Publicidade

Estado de Minas EXPERIÊNCIA

Pegamos uma trilha de Jeep no Deserto de Moab, nos EUA; veja como foi!

Jeep promove trilha no famoso Deserto de Moab, no sudoeste dos Estados Unidos. O Vrum esteve lá como piloto e navegador ao longo de 7h de uma incrível aventura


postado em 07/04/2016 10:00 / atualizado em 07/04/2016 18:07

(foto: Jorge Moraes/Diário de Pernambuco)
(foto: Jorge Moraes/Diário de Pernambuco)
Moab, Utah (EUA) - Deserto de Moab, um paraíso para os aventureiros. Para crianças, jovens e adultos, um cenário poucas vezes visto em todo o mundo. Rochas, montanhas esculpidas pelo vento, pelo tempo, pelas águas do Colorado. Lugar de pistas estreitas e um fluxo quase solitário de motocicletas, quadriciclos, picapes, jipes e Jeep's. O habitat natural da marca que desde 1941 deixa o mundo dos carros mais divertido.

Na trilha fui piloto e navegador por 7h com poucos intervalos. A bordo de Grand Cherokee, Wrangler e Renegade, o desafio era calcular as fases do trajeto e com as mãos no volante do utilitário-esportivo compacto, similar ao que é fabricado no Brasil, em Goiana (PE).

Nos EUA, o Renegade na versão especial de 75 anos, com motor 2.4 Tigershark, tem rodas aro 17 na cor bronze, verde personalizado, bancada em tecido, sistema de multimídia e navegador. Essa é a proposta da Jeep para a série limitada, que também será produzida no Brasil na virada do primeiro semestre, com o motor 1.8 recalibrado – acerto parecido ao que será feito na picape Fiat Toro, conforme antecipou o Vrum.



Entre os participantes da trilha, a picape conceito Jeep Comanche baseada no Renegade(foto: Jorge Moraes/Diário de Pernambuco)
Entre os participantes da trilha, a picape conceito Jeep Comanche baseada no Renegade (foto: Jorge Moraes/Diário de Pernambuco)
De Jeep, nesse caso tudo fica mais fácil. A atividade foi intensa do começo ao fim. E bem na divisão dos estados do Colorado e Utah, a cerca de 25 minutos de carro do pacato centro de Moab, está o Parque Nacional dos Arcos.

A diversidade da trilha revelou lugares que chegam a dar um certo arrepio diante da Revanche do Inferno. As rochas de pontas circuladas por uma rota estreita não permitem erro. Olhar para baixo e não prestar total atenção no comando do veículo pode ser fatal. Importante passar devagar.

(foto: Jorge Moraes/Diário de Pernambuco)
(foto: Jorge Moraes/Diário de Pernambuco)
Lembro que o Renegade assim como os demais Jeep são originais de fábrica, sem preparação. Ou seja, o Jeep pernambucano também poderia passar por esse roteiro. O 4x4 radical ficou de fora. O condutor ou navegador, por exemplo, tinha por dever trocar de posição para contemplar o cenário. Eu nunca imaginei Marte, mas moradores de Moab dizem que a terra e as rochas vermelhas retratam o planeta vizinho.

O LUGAR Para entrar em melhor sintonia, o estado de Utah é localizado no sudoeste do Estados Unidos. O local é rico em uma geografia que combina o deserto, a vegetação rasteira, de noite estrelada, e formações rochosas que inspiram o cinema. Imagine que lá também passa o Rio Colorado e os esquiadores vão ao delírio nas montanhas de neve. Utah é cortado de norte a sul pela I-15, estrada que vai de Los Angeles ao Canadá. De lá você pode chegar fácil na famosa Las Vegas.

Mas aqui nada de jogos ou diversão fora do carro. Com o 4x4 sempre ativado enfrentamos todos os tipos de obstáculos. Até mesmo um riacho improvisado que marcou o fechamento do roteiro do Velho Oeste norte-americano. A música country toca fácil nas estações de rádio locais e o celular, o tempo todo fora de serviço.

O jornalista viajou a convite da Jeep

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade