Publicidade

Estado de Minas SALÃO DE DETROIT

Salão de Detroit: Carros exóticos causam frisson

De relíquias a reestilizações, conheça alguns dos produtos mais chamativos do evento


postado em 14/01/2016 14:00 / atualizado em 18/01/2016 09:11

Ford GT 1967(foto: Jorge Moraes/Divulgação )
Ford GT 1967 (foto: Jorge Moraes/Divulgação )
O passado e o futuro se encontram no principal salão automotivo do continente. O cobo hall, centro de convenções onde o evento está sendo promovido, é tão grande que é possível conciliar relíquias como o Ford GT 40 de 1967, ouro em Le Mans, equipado com o motor 7.0 V8, com o novo Fiat 500. As saias laterais e os grafismos inusitados na carroceria minimalista deixaram o hatch italiano com cara de quem veio de outro tempo.
Fiat 500(foto: Jorge Moraes/DP )
Fiat 500 (foto: Jorge Moraes/DP )
Detroit também dá aguá na boca. Sim, porque olha a cara de felicidade do nosso editor, Jorge Moraes, posando em frente ao Camry com cobertura de Mm's. O carro é uma reestilização da belezura pilotada pelo piloto Kyle Busch, campeão da última edição da competição Nascar.
Camry da Nascar (foto: Jorge Moraes/DP )
Camry da Nascar (foto: Jorge Moraes/DP )
1952 Wienermobile(foto: Naias/divulgação )
1952 Wienermobile (foto: Naias/divulgação )
Nossas mães não ficariam felizes em saber que a equipe do Vrum ficou abobalhada quando viu o 1952 Wienermobile, com forma de cachorro-quente. O modelo foi criado em 1936 pela empresa de lanchonetes Oscar Mayer, para promovê-la. A fabricação ficou a cargo da Chevrolet, que produziu várias versões, muitas delas famosas na TV norte-americana. Vale a pena conferir o divertido instagram @oscarmayer, onde o carro aparece em várias versões. Mm's, cachorro-quente e automóveis criativos: a gente já topou a dieta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade