Conforto e desempenho na caçamba

Testamos a Fiat Toro Volcano 2.0 diesel, versão intermediária da picape sucesso de vendas

Confira o teste da Fiat Toro Volcano 2.0 diesel AT9. Se por um lado o conjunto mecânico e a habitabilidade agradam, modelo tem seus pontos negativos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 25/09/2018 18:11 / atualizado em 26/09/2018 10:55 Pedro Cerqueira /Estado de Minas

Com dois anos e meio de mercado, o modelo é o segundo comercial leve mais vendido do país - Edésio Ferreira/EM/D.A Press Com dois anos e meio de mercado, o modelo é o segundo comercial leve mais vendido do país
 

A Fiat Toro foi lançada no início de 2016, surpreendendo pelo design ousado e o porte intermediário, entre as compactas e as médias. Com dois anos e meio de mercado, o modelo é o segundo comercial leve mais vendido do país, atrás apenas da irmã Strada. Chama a atenção o percentual de vendas diretas da picape. Das 38.460 unidades emplacadas neste ano, até o término de agosto, nada menos que 31.651 foram vendidas para pessoa jurídica, ou seja, 82%. No caso da compacta Strada, esse número é ainda mais expressivo, mostrando que a Fiat vem tratando com agressividade esse filão. Não por acaso, a marca lidera entre os comerciais leves, com 39% das vendas registradas até agosto.

Barras longitudinais no teto e capota marítima são itens de série na picape de porte intermediário - Edésio Ferreira/EM/D.A Press Barras longitudinais no teto e capota marítima são itens de série na picape de porte intermediário

Testamos a picape na versão intermediária Volcano, que perdeu o posto de topo de linha para a recém-lançada Ranch. A habitabilidade da Toro traz o mesmo conforto de um utilitário-esportivo. O banco do motorista conta com ajustes elétricos, incluindo o lombar. Mas faltam bons porta-trecos no console central. O espaço interno é bom, porém o banco traseiro proporciona conforto a apenas dois passageiros. O assento alto em relação ao assoalho proporciona maior conforto e é destaque entre as picapes. Bancos revestidos em couro e o teto solar são opcionais.

 


O acabamento é bom, com tapetes acarpetados, plástico de boa qualidade e tecido que forra o teto com bom aspecto. Entre o conteúdo de série, destaque para abertura e partida do veículo sem chave (apenas presencial), ar-condicionado digital de dupla zona, retrovisores com rebatimento elétrico, controles de tração e estabilidade, sistema multimídia, sensor de pressão dos pneus, assistente de partida em rampa, luz diurna e cornering light. O pacote de opcionais reforça a segurança com airbags laterais, de cortina e de joelho.

Um dos destaques da Toro é a porta traseira da caçamba, que abre em duas partes - Edésio Ferreira/EM/D.A Press Um dos destaques da Toro é a porta traseira da caçamba, que abre em duas partes

Para um veículo que dificilmente será usado para o trabalho pesado, a caçamba tem bom espaço, com grande volume, graças às extremidades mais altas, o que permite levar objetos maiores com a capota marítima fechada. Em contrapartida, a visibilidade traseira é deficiente, compensada pela câmera traseira e pelos sensores de estacionamento. Além de estilosa, a tampa da caçamba com abertura dupla é leve. Faz falta no uso cotidiano um apoio de pé para ter acesso à caçamba.
O que chama a atenção no sistema Uconnect Touch Nav é a pequena tela tátil de cinco polegadas - Edésio Ferreira/EM/D.A Press O que chama a atenção no sistema Uconnect Touch Nav é a pequena tela tátil de cinco polegadas

RODANDO De forma geral, o casamento do motor a diesel com o câmbio automático de nove velocidades é muito satisfatório. Quando o veículo está sobre superfície plana, a picape arranca de segunda marcha, de tão reduzida que é a primeira. Se o motorista não “deitar o pé” no acelerador, as trocas são feitas por volta das 2.000rpm, poupando combustível. Mas, se quiser acordar a fera, basta ultrapassar esta linha para ganhar desempenho rapidamente. A única coisa que este conjunto mecânico fica devendo é uma arrancada vigorosa.

No banco traseiro o espaço proporciona conforto para apenas dois passageiros - Edésio Ferreira/EM/D.A Press No banco traseiro o espaço proporciona conforto para apenas dois passageiros

Para quem gosta, é possível trocar marchas manualmente por aletas próximas ao volante. A transmissão ainda conta com tração integral sob demanda, 4x4 permanente e reduzida, tudo comandado por um seletor giratório no console. Outro atributo para o fora de estrada é o controle de descida. A suspensão traseira tipo multilink proporciona nível superior de conforto, sem abrir mão da boa estabilidade. A direção tem assistência elétrica, com peso adequado para cada situação, mas o diâmetro de giro é grande, tirando a agilidade que o modelo poderia ter por seu porte intermediário. Na prática, isso faz com que você tenha que fazer mais manobras em ambientes menores.

CONCORRENTES O preço sugerido da Toro Volcano 2.0 diesel AT9 4x4 é de R$ 142.990. Com os opcionais listados, o preço sobe para R$ 155.280. Se levarmos em consideração apenas o porte, o concorrente direto da Toro é a Renault Duster Oroch. Porém, como este modelo não tem a opção de motor a diesel, só é possível compará-lo com a Toro flex. Se considerarmos o preço, a Toro a diesel está mais próxima das picapes médias. Pegando a versão mais básica das médias na configuração que reúne motor a diesel, câmbio automático, tração 4x4 e cabine dupla, encontramos como concorrentes a Chevrolet S10 2.8 LT (R$ 156.190), seguida pela VW Amarok 2.0 Trendline (R$ 158.690) e a Toyota Hilux 2.8 SR (R$ 160.490).

O motor 2.0 a diesel tem bom torque e fica mais bravo depois das 2.000rpm - Edésio Ferreira/EM/D.A Press O motor 2.0 a diesel tem bom torque e fica mais bravo depois das 2.000rpm

O preço médio dessas versões está muito próximo ao da unidade testada com seus opcionais. Todas essas médias trazem nível de equipamento parecido, porém inferior ao da Toro 2.0 Volcano. Além disso, para fazer uma escolha consciente, o cliente precisa levar em conta se a aplicação do veículo será mais severa, condição na qual as picapes médias, construídas sobre chassi, são mais recomendadas, ou se a Toro, com estrutura monobloco (reforçada), dá conta do recado. Outro quesito importante é o comportamento dinâmico, bastante positivo na Toro, mas que também encontra em algumas médias, como a Volkswagen Amarok, uma referência de respeito.

CONECTIVIDADE O que mais chama a atenção no sistema Uconnect Touch Nav é a pequena tela tátil de cinco polegadas. Para se ter ideia, a própria tela de alta definição do painel de instrumentos tem sete polegadas. Nela é possível visualizar o velocímetro digital, computador de bordo, informações do veículo (como a pressão dos pneus), áudio e configurações. Já o sistema multimídia traz o básico, como telefonia e navegação nativa. As mídias disponíveis são rádio, duas entradas USB, uma auxiliar e o Bluetooth, que permite acessar conteúdo em streaming. Todas as funções trazem comandos por áudio.
As rodas de liga leve são de 18 polegadas com pneus 225/60 - As rodas de liga leve são de 18 polegadas com pneus 225/60


FICHA TÉCNICA

MOTOR
Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 16 válvulas, 1.956cm³ de cilindrada, a diesel, turbo, que desenvolve potência máxima de 170cv a 3.750rpm e torque máximo de 35,7kgfm a 1.750rpm

TRANSMISSÃO
Tração integral sob demanda, com opção de tração 4x4 e reduzida; e câmbio automático de nove marchas e opção de trocas manuais por aletas ou na própria alavanca

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira, independente, tipo McPherson, com braços oscilante fixados ao subchassi e barra estabilizadora; e traseira independente, tipo multilink, com barra estabilizadora/ 6,5 x 18 polegadas (liga leve) / 225/60 R18

DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica

FREIOS
A discos ventilados na frente e tambores na traseira, com ABS

CAPACIDADES
Tanque, 60 litros; capacidade de carga (passageiro e carga), 1.000kg; ângulo de entrada/saída, 24,2°/29°; peso (kg), 1.871

DIMENSÕES (AxBxCxDxE) (m) (*) 4,91x1,84x1,68x2,99x0,20

DESEMPENHO
Velocidade máxima, 188km/h; aceleração até 100km/h, 10 segundos;
consumo 9km/l na cidade e 11,2km/l na estrada

(*) A: comprimento; B: largura; C: altura; D: entre-eixos; e E: distância mínima do solo



EQUIPAMENTOS:

DE SÉRIE – Airbags frontais; freios ABS; controle de tração e estabilidade; cinto de segurança de três pontos e apoio de cabeça para todos os ocupantes; Isofix; faróis DRL; faróis de neblina com sistema cornering; assistente de partida em rampa; controle de descida; ar-condicionado digital de dupla zona; partida remota; controlador de velocidade de cruzeiro; banco do motorista com regulagem elétrica; apoia-braço central dianteiro com porta-objetos e traseiro com porta-copos; Keyless entry'n'go; vidros elétricos dianteiros e traseiros; volante com regulagem de altura e profundidade; volante revestido em couro com comandos do rádio e alavancas de seleção das marchas tipo borboleta; sensor de pressão dos pneus; central multimídia e seis alto-falantes; câmera de ré; computador de bordo; espelho nos para-sóis com iluminação; quadro de instrumentos com tela de sete polegadas; retrovisor interno eletrocrômico; retrovisores com ajuste e rebatimento elétricos; sensores de chuva e crepuscular; sensor de estacionamento traseiro; tapetes em carpete; barras longitudinais no teto; capota marítima; iluminação e revestimento da caçamba; ganchos para amarração de carga; porta-escadas; estepe temporário; rodas de liga leve de 18 polegadas.

OPCIONAL – Pack Deluxe (R$ 9.990), com teto solar, airbags laterais, de cortina e de joelho, bancos totalmente revestidos em couro preto; pintura perolizada (R$ 2.300).

Quanto custa?
A Fiat Toro Volcano 2.0 diesel AT9 4x4 tem preço sugerido de R$ 142.990. Com os opcionais listados, o preço da unidade testada sobe para R$ 155.280.

Notas (0 a 10)

Desempenho 8
Espaço interno 8
Caçamba 9
Suspensão/direção 9
Conforto/ergonomia 8
Itens de série/opcionais 8
Segurança 9
Estilo 9
Consumo 8
Tecnologia 8
Acabamento 8
Custo/benefício 7

Tags: fiat toro volcano 2.0 diesel picape intermediária teste avaliação

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe