Estado de Minas

Bike elétrica é opção para quem quer substituir o transporte público

Elas são cada vez mais comum e oferecem a comodidade alternativa ao carro e ônibus. Nós pedalamos as novas e-bikes da Dafra em BH


Marcello Oliveira - Portal Vrum

Publicação: 03/12/2013 18:52 Atualização: 03/12/2013 19:48

 (Dafra/Divulgação)
Já mostramos aqui no Vrum que deslocar de bicicleta em Belo Horizonte não é uma tarefa difícil e que pode ser bem mais agradável do que muita gente pensa. Alguns inconvenientes realmente podem atrapalhar a vida do ciclista, como chegar ao destino cansado e transpirando. Mas os amantes das magrelas passam a adotar a bike elétrica na cidade, que está ganhando cada vez mais adeptos. Prova disso é a chegada das e-bikes da Dafra, que passam a ser vendidas em Minas Gerais pela Ciclogiro, em Belo Horizonte.

 

Veja mais fotos das e-bikes da Dafra!


Mas o Brasil ainda engatinha quando o assunto são as bikes elétricas. Segundo a Associação da Indústria de Duas Rodas, no topo do ranking está a China com 95% das aquisições de bikes elétricas. O estudo mostra que o mercado brasileiro deverá também crescer devido à queda dos preços com a produção nacional de parte do material utilizado na fabricação do produto. De acordo com a Pike Research, empresa de pesquisa de mercado americana, entre os elétricos, os veículos de duas rodas deverão vender mais do que os de quatro rodas nos próximos anos e as bicicletas elétricas corresponderão a 56% desse total.

Pack de baterias fica acomodada abaixo do banco e pode ser removida por uma alça (Marcello Oliveira/EM/D.A PRESS)
Pack de baterias fica acomodada abaixo do banco e pode ser removida por uma alça
Os dois modelos da Dafra (e-bike VX; e-bike VL) são montadas em Manaus, na mesma planta em que a empresa já monta as motocicletas. Segundo o sócio da Ciclogiro, Gustavo Trindade, o esforço realizado na utilização da e-bike pode ser minimizado em até 100% em comparação com as bikes comuns, por isso, ela é tão propícia para o transporte diário. A bike funciona com uma bateria que fornece energia para um motor de indução elétrico, que possui autonomia média de até 35 km e seis níveis de assistência ao pedal no modelo VL e três para a VX. “Essas características são essenciais para que a locomoção se torne ainda mais prazerosa. Fizemos várias pesquisas para avaliar qual marca deveríamos comercializar e a Dafra apresentou um grande diferencial: o posicionamento do motor na roda traseira do veículo. Isso é de extrema importância para não provocar instabilidade e derrapagens que geralmente acontecem com as bicicletas que têm o motor instalado na roda dianteira”, afirma.

Test-drive

Para testar os benefícios de uma bike elétrica, o Vrum rodou com o modelo VL pelas ruas da Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Com o peso total de aproximadamente 30 kg (incluindo todos os acessórios, que podem ser retirados), o arranque é um pouco difícil e pesado, mas com a assistência elétrica no pedal, rapidamente o motor passa a funcionar aliviando o esforço físico. O câmbio da Shimano são de sete velocidades, o que ajuda em aclives onde apenas o motor elétrico não consegue impulsionar sozinho a bike.

Se o ciclista preferir, pode optar pelo modo completamente manual, quando não há a necessidade de pedalar, basta apenas acelerar na mão, embora seja possível pedalar quando o ciclista perceber a necessidade. Por ser elétrico, o motor não emite nenhum ruído e é possível ouvir o atrito do pneu com o asfalto. O motor funciona até a velocidade de 25 km/h, mas pode passar disso com a propulsão humana. Comparando com um carro, a velocidade parece não ser muito alta, mas é bem maior do que a média geral das bicicletas, por isso é indispensável o uso de equipamentos de segurança, como um capacete apropriado.

 

A carga total é obtida com cinco horas em energia doméstica de 110 W e possui autônomia de 35 km.

 

A e-bike oferece ainda equipamentos de série como cesto dianteiro, espelho retrovisor, computador de bordo, farol dianteiro e traseiro de LED, buzina elétrica, bagageiro e pneus slick desenvolvidos para rodar na cidade. A manutenção mecânica da bike pode ser realizada na própria Ciclogiro. O motor e a bateria elétrica possuem garantia e assistência na rede de concessionárias Dafra Motos. Os preços variam entre R$ 2.399,00 e R$ 2.999,00 e a garantia é de um ano.

 (Marcello Oliveira/EM/D.A PRESS)

 



Características Vex By Dafra - Modelo VX

Bateria de chumbo 36V / 12Ah

• Potência 250W

• Autonomia média de até 35 Km

• Velocidade máxima de 25Km/h

• 3 níveis de assistência ao pedal

• Quadro em Aço

• Rodas aro 26”

• Câmbio Shimano SIS Tourney TX 7 velocidades

• Passador Shimano SIS (Rapid fire)

• Freios V-Brake

• Assento Traseiro
 (Dafra/Divulgação)


Características Vex By Dafra - Modelo VL

Bateria de Lítio 36V / 10Ah

• Potência 250W

• Autonomia média de até 35Km

• Velocidade máxima de 25Km/h

• 6 níveis de assistência ao pedal

• Quadro em Alumínio

• Rodas aro 26” aero parede dupla

• Suspensão dianteira ZOOM

• Câmbio Shimano SIS Tourney TX 7 velocidades

• Passador Shimano SIS (Rapid fire)

• Freios Disco / V-Brake

• Assento Traseiro

Serviço:
Ciclogiro Bicicletas e Acessórios


Endereço: Rua Major Lopes, 14 - São Pedro, Belo Horizonte - MG

Telefone: (31) 3281-6833

Esta matéria tem: (9) comentários

Autor: Ícaro Brito
Máxima de 25km/h?Qualquer ciclista medianamente preparado consegue essa velocidade tranquilamente, | Denuncie |

Autor: Ícaro Brito
Que título infeliz! ELa só substitui o transporte público? Não pode ser uma alternativa ao carro? | Denuncie |

Autor: Guilherme Sales Correia
E' umm bona. Node posse veal fiscemented? Quasi as rojas autorizadas Que posse 've_las? | Denuncie |

Autor: Teo Fernandes
Se moto já é tampa de caixão, bike é o caixão inteiro. | Denuncie |

Autor: Adalton Célio de Oliveira
E a habilitação ? no cod de transito é exigido a carteira A para este tipo de veiculo. E agora José ? | Denuncie |

Autor: Rodrigo Andrade
Taí uma ótima idéia! Isso deveria ser difundido. Gera saúde e bem estar. O problema é a falta de segurança e a cultura da marginalidade que impera no nosso país. Mas acho que vale o investimento. | Denuncie |

Autor: Liana Wieloch
O problema é a falta de segurança...você vai sair com uma bike de 3000$ muitas vezes sem ter onde deixar e correr o risco de voltar e ter só uma roda e olhe lá no lugar...além disso em qualquer esquina um vagabundo te para e te leva ela embora... | Denuncie |

Autor: Rinaldo Silveira
Isto vem a valorizar a vida sedentária da população brasileira/mundial. Minhas crianças "adultas", tomem vergonha e vá pedalando, para queimar estas gordurinhas localizadas e acabar c/ a barrigona..... | Denuncie |

Autor: Rodrigo Medeiros
O que? 25 km/h não pode ser comparado ao carro? Rá. Meu carro faz média de 19 km/h com esses transito lotado. Acho uma alternativa bem viável para o ambiente urbano e o cenário a qual a bicicleta elétrica se propõe. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas de particular
    ofertas em destaque