Publicidade

Estado de Minas

Range Rover Sport vitaminado

A alemã Hamann-Motorsport envenenou a versão estradeira utilitário esportivo, que passou a contar com 560 cv de potência


postado em 08/03/2010 16:28

(foto: Fotos Hamman-Motorsport/Divulgação)
(foto: Fotos Hamman-Motorsport/Divulgação)
O Range Rover Sport foi criado como uma versão mais dinâmica e barata do pioneiro utilitário esportivo de alto luxo. Um carro ainda capaz de uma ligeira incursão no fora-de-estrada, mas que se sentisse bem a vontade nas estradas bem asfaltadas. E foi justamente esta utilização que a preparadora alemã Hamman-Motorsport enfatizou na sua nova criação. O sugestivo nome de batismo, Conqueror II, ou "conquistador", já deixa antever o poder desse SUV preparado. São duas opções de motorização. O motor mais brutal é o conhecido V8 5.0, que passou a entregar 50 cv a mais: 560 cv de potência, com um torque máximo de 69,8 kgfm, contra 63,7 kgfm de antes. Para os que não dispensam um propulsor turbodiesel, há também uma opção reprogramada do TDV6 3.0, que gera 280 cv e 67,1 kgfm.

Veja mais fotos do Hamman Conqueror II!

O utilitário ganhou reforços em sua caracterização como um modelo mais voltado ao motorista. A começar pelas extensões aerodinâmicas, que incluem um para-choque com entradas de ar laterais com fileiras de LEDs para iluminação diurna. O capô é feito em fibra de carbono, valorizada pelo aspecto natural.

Os para-lamas alargados abrigam um conjunto de rodas aro 23 em alumínio forjado, mais resistente e leve que o fundido, com pneus 315/25. A suspensão, por sua vez, foi rebaixada em 4 centímetros na dianteira e 3 cm na traseira. E, para deixar a traseira do carro marcada na mente dos motoristas ultrapassados, o spoiler se tornou menos discreto e o para-choque traseiro personalizado ostenta dois grossos escapamentos centrais.

A versão mais potente abusa do poder, com 560 cv de potência máxima
A versão mais potente abusa do poder, com 560 cv de potência máxima


Por dentro, o tradicional padrão de acabamento capaz de agradar a membros da realeza britânica se tornou mais esportivo graças aos acessórios. Há a opção de alumínio anodizado combinado com fibra de carbono, em substituição ao uso de madeira encontrada em um Range Rover. As pedaleiras também são personalizadas e se destacam sobre os tapetes sob medida. Tudo para deixar claro que o objetivo deste Range Rover é, definitivamente, conquistar e dominar o asfalto.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade