Publicidade

Estado de Minas RECALL

Honda convoca recall de 290 mil veículos no Brasil por falha no airbag

Civic, CR-V e Fit podem apresentar problemas no insuflador do airbag e disparar objetos metálicos contra os ocupantes. Saiba como proceder


postado em 02/06/2015 13:30 / atualizado em 02/06/2015 13:28

(foto: Marlos Ney Vidal/Estado de Minas - 14/06/2006 )
(foto: Marlos Ney Vidal/Estado de Minas - 14/06/2006 )

Mais uma vez, os airbags Takata obrigam uma montadora a emitir comunicado de recall. A Honda convocou  290.361 veículos mil carros, dos modelos Civic, CR-V e Fit, fabricados entre 2004 e 2009. Em caso de colisão, há risco de que o acionamento do equipamento rompa a estrutura do insuflador e, consequentemente, lance fragmentos metálicos em direção aos ocupantes.

São 85.747 uniades do Fit, fabricadas entre 2004 e 2009, 89.926 do Civic1 (2007 a 2009 e 14.688 do CR-V. O serviço poderá ser realizado em qualquer concessionária da Honda, a partir da data estabelecida pela companhia, que você confere no cronograma abaixo.

Donos dos veículos consertados durantes as convocações passadas, não precisam comparecer novamente às oficinas da marca. Mais informações podem ser obtidas através do site da marca (http://www.honda.com.br/recall/autos) ou de sua central de atendimento, pelo telefone 0800-701-3432 (segunda a sexta-feira, das 08h às 20h).

Cronograma:

Civic e CR-V (motorista)
Ano: 2007
Início em 20/07/2015

Civic, CR-V e Fit (passageiro)
Ano: 2004 a 2006
Início em 03/08/2015

Fit (passageiro)
Ano: 2007 e 2008
Início em 03/11/2015

Civic e CR-V (passageiro)
Ano: 2007 a 2009
Início em 30/11/2015

Fit (passageiro)
Ano: 2009
Início em 30/11/2015


Chassis envolvidos:

 

(foto: Reprodução da internet)
(foto: Reprodução da internet)

 

(foto: Reprodução da internet)
(foto: Reprodução da internet)

 

(foto: Reprodução da internet)
(foto: Reprodução da internet)

 

(foto: Reprodução da internet)
(foto: Reprodução da internet)

 

(foto: Reprodução da internet)
(foto: Reprodução da internet)

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade