Portal Vrum

Ford/Divulgação
Ford/Divulgação

FICHA TÉCNICA
MOTOR
Dianteiro, transversal, 1.0 litros, 4 cilindros em linha, 8 válvulas, Zetec RoCam
Cilindrada 999 cm3
Sistema de alimentação Injeção multiponto sequencial
Potência máxima (cv / rpm) 65 / 6.000
Torque máximo (kgfm / rpm) 8,9 / 3.250
Diâmetro x curso 68,68 x 67,4
Taxa de compressão 9.8
TRANSMISSÃO
Câmbio manual de 5 marchas; tração dianteira
SUSPENSÃO
Dianteira Independente, tipo McPherson, com molas helicoidais, braços inferiores em forma triangular, com amortecedores
telescópicos pressurizados e barra estabilizadora;
Traseira Semi-independente, com eixo auto-estabilizante do tipo “Twist Beam” em forma de V invertido, molas helicoidais e amortecedores pressurizados a gás
DIREÇÃO
Tipo pinhão e cremalheira, com assistência hidráulica opcional
FREIOS
Discos sólidos nas rodas dianteiras e tambores nas traseiras
RODAS / PNEUS
5 x 13 polegadas / 165/70 R 13
TANQUE DE COMBUSTÍVEL
42 litros
PESO
866 kg
VELOCIDADE MÁXIMA
155 km/h
ACELERAÇÃO DE O A 100 KM/H
15,5 s
CAPACIDADE DO PORTA-MALAS
185 litros
FORD KA 1.0 X CONCORRENTES
FORD KA 1.0 FIAT UNO MILLE RENAULT TWINGO 1.2
Potência (cv) 65 57 60
Dimensões (AxBxC) (m) 3,62x1,63x1,41 3,64x1,55x1,45 3,43x1,63x1,42
Dimensões (DxE) (m) 2,45x1,85 2,36x1,86 2,34x1,84
Porta-malas (litros) 186 270 170
Velocidade máxima (km/h) 155 151 150
Aceleração de 0 a 100 km/h (s) 15,5 17,5 13,4
A COMPRIMENTO, B
* AVALIAÇÃO TÉCNICA
ACABAMENTO DA CARROCERIA
Pintura, acabamento e componentes de plástico têm boa qualidade e apresentaram uma boa montagem. Os espelhos retrovisores,
porém, deveriam ter um campo de visão maior.
VÃO DO MOTOR
O acesso à manutenção de alguns componentes é limitado. Além disso, o motor é bastante vulnerável em caso de batidas frontais. Não tem nenhum isolante acústico no capô e painel de fogo, o que deixa a insonorização, em relação ao habitáculo, ruim quando o motor está em alta rotação. O Ka com motor Endura era melhor.
ALTURA DO SOLO
Com carga máxima raspa levemente a frente e o meio em quebra-molas de perfil alto e em estradas de terra muito irregulares,
o que requer algum cuidado, pois o cárter (em alumínio) e caixa não têm proteção inferior.
FREIOS
Sem ABS, em situações de emergência as rodas dianeiras bloqueiam com facilidade. Porém mantém a trajetória. Após uso prolongado em descida de serra com o veículo carregado, perderam um pouco de eficiência (fading), voltando ao normal após breve resfriamento dinâmico.
CÂMBIO
É ótimo. A Ford tem hoje a melhor caixa de marchas para veículos de baixa cilindrada do Brasil. A 1ª, 2ªe 3ªmarchas têm dupla sincronização. A maciez e precisão de engates, aliadas ao bom curso da alavanca, tornam seu uso prazeroso. As relações de marcha ajudam na dirigibilidade com o novo motor, cujo objetivo é trabalhar numa boa faixa de torque, tanto na cidade como na estrada. A embreagem, muito bem dimensionada, é macia e progressiva.
MOTOR
O Zetem Rocam é um projeto moderno. Com 999 cm3 gera 65 cv e bons 8,9 mkgf a 3.250 rpm, o que permite uma boa dirigibilidade
na cidade e na estrada, mesmo com carga máxima. Apesar de sentir o ar-condicionado ligado, não chega a comprometer o desempenho. Suas características (e novidades em motores 1.0 litro nacionais) mais importantes são os balancins de válvulas roletados; tuchos hidráulicos; duas válvulas por cilindro; comando de válvulas oco para diminuir o peso; cárter de óleo em alumínio; corrente no lugar de correia dentada (para maior durabilidade); coletor de admissão em plástico e coletor de escape em aço inoxidável. De ruim só a rumorosidade de funcionamento em alta rotação.
VEDAÇÃO
Não foram notadas infiltrações de água ou poeira durante os testes.
NÍVEL DE RUÍDOS
Deveria ter um isolamento acústico melhor, pois o motor faz muito barulho no interior quando se esticam um pouco mais as marchas. Foram notados também pequenos barulhos no painel passando em pisos de paralelepípedos. Além disso, o barulho do vento na carroceria é facilmente ouvido em velocidades a partir de 90 km/h.
SUSPENSÃO
O conforto de marcha é satisfatório, mas piora quando está com carga máxima. Sua estabilidade, porém, é boa, permitindo fazer
curvas com segurança.
DIREÇÃO
Servo-assistida, é muito bem calibrada, com reações homogêneas, boa sensibilidade e precisão. Em alta velocidade é firme, sendo confortável em manobras de estacionamento. O volante tem bom diâmetro e pega. Apresentou pequena rumorosidade em curvas
de piso irregular.
ILUMINAÇÃO
O grupo óptico é bom, com os faróis iluminando bem tanto em abertura como profundidade. No habitáculo, porém, a iluminação
é discreta e pobre. Luzes de cortesia simplesmente não existem. O quadro de instrumentos e console são bem iluminados.][
LIMPADOR DE PÁRA-BRISA
É boa a área de varredura das palhetas e a atuação dos esguichos, seja no pára-brisa, quanto no vidro traseiro. Ao esguichar água, o sistema liga automaticamente as palhetas.
ESTEPE/MACACO
A operação de troca é cansativa, piorando na recolocação do pneu furado no suporte, devido à trava de sustentação que é bem
justa e dura.
FERRAMENTAS
Simplesmente não tem nada!
ALARME
O carro testado tinha apenas o bom sistema PATS, na chave de ignição, que imobiliza o motor.
* Estas avaliações foram realizadas para o Caderno de Veículos do ESTADO DE MINAS pelo Eng. Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan.

Fonte: Fabricante

Encontre seu veículo