Publicidade

Estado de Minas CONVERSÍVEL RETRÔ

Nova geração do MINI Cooper Cabrio chega ao Brasil na versão S, por R$ 164.950

Seis meses depois da Europa, novo MINI Cabrio estreia no mercado brasileiro na versão Cooper S, com motor 2.0 turbo de 192cv e câmbio de seis velocidades. Versão John Cooper Works ficou de fora


postado em 23/08/2016 16:27 / atualizado em 23/08/2016 16:39

(foto: MINI/Divulgação)
(foto: MINI/Divulgação)
Dois anos e dois meses depois do hatch, a MINI começa a vender no Brasil a configuração conversível do novo Cooper na versão S Cabrio, por R$ 164.950. Lançado na Europa em fevereiro, o modelo é baseado sobre a terceira geração do hatch de três portas e traz capota de tecido com acionamento elétrico, com uma novidade: a possibilidade de abertura da seção frontal do teto, descobrindo apenas a parte dianteira da cabine, a qualquer velocidade. Sob o capô está o motor 2.0 TwinPower Turbo de 192cv (cavalos) de potência. Versão mais apimentada do descapotável, a John Cooper Works ficou de fora do Brasil nesta nova geração, pelo menos por ora. A nova família MINI também é composta, no mercado brasileiro, do hatch cinco portas e a perua Clubman. O conversível será apresentado à imprensa nesta quinta-feira (25) em Belo Horizonte.

O visual do novo Cooper S Cabrio carrega as linhas que fizeram da releitura do clássico carrinho inglês sucesso em todo o mundo. Os faróis trazem inéditas luzes diurnas, com a inconfundível grade de formato hexagonal ao centro. As lanternas ficaram maiores e assim como em outras configurações de carroceria, a versão é identificada por emblemas com a letra S em vermelho. A nova geração cresceu 98mm no comprimento (agora são 3,85m), 44mm na largura (1,72m) e 1mm na altura (1,41m), além da distância entre-eixos, que avançou 28 mm.

A customização é outro detalhe interessante de um dos raros conversíveis de pequenas dimensões ofertado no mercado brasileiro: há 13 opções de cores, entre elas o inédito verde metálico Caribbean Aqua, além de quatro opções de interior e duas opções de capota.

Lanternas maiores são um dos detalhes marcantes da nova geração(foto: MINI/Divulgação)
Lanternas maiores são um dos detalhes marcantes da nova geração (foto: MINI/Divulgação)
O mecanismo capaz de abrir ou fechar totalmente a capota realiza o procedimento em 18 segundos. Ambas as operações podem ser ativadas por meio de um interruptor na parte superior do para-brisa, a até 30 km/h. Para compensar a ausência do teto rígido e a consequente perda de rigidez estrutural, o Cooper S Cabrio ganhou reforços no piso e na coluna dianteira. Além disso tem duas barras de alumínio embutidas atrás dos assentos traseiros, projetadas instantaneamente por meio de sensores, em caso de risco de capotamento.

Maior comprimento e distância entre-eixos favoreceram espaço interno, afirma a marca(foto: MINI/Divulgação)
Maior comprimento e distância entre-eixos favoreceram espaço interno, afirma a marca (foto: MINI/Divulgação)
CONTEÚDO De série o Cooper S Cabrio vem recheado de equipamentos, como airbags frontais e laterais, central multimídia com tela LCD de 8 polegadas e navegação em 3D, configuração para três modos de condução – Green (econômico), Sport (esportivo) e MID (balanceado) –, partida do motor por botão, som Hi Fi Harman/Kardon com 12 alto-falantes de 410watts, Isofix, câmera de ré, sensores de estacionamento traseiro, de chuva e crepuscular e suspensão adaptativa. Os opcionais são faixas decorativas para capô nas cores preto ou branco, capas dos espelhos retrovisores externos em preto, branco ou na cor do veículo, capota MINI Yours Union Jack, bancos de couro Lounge Cinza Satellite ou o Chester Maltg Browne e o Pacote Parking, que agrega sensor de estacionamento dianteiro e traseiro e assistente de estacionamento.

Painel é caracterizado pelo mostrador circular MINI Central Cluster posicionado ao centro(foto: MINI/Divulgação)
Painel é caracterizado pelo mostrador circular MINI Central Cluster posicionado ao centro (foto: MINI/Divulgação)
O motor 2.0 TwinPower Turbo 16 válvulas de 192cv, 28,57kgfm de torque e injeção direta de combustível vem acoplado ao câmbio automático Steptronic de seis velocidades, com opção de trocas por meio de aletas (paddle shifts) posicionadas atrás do volante. A aceleração até 100km/h ocorre em 7,1 segundos e a máxima é de 228km/h.

Capota pode ser totalmente aberta e fechada em 18 segundos(foto: MINI/Divulgação)
Capota pode ser totalmente aberta e fechada em 18 segundos (foto: MINI/Divulgação)
Em outros mercados o conversível é comercializado também com motor 1.5 três cilindros turbo a gasolina de 136cv e 1.5 diesel de 116cv.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade