Publicidade

Estado de Minas

SEMA 2007 - O show dos tunados

Personalização de veículos está cada vez mais difundida e sofisticada nos Estados Unidos. Alterações são tão bem-feitas que atraem também a atenção das montadoras


postado em 03/11/2007 14:32

Ford F-450(foto: Ford/Divulgação)
Ford F-450 (foto: Ford/Divulgação)
Tunar o carro significa colocar um som mais incrementado, acessórios aerodinâmicos, novas rodas, pintura especial, além de passar, muitas vezes, também por um motor trabalhado para render mais. Algumas dessas modificações contribuem para aumentar o consumo e a poluição. Mas, com gasolina cara e a ecologia na pauta do dia, até mesmo no Sema 2007 (o salão dos tunados, em Las Vegas) houve espaço para tunados mais 'verdes', sem abrir mão das picapes e dos muscle cars, tipicamente americanos. Emborfa o destaque seja o lançamento do novo Corolla, os americanos dominaram a mostra. Tanto GM como Ford apresentaram vários modelos. Asiáticos e europeus tiveram participação discreta.

VEJA MAIS FOTOS DOS MODELOS DO SEMA 2007!

Cadillac CTS
Apresentou uma versão do novo CTS, com inclinação esportiva, que inclui acabamento em fibra de carbono, capô com entradas de ar modificadas, aerofólio, escapamento duplo, rodas de 20 polegadas e lanternas com lentes transparentes. O motor é um V6 3.6, com injeção direta, que produz 304 cv. Os assentos em couro são do tipo esportivo, e a fibras-de-carbono é usada também no acabamento interno.

Chevrolet Corvette Z06
Um dos veículos que mostram a preocupação de unir esportividade e respeito ao meio-ambiente é o Corvette C6RS, que pertence ao apresentador de televisão Jay Leno, e que pode rodar com E85 (etanol com 15% de gasolina). O motor V8 8.2, desenvolvido pela Katech Engines (que também prepara motores de outros Corvettes de competição), produz 600 cv de potência e mais de 80 kgfm de torque.

Ford Sport Trac
Adrenalin Baseada num protótipo de 2005, a picape da Ford vai ser produzida em série para o mercado norte-americano. O objetivo é criar uma picape que já vem de fábrica com apelo esportivo, com acessórios como spoiler na frente e faróis de neblina. O motor do conceito original era um V8 4.6 turbo, de 390 cv de potência. O câmbio é automático de quatro velocidades, bem ao estilo americano. A tração integral é opcional e serve mais para melhorar a dirigibilidade do que para enfrentar o fora-de-estrada.
Volvo XC70SR e Jeep Wrangler Ultimate 392(foto: Volvo/Divulgação - Jeep/Divulgação)
Volvo XC70SR e Jeep Wrangler Ultimate 392 (foto: Volvo/Divulgação - Jeep/Divulgação)

Ford F-450
Ainda apostando pesado no segmento das picapes (que estão entre os veículos mais tunados nos EUA), a Ford esteve presente também com a F-450 Super Duty, modificada pela empresa DeBerti. O modelo recebeu vários adereços para ficar com uma cara mais brava. A cor escolhida, naturalmente, foi o preto, usado ainda nos vidros, pára-choques e rodas. O motor turbodiesel 6.4 também foi modificado. O interior ganhou tratamento em couro, e, não por acaso, na cor preta.

GM Hot rod
Querendo mostrar que tecnologia e tradição podem andar juntas, outro veículo da GM preparado para usar o E85 foi um hot-rod 1934, que recebeu motor 2.0 flex. O carro foi preparado pela GM Performance Parts. O estilo se manteve fiel ao veículo original, mas a carroceria foi feita em alumínio.

Honda Accord
A marca japonesa esteve presente com o Accord Coupé HF-S Concept, que é, na verdade, um Accord equipado com acessórios desenvolvidos pela própria fábrica.

Huyndai Elantra
A coreana Hyundai propôs no Sema uma versão do Elantra, pensada para ir à praia. Chamada de Elantra Beach Cruiser, é baseada na recém-lançada versão perua do médio. O protótipo foi feito na Califórnia e traz pintura com motivos praianos, nova grade dianteira, rodas aro 20 e escapamento duplo. Por dentro, o acabamento é em duas cores, mas a estrela mesmo é o sistema de som, com caixas embutidas em uma estrutura de fibras-de-vidro, no porta-malas.

Jeep Wrangler
A Jeep mostrou em Las Vegas duas propostas diferentes para o Jeep Wrangler. O JT é preparado para o trabalho na fazenda. O jipe foi transformado em picape. A mudança teve como objetivo desenvolver um veículo de carga versátil, com capacidade para o fora-de-estrada, mas com dimensões modestas. Já o Wrangler Ultimate 392 ganhou o famoso motor Hemi V8, de 392 cv. Além das alterações mecânicas, o veículo recebeu novas rodas, suspensão mais alta e rodas cromadas. Por dentro, o veículo ganhou detalhes em madeira e sistema de entretenimento de última geração.

Pontiac SD-290
Desenvolvido a partir do bem-sucedido roadster Solstice, o estilo é inspirado nos monopostos de competição do passado. O veículo tem apenas um assento e vários componentes em ligas especiais, para diminuir o peso. Outras modificações para torná-lo mais leve incluem a perda do pára-brisa e janelas laterais, além de equipamentos não essenciais. O motor 2.0 foi recalibrado, para produzir 290 cv de potência.

Saturn Astra
Para apresentar o Astra europeu no mercado americano, a Saturn (divisão da GM criada para competir diretamente com os veículos japoneses) resolveu mostrar uma versão tunada do hatchback. As modificações estéticas são contidas, e o motor 1.8, também tunado, ganhou apenas 20 cv na preparação.

Volvo XC70SR
A marca sueca estreou no Sema com o XC70 Surf Rescue, que reforça a preocupação da Volvo com segurança. No caso, um veículo de resgate para as praias da Califórnia. Fruto de colaboração internacional, a aparência externa foi elaborada na Suécia, enquanto o interior foi desenvolvido pelo centro de estilo da marca em Barcelona, na Espanha, e a modificação foi levada a cabo nos Estados Unidos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade