Portal Vrum

Fiat/Divulgação
Fiat/Divulgação

FICHA TÉCNICA
MOTOR
Dianteiro, transversal, 4 cilindros em linha, 8 válvulas, de 994 cm3 de cilindrada, injeção eletrônica multiponto, com 61 cv de potência a 6.000 rpm e torque máximo de 8,1 mkgf a 3.000 rpm
TRANSMISSÃO
Câmbio manual de 5 marchas; tração dianteira
SUSPENSÃO
Dianteira Tipo McPherson com rodas independentes, braços oscilantes inferiores transversais, amortecedores telescópicos de duplo efeito;
Traseira com rodas independentes, braços oscilantes longitudinais e barra estabilizadora, com amortecedores telescópicos de duplo efeito
DIREÇÃO
Mecânica, tipo pinhão e cremalheira
FREIOS
Dianteiros com disco rígido, com pinça flutuante e traseiros a tambor, ABS (opcional)
RODAS / PNEUS
Em aço estampado, 5.0 x 13 polegadas/ 155/80 R 13 79T
TANQUE DE COMBUSTÍVEL
47 litros
PESO (em ordem de marcha)
915 kg
CONSUMO CIDADE / ESTRADA (km/l)
7,47 / 10,9
PALIO 1.0 ÁLCOOL X CONCORRENTES
Palio EX Uno EX Gol 1.0
Potência líquida (cv) 61 61 61
Dimensões (AxBxC)(m) 3,73x1,61x1,44 3,64x1,54x1,44 3,88x1,62x1,41
Dimensões (DxE)(m) 2,36x1,86 2,36x1,86 2,46x1,90
Porta-malas (litros) 280 270 285
Velocidade máxima (km/h) 152 151 150
Aceleração de 0 a 100 km/h(s) 16,3 16,3 16,6
A COMPRIMENTO, B
* AVALIAÇÃO TÉCNICA
ACABAMENTO DA CARROCERIA
A qualidade da montagem das partes móveis (capô, portas e tampa traseira) em relação à carroceria é satisfatória, o que não acontece com a pintura devido a pontos de impurezas. A única identificação do tipo de combustível que o carro usa, fica no bocal de enchimento do tanque (álcool ou gasolina).
VÃO DO MOTOR
O isolamento acústico é aceitável para um automóvel desse segmento de mercado, mesmo com o motor em alta rotação. O layout é razoável bem como o acesso à manutenção. O visual, porém, não é limpo. Na versão a álcool, o reservatório de partida a frio (2,7 litros de gasolina) está embutido do lado direito do carro. Só aparece o bocal, que tem um diâmetro muito pequeno e provoca, facilmente, transbordamentos de combustível na hora do abastecimento, levando o cheiro para o habitáculo. Uma luz espia no painel indica a necessidade de completar o reservatório.
ALTURA DO SOLO
Com carga máxima (cinco pessoas mais 50 kg de bagagem), a altura livre do solo é boa, passando bem por quebra-molas. O cárter e a caixa de marchas, porém, deveriam ter proteção de chapa.
FREIOS
Têm um bom comportamento em geral. O carro a álcool estava equipado com sistema ABS (opcional), e demonstrou superioridade devido às menores distâncias percorridas em situações de emergência.
CÂMBIO
É o mesmo câmbio (relações de marchas e diferencial) nas duas versões (álcool e gasolina). É macio, tem engates precisos e bom curso de alavanca. Agora, depois que encurtaram a 1ª marcha, o carro melhorou em arrancadas em aclives. Mas a embreagem (muito macia) está no limite para o uso prolongado em ambas as versões.
MOTOR
Tanto o motor a álcool quanto o a gasolina têm a mesma potência (61 cv) e torque (8,1 mkgf). As diferenças básicas ficam por conta da taxa de compressão (9,451 no gasolina e 11,4
apagar devido ao excesso de gasolina injetada, que altera a marcha lenta. A partida a quente do motor a álcool é aceitável, e logo após a fase inicial tem boa progressividade na aceleração, sem engasgos ou falhas.
VEDAÇÃO
Tem uma boa vedação contra poeira e água.
NÍVEL DE RUÍDOS
Em piso irregular o ruído interno é alto. Incomoda também o ruído proveniente do sistema de ar-condicionado quando está funcionando (ventilador e compressor sendo armado).
SUSPENSÃO
O conforto de marcha é aceitável. Só piora quando estão com carga máxima. Tem boa estabilidade e apresentam inclinação normal de carroceria.
DIREÇÃO
Quando não tem sistema de direção servo-assistida, é muito desconfortável exigindo esforço do condutor, principalmente em manobras. Com o desgaste natural dos pneus a situação vai piorando ainda mais. Os dois sistemas, porém, são precisos quando o carro está vazio, perdendo um pouco com carga máxima. O diâmetro de giro é bom, bem como a pega do volante.
ILUMINAÇÃO
O grupo óptico é bom com dupla parábola, dando boa abertura no baixo e alcance no alto, além de boa claridade. A iluminação do habitáculo é simples com apenas uma lanterna na zona anterior e não tem nenhuma luz de cortesia.
LIMPADOR DE PÁRA-BRISA
Ao esguichar água no parabrisa as palhetas não atuam automaticamente, o que é ruim. Mas a área de varredura é boa, bem como o limpador traseiro, que como o dianteiro tem esguichadores com boa vazão.
ESTEPE/MACACO
O estepe fica dentro do porta-malas, no assoalho. Com as indicações dos pontos de apoio na carroceria nas soleiras, a operação de troca do pneu estepe é simples. A alavanca do macaco, porém, deveria ter uma proteção para as mãos.
FERRAMENTAS
Tem apenas uma chave de fenda conjugada com Philips e o pino para reboque.
ALARME
Opcionalmente podem vir com Fiat-Code (imobilizador do motor) e alarme para o interior, com acionamento na chave de ignição simultâneo com o travamento/destravamento de portas e porta-malas.
* Estas avaliações foram realizadas para o Caderno de Veículos do ESTADO DE MINAS pelo Eng. Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan.

Fonte: Fabricante

Encontre seu veículo