Publicidade

Estado de Minas

FCA Fiat Chrysler faz recall de airbag e sistema de combustível

Problema nos airbags atinge Ram 2500 e Chrysler 300C e é o mesmo decorrente de produção da Takata que afeta outras marcas; defeito no sistema de combustível envolve Jeep Grand Cherokee e Dodge Durango


postado em 24/08/2015 19:00 / atualizado em 24/08/2015 19:06


Num ano em que os comunicados de recall relacionados a veículos já cresceram cerca de 50%, as campanhas continuam em ritmo ascendente, com chamadas significativas todas as semanas. Entre os últimos chamados, o grupo FCA Fiat Chrysler tem dois.

(foto: Pedro Bicudo/Chrysler/Divulgação - 17/4/08)
(foto: Pedro Bicudo/Chrysler/Divulgação - 17/4/08)

Em uma das campanhas, o grupo covoca 5.895 proprietários dos modelos Ram 2500, 2004 a 2009, e Chrysler 300C, 2006 a 2008, para reparo no sistema de airbags. O defeito é o mesmo que atinge milhares de veículos de várias marcas, em todo o mundo, decorrente de problema na produção das bolsas fabricadas pela Takata, inclusive com registro de mortes. Em caso de colisão e acionamento do airbag do motorista, o alojamento do inflador do airbag pode romper-se, provocando a dispersão de fragmentos de metal, com risco aos ocupantes e a terceiros.

Já a segunda campanha envolve os modelos Jeep Grand Cherokee 2012/2013 (chassis de 1C4RDJDG0C515031 a 1C4RDJEGXDC669260), com motor a diesel e a gasolina, e Dodge Durango 2012/2013 (de 1C4RJAGOCC111394 a 1C4RJFBMXDC529273), motor a gasolina, num total de 3.752 unidades. Deve ser feita a instalação de um relé externo na bomba de combustível, substituindo o interno. Uma possível falha no funcionamento pode provocar a paralisação do motor ou a diminuição da potência, além da redução da capacidade de frenagem, aumentando o risco de acidente.

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade