Estado de Minas

OVO SOBRE RODAS »

Envelopado com chocolate

A Páscoa e outras datas comemorativas inspiram até mesmo a indústria automotiva, que muitas vezes usa e abusa da criatividade para mexer com o imaginário popular. Criações vão desde o carro recoberto com puro chocolate até o combustível feito com a forma liquida do doce


Marcello Oliveira - Portal Vrum

Publicação: 19/04/2014 09:53 Atualização:

No Japão, para comemorar o Dia dos Namorados, um VW New Beetle foi totalmente coberto com chocolate (ATR/AFP)
No Japão, para comemorar o Dia dos Namorados, um VW New Beetle foi totalmente coberto com chocolate
O coelho e o ovo são dois símbolos da Páscoa e representam a vida e a fertilidade, mas tiveram suas figuras associadas ao chocolate para agradar, principalmente, ao comércio, que fatura alto nesta época. Até a indústria automotiva tirou uma lasquinha do doce em nome do marketing.

Na Holanda, uma concessionária da Porsche resolveu cobrir um 911 S inteiramente com chocolate. Foram usados 175 quilos de chocolate ao leite, espalhados por toda a carroceria. Só ficaram de fora as rodas e pneus. Outros dois quilos de chocolate branco foram usados para cobrir faróis e lanternas. Para preservar o Porsche zero-quilômetro, antes do aplique da cobertura do mais puro chocolate, a concessionária colocou um filme plástico. Curiosamente, essa arte toda não foi feita para a Páscoa, mas sim para a data que homenageia o Papai Noel na Holanda, em dezembro. O Porsche achocolatado ficou em exposição na concessionária até o Natal, em temperatura controlada abaixo dos 27 graus.
Chef dá o toque final no Porsche coberto com 175 kg de puro chocolate ao leite e detalhes em chocolate branco (Porsche/Divulgação)
Chef dá o toque final no Porsche coberto com 175 kg de puro chocolate ao leite e detalhes em chocolate branco


Se a tradição de presentear alguém com chocolate por aqui é na Páscoa, no Japão é no dia dos namorados. Foi nessa data que um designer japonês criou um Smart de barra de chocolate. O modelo não leva nenhum grama do doce em sua confecção, mas imita muito bem. O modelo foi comercializado pelo o equivalente a R$ 48 mil na Terra do Sol Nascente. E foi no Japão também que cobriram um VW New Beetle com chocolate e confeitos, em comemoração ao Dia dos Namorados.

SURPRESINHA Por aqui, a Fiat decidiu entrar na concorrência com a indústria de chocolate e, além de carros, agora também vende ovos de Páscoa. Na verdade, foi uma parceria da montadora com a marca Top Cau. Junto com um ovo de chcocolate ao leite de 270 gramas, vendido por cerca de R$ 30, o cliente leva uma miniatura de um modelo 500. O fabricante disponibilizou ainda alguns kits com Punto e novo Uno. O ovo é produzido com chocolate ao leite, amendoim, castanha de caju e avelã. No recheio, além da miniatura, há um bombom de cereja.
Ovo de Páscoa da Fiat vinha com uma miniatura de um de seus modelos (Fiat/Divulgação)
Ovo de Páscoa da Fiat vinha com uma miniatura de um de seus modelos


Na Europa, a marca de chocolates Lindt implantou uma orelha de coelho em um Smart para comemorar a Páscoa. Nos Estados Unidos, qualquer carro pode se fantasiar de coelho. O kit, vendido por cerca de US$ 20 é composto por duas orelhas, que são instaladas nas canaletas dos vidros dianteiros, e um nariz, fixado na grade do radiador.

Mas se o coelho da Páscoa não trouxer nenhum destes para você, que tal alimentar o motor do seu carro com chocolate? Na Inglaterra, uma empresa já vende o chocolate combustível por cerca de R$ 3,60 o litro. Por incrível que pareça, não é necessária qualquer alteração no motor do veículo. "O combustível é muito eficiente e ainda não tem tantos agentes poluentes, nocivos ao motor", diz Andy Pag, da empresa Ecotec, e que conduziu uma expedição pela Europa e África de seis mil quilômetros em um carro movido a chocolate.


O processo de transformação do chocolate em combustível usa a mesma tecnologia criada por Rudolf Diesel, inventor do motor a diesel movido a óleo de amendoim. A empresa Ecotec adaptou o processo para substituir o óleo por doces e outras sobras da indústria alimentícia. A receita consiste em derreter o chocolate e transformá-lo em um líquido de cor escura. O produto é então colocado em uma espécie de misturador com 100ml de metanol e um pouco de hidróxido de potássio. O resultado é um combustível que tem aparência similar ao mel.

Grupo percorreu Europa e África a bordo de um SUV movido a chocolate (BiotruckPress/Divulgação)
Grupo percorreu Europa e África a bordo de um SUV movido a chocolate

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas de particular
    ofertas em destaque