ 3.100), bancos revestidos em couro e rodas de liga leve de 17 polegadas com pneus 205/45 R17.

QUANTO CUSTA
O Fiat Cronos 1.8 Precision tem preço sugerido de R$ 69.990. Com os equipamentos descritos, a unidade testada custa R$ 79.430.


Notas (0 a 10)
Desempenho 7
Espaço interno 8
Porta-malas 9
Suspensão/direção 9
Conforto/ergonomia 8
Itens de série/opcionais 7
Segurança 8
Estilo 8
Consumo 7
Tecnologia 8
Acabamento 8
Custo/benefício 8



FIAT CRONOS x CONCORRENTES

FIAT CRONOSPRECISION 1.8 AT6 x VW VIRTUS COMFORTLINE 200 TSI x HONDA CITY 1.5 LX CVT x TOYOTA ETIOS SEDÃ 1.5 PLATINUM x FORD FIESTA SEDAN SEL 1.6 AT

Potência (cv) 135(g)/139(e) 116(g)/128(e) 115(g)/116(e) 102(g)/107(e) 125(g)/128(e)
Torque (kgfm) 18,8(g)/19,3(e) 20,4(g/e) 15,2(g)/15,3(e) 14,3(g)/14,7(e) 15,8(g)/ 16(e)
Dimensões (A x B x C x D) (m) (*) 4,36x1,72x1,51x2,52 4,48x1,75x1,47x2,65 4,45x1,69x1,48x2,60 4,37x1,69x1,51x2,55 4,40x1,72x1,47x2,49
Peso (kg) 1.271 1.292 1.135 965 1.179
Porta-malas (litros) (**) 525 521 536 562 465
Velocidade máxima (km/h) (**) 195(g)/196(e) 189(g)/194(e) ND ND ND
Aceleração até 100km/h (s) (**) 10,8(g)/9,9(e) 10,4(g)/9,9(e) ND ND ND
Consumo cidade (km/l) (***) 10,3(g)/7,2(e) 11,2(g)/7,8(e) 12,3(g)/8,5(e) 12,2(g)/8,4(e) 11,1(g)/7,6(e)
Consumo estrada (km/l) (***) 13,3(g)/9,6(e) 14,6(g)/10,2(e) 14,5(g)/10,3(e) 14,9(g)/10,4(e) 14,3(g)/9,8(e)
Preço (R$) 69.990 73.490 72.500 71.150 73.060

(*) A: comprimento; B: largura; C: altura; e D: entre-eixos
(**) Dados dos fabricantes
(***) Dados do Inmetro
(g) gasolina; (e) etanol
ND: Não disponível

Tags: teste vrum cerqueira fiat cronos precision 1.8 automático at6

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe