Publicidade

Estado de Minas TERMÔMETRO MAIS PRECISO

Invenção mineira mede a temperatura exata do motor, evitando o superaquecimento

Comerciante desenvolve com a ajuda de um engenheiro eletrônico dispositivo digital que mede a temperatura exata do motor do carro, evitando danos por superaquecimento


postado em 14/09/2016 16:00 / atualizado em 14/09/2016 16:21

Com experiência em manutenção de veículos e a ajuda de um engenheiro eletrônico, Lamir Hilario desenvolveu um sistema que é colocado na parte externa do cabeçote do motor(foto: Sidney Lopes/EM/D.A Press)
Com experiência em manutenção de veículos e a ajuda de um engenheiro eletrônico, Lamir Hilario desenvolveu um sistema que é colocado na parte externa do cabeçote do motor (foto: Sidney Lopes/EM/D.A Press)
Muitas pessoas não se preocupam muito com a manutenção do carro e se esquecem de dar a devida importância para sistemas que são essenciais para o bom desempenho da máquina. A temperatura de funcionamento do motor, por exemplo, deve ser observada constantemente, mas nem todos os modelos trazem no painel um mostrador eficiente. Em alguns casos, o motorista só fica sabendo do problema quando uma luzinha acende no painel e o motor já superaqueceu. E aí o prejuízo é grande. Pensando nisso, o comerciante Lamir Hilário de Queiroz, de 49 anos, desenvolveu o Makeaut, um termômetro digital que mede a temperatura exata do motor, possibilitando que o dono do carro detecte o problema antes que ocorra o superaquecimento.

E são vários os motivos que podem levar o propulsor do carro à elevação da temperatura. Lamir, que já trabalhou como mecânico de motos e se especializou em injeção eletrônica de carros, lembra que o problema mais comum é o mal funcionamento da válvula termostática, componente que regula a temperatura do motor. Se ela não funciona corretamente, o líquido de arrefecimento é bloqueado e para de circular no motor, resultando no superaquecimento, queimando o óleo e as juntas. E se isso acontecer, o risco de fundir é muito grande e o prejuízo ainda maior.

Outros motivos que levam à elevação da temperatura do motor são o nível baixo do líquido de arrefecimento, vazamentos no sistema e falta de óleo. Os sensores do painel também podem mascarar o problema ou então passar a falsa informação de um superaquecimento que não está ocorrendo de fato. Outro item importante no sistema de arrefecimento é a ventoinha, que deve armar e desarmar no tempo certo, para auxiliar na ventilação do motor. Se ela não funcionar, vai favorecer a elevação da temperatura, mas se trabalhar de forma forçada e prolongada, é sinal de que existe alguma avaria no sistema.

A bomba d'água também é importante para a devida circulação do líquido no sistema de arrefecimento. Se parar de funcionar, vai fazer com que o motor trabalhe com temperatura elevada. Até mesmo a tampa do radiador deve ser checada, pois se não estiver em boas condições de vedação vai deixar escapar o vapor e o líquido de arrefecimento, levando ao superaquecimento.

(foto: Sidney Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Sidney Lopes/EM/D.A Press)
A IDEIA Diante de tantas possibilidades de problemas, Lamir resolveu desenvolver um equipamento que mostrasse a temperatura do motor de maneira precisa, para evitar o superaquecimento. Ele lembra que em 1985 teve a ideia de fazer um termômetro digital, pois acreditava que se a elevação da temperatura do motor fosse detectada antecipadamente, os danos seriam evitados. Na primeira versão do sistema, ele adaptou o sensor na tampa do radiador, mas não deu certo, pois a mudança da temperatura só era acusada quando o motor já estava fervendo.

Com a ajuda de um engenheiro eletrônico, Lamir aprimorou o sistema e colocou o sensor na parte externa do cabeçote do motor, sem a necessidade de qualquer adaptação. Assim foi criado o Makeaut, dispositivo que gerencia o sistema de arrefecimento do motor durante o funcionamento do veículo. O equipamento pode ser usado em veículos de 5,5 a 24 volts. Ele pode ser ajustado para dar o alarme de alerta a partir dos 91 graus, já que a temperatura ideal de funcionamento do motor varia de 90 a 102 graus. O visor digital é instalado no painel do carro e caso o motorista perceba que a temperatura está subindo, pode parar e procurar a solução para o problema antes que ocorra o superaquecimento.

O Makeaut proporciona ainda outras possibilidades, como dosar o consumo de combustível do carro. Se o motor trabalha a maior parte do tempo na temperatura ideal, o consumo será menor. E com o aparelho, o motorista visualiza a variação da temperatura no visor e vai dosando a aceleração. Com ele é possível programar para que a ventoinha seja acionada quando a temperatura de alarme determinada seja atingida, pois assim vai forçar a refrigeração do motor.

Lamir explica que o Makeaut é fácil de instalar e dispensa qualquer tipo de adaptação. O equipamento tem custo de R$ 290 para o consumidor e pode ser instalado em qualquer veículo. O ponto de vendas de Lamir é na Fast Rodas (Avenida Vilarinho, 3.023, em Venda Nova) ou pelo telefone (31) 98471-2608.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade